Empresário acusado de fraudar licitação de merenda escolar é preso em Patos de Minas

A licitação era para adquirir frutas, verduras e legumes para as escolas e creches da Capital do Milho.

publicado em 05/12/2019, por Farley Rocha


Ele foi preso e conduzido para a delegacia e deve responder pelo crime de fraude a licitação.

Um empresário de 22 anos da cidade de Bom Despacho/MG foi preso na tarde desta quinta-feira (05) tentando lucrar em cima do alimento que é oferecido para crianças e adolescentes das escolas e creches de Patos de Minas. Matheus Fortunato Lourenço Lobo teria tentado corromper uma empresária que não aceitou e acionou a Polícia Militar.

De acordo com o Sargento Rodrigo, ele teria pedido dinheiro a uma empresária do ramo alimentício de Patos de Minas para deixá-la concorrer sozinha ao processo que estava na última fase. A licitação era para adquirir frutas, verduras e legumes para as escolas e creches da Capital do Milho.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

O policial informou que quatro empresas representadas por 4 quatro pessoas participariam do pregão presencial na sala de licitação da Prefeitura Municipal. Sendo que 3 acabaram solicitando dinheiro para a responsável pela empresa patense, para que eles desistissem do processo licitatório.

A intenção deles era ganhar o dinheiro para deixar a empresária concorrendo sozinha, com isso a patense fatalmente ganharia, já que venceria quem oferecesse o menor preço. No entanto, a empresária patense recusou a proposta e acionou a Polícia Militar. Matheus foi abordado, mas os outros conseguiram evadir.

Ele foi preso e conduzido para a delegacia e deve responder pelo crime de fraude a licitação da lei 8666/1993, também tipificado no artigo Art. 335 do Código Penal. Segundo o policial, ele relatou que tal prática é comum em processos licitatórios.

A empresa dele é de Bom Despacho/MG, mas o emrpesário disse que está residindo atualmente em Lagoa da Prata/MG. A licitação foi cancelada pelo presidente da banca da licitação, o que pode prejudicar a alimentação das crianças nas creches e escolas. Fraude no processo licitatório é um caso típico de corrupção que deve ser combatido pela sociedade.

Imagens atualizado em 05/12/2019 • 3 fotos

Autor: Farley Rocha Postado em 05/12/2019
Compartilhe:

43 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • O bao | 1 mês, 2 semanas atrás

    garanto que esse ai furava a fila da merenda ...ai quis subir na vida passando os outros pra tras .

    0 2 Responder

  • CADÊ A PROFESSORINHA DO EAD ???? | 1 mês, 2 semanas atrás

    Uai o governador ZEMA não ia nomear a professorinha do EAD sua amiga pessoal para o Conselho gestor do Unipam . Isso era o que ela e sua família diziam . Mas sobrou igual abóbora no jantar

    7 1 Responder

  • Justo | 1 mês, 2 semanas atrás

    Todas essas licitações tem q ser investigadas essa foi descoberta por que a empresa não é da cidade porque em Patos de Minas é sempre a mesma pessoa que ganha as licitações diversas usando o nome de outras empresas eles já são íntimos dos responsáveis pelas licitações.Estao fazendo online e fecham o tempo de acordo do interesse deles ou seja cartas marcadas.Licitaçoes de prefeitura somente para cego ver kkkk.

    4 2 Responder

  • marc | 1 mês, 2 semanas atrás

    A corrupção deveria ser penalizada com a pena capital! :+1: Simples assim!

    1 1 Responder

  • xebeck | 1 mês, 2 semanas atrás

    Obrigado a empresaria que denunciou. Dá para entender, o porque de tantos políticos corruptos. Atte:

    14 1 Responder

  • Rosa | 1 mês, 2 semanas atrás

    O funcionário do açougue que manuseia a carne, sem luvas recebe o dinheiro no caixa. Tem que usar luvas gente,!!!!.Não custa nada ,é só querer.

    8 11 Responder

    VIGILÂNCIA Sanitária - 1 mês, 2 semanas atrás

    Não é correto usar luvas descartável em açougue . Açougue o funcionário so usa luva de malha de aço . E é permitido o funcionário que manipula carnes receber dinheiro no caixa e depois higienizar as mãos com sabonete líquido e voltar a manipular a carne .

    3 1

    - 1 mês, 2 semanas atrás

    Ué, o que tem ver com o assunto ???

    1 3

  • mineirinho | 1 mês, 2 semanas atrás

    quero deixar meus parabens aqui para essa empresaria que nao aceitou ser comprada.Sao atitudes assim que iremos mudar o brasil, meus sinceros parabens a esta empresaria.

    17 2 Responder

  • [email protected] | 1 mês, 2 semanas atrás

    tinha que ser dessa ... de lugar chamada BOM DESPACHO.. SÓ TEM CALOTEIRO NESSA BOSTA DE LUGAR ! TOMARA QUE TOME UNS 20 ANOS DE CADEIA NO MÍNIMO

    5 20 Responder

    zabumba - 1 mês, 2 semanas atrás

    num pega 20 minutos

    6 1

    Thubilubilu - 1 mês, 2 semanas atrás

    Julgando 100% por minoria,quem ver até pensa q na sua cidade não tem,brasileiro e corrupção deveria ser sinônimo

    0 1

  • Mestre de obras que ficou rico | 1 mês, 2 semanas atrás

    Eu posso avalizar que as licitações onde trabalho são todas corretíissimas.

    6 13 Responder

  • Geraldo Alckmin | 1 mês, 2 semanas atrás

    Alguém falou em merenda kk

    3 3 Responder

carregar mais comentários