Pacientes relatam calamidade na UPA de Patos de Minas e cobram providências urgentes

Uma paciente que está com os ossos da perna fraturados relatou que a superlotação está fazendo com que as pessoas fiquem internadas em cadeiras ou macas do SAMU.

publicado em 12/07/2019, por Farley Rocha


Com a enfermaria lotada, os pacientes estão tendo que ir para os corredores.

A situação da UPA no bairro Jardim Peluzzo em Patos de Minas está desesperadora. Pacientes com membros fraturados estão esperando há 15 dias para conseguir um atendimento médico. Uma paciente que está com os ossos da perna fraturados relatou que a superlotação está fazendo com que as pessoas fiquem internadas em cadeiras ou macas do SAMU.

A paciente que preferiu não se identificar entrou em contato com o Patos Hoje e relatou todo seu sofrimento. Ela contou que está com a fíbula e tíbia fraturadas e não sabe quando receberá o procedimento médico. Ela disse que aguarda uma vaga no Hospital Regional, no entanto não há nem expectativa de quando isso vai acontecer. “Está demorando muito”, destacou.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Actual Hospital - Especial Notícias

Uma senhora de 79 anos precisa amputar um dedo devido a diabetes, mas também está sem saber quando a cirurgia vai acontecer. Os pacientes relataram que os próprios profissionais da UPA estão orientando a procurar a justiça porque não sabem mais o que fazer. “O Hospital Regional não está recebendo os pacientes”, disse.

Uma das pacientes destacou que a falta de vaga no Hospital Regional tem sido um dos principais motivos da superlotação na UPA. “Cirurgias como a minha estão demorando até 3 semanas. Outro rapaz tem que fazer cirurgia de apendicite ”, disse. Com a enfermaria lotada, os pacientes estão tendo que ir para os corredores.

O médico diretor técnico da UPA Porte VIII, Élcio Moreira Alves, reconheceu o problema e disse que está trabalhando para resolver a situação, no entanto não depende da unidade. Antes de explicar o problema, ele disse que a insatisfação é também dos profissionais e dos colaboradores da UPA que não estão tendo condições de oferecer o tratamento.

Élcio informou que a UPA faz apenas atendimento primário, sendo apenas para estabilização do paciente, não tendo vaga de internação. No entanto, como não há vagas no Hospital Regional e, agora que estão surgindo outras vagas no Hospital São Lucas, a unidade está tendo que internar os pacientes. “Cerca de 600 pacientes passam pela UPA por dia”, salientou.

E com o problema da falta de vagas nos outros hospitais, os pacientes estão tendo que ficar internados na UPA por até 2 meses. Eles estão tendo que esperar um leito de referenciamento em macas e nas poltronas. “Hoje há 60 pacientes cadastrados na UPA, mas há 16 leitos na enfermaria e apenas 5 leitos de urgência. A conta não fecha”, informou . Ele destacou que está muito preocupado e que, na segunda-feira (15), terá uma reunião para tentar resolver a situação.

 

Autor: Farley Rocha Postado em 12/07/2019
Compartilhe:

59 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • PATENSE | 2 meses atrás

    A UPA tá um caos porque o Hospital Regional com todos os equipamentos de ultima geraçao fechou as portas pros pobres e esse governador não faz nada e a direção do Regional não deixa receber os pacientes infelizmente parece que não é ser humano...

    3 0 Responder

  • LULUZINHA | 2 meses atrás

    NA VERDADE O PREFEITO TINHA QUE CONSTRUIR UM HOSPITAL MUNICIPAL, ISSO TRARIA UM POUCO MAIS DE TRANQUILIDADE PARA AS PESSOAS. O HOSPITAL REGIONAL ATENDE A REGIÃO INTEIRA E RECEBEM COMO PRIORIDADE BALEADOS, ESFAQUIADOS , ACIDENTADOS E AÍ OS OUTROS QUE ESPEREM.ISSO É UM ABSURDO... VAMOS PREFEITO E VEREADORES, CONSTRUAM UM HOSPITAL MUNICIPAL URGENTE, TEM CIDADE MENOR DO QUE PATOS QUE JA TEM...FAÇAM ALGUMA COISA URGENTE, ESSA SITUAÇÃO NÃO PODE CONTINUAR.

    3 0 Responder

  • Samu | 2 meses, 1 semana atrás

    Isso porque se precisar do Samu em patos de minas não precisa ligar porque não mandam viatura. Teve uma pessoa que passou mal no PTC e ligaram pro Samu. O médico disse que podia ir embora pra casa. A pessoa deu AVC. Uma vergonha para o prefeito e para os médicos. Isso já é uma rotina aqui no Samu. Não atender as pessoas

    3 2 Responder

  • De Rocha Miranda | 2 meses, 1 semana atrás

    A cara do prefeito.

    1 0 Responder

  • Indignado | 2 meses, 1 semana atrás

    E ainda tem os sem noção e sem educação que ficam fumando na porta da recepção.

    2 0 Responder

  • Carlos o foda | 2 meses, 1 semana atrás

    O senhor ou senhora do comentários eu falei: Que diz faz arminha que passa e só votar no Pt e mdb que passa. Passa desta para pior como foi por mais de 12 anos. De ladroes no poder. Prefeito de Patos não resolve ndA os vereadores parecem que beberam e esta já de ressaca o Regional primeiro tem q atender a população de Patos depois a região. Prefeito nunca mais ganha ndA em Patos depois o Pedro Lucas que era ruim meu amigo tem do.

    3 1 Responder

  • Marcolino De barros | 2 meses, 1 semana atrás

    Gente AUPA está uma coisa de doido, nois que é pobre vamos morre na fila do sus!!

    3 4 Responder

  • Pedro Lucas 2020 | 2 meses, 1 semana atrás

    A única solução mais próxima.

    0 2 Responder

  • Lagoense Feliz | 2 meses, 1 semana atrás

    Na minha modesta opinião, a UPA em Patos de Minas é o reflexo exato do Executivo e Legislativo Patense ou seja uma porcaria.jsf

    13 0 Responder

  • Eu falei... | 2 meses, 1 semana atrás

    So fazer arminha que passa!!!

    11 11 Responder

    Kreka - 2 meses, 1 semana atrás

    Não !!! É o reflexo do governo anterior..

    0 3

carregar mais comentários