No último dia 1º de maio, dia do trabalho, foram às ruas milhares de brasileiros. Sim, BRASILEIROS e não bolsonaristas.

Vocês viram a quantidade de pessoas? Vou repetir, vocês viram, como dizia a minha vó, que mundaréu de gente?

Aí eu me pergunto e pergunto a vocês também.

Será que é tudo gado?

Será que é tudo tia do whatsapp?

Será que ficou bem claro que não são robôs?

O que os críticos ainda não entenderam é que os brasileiros ali, estavam defendendo os direitos dos brasileiros, e que o trabalho que o Presidente vem fazendo coincide com a vontade desses brasileiros.

O dia em que o Presidente começar a soltar bandidos, atacar direitos básicos dos brasileiros como o direito de ir e vir, por exemplo, esses mesmos brasileiros se manifestarão contra o Presidente.

Portanto, os meus irmãos de causa, que estavam se manifestando, não são bolsonaristas e sim brasileiristas, já que vocês gostam tanto de classificar com nomes.

E eu me atrevo a apostar aqui que você que critica também gosta do seu trabalho, também gosta do salário caindo completinho na conta no fim do mês. Assim como o comerciante que vende goiabas na esquina, assim como o garçom que atende você no restaurante, assim como todos os brasileiros, que gostam, precisam e tem o direito à liberdade.

Então, antes de atacar o seu irmão de pátria que está se manifestando exigindo melhorias na vida em sociedade, lembre-se que ele tem os mesmos direitos que você. Ajude-o a manter os direitos que defende para que vocês possam discordar civilizadamente, buscando melhorias para todos.

Não esqueça, a bandeira ali em cima, é minha e sua.