A vacinação contra a Covid-19, que vinha sendo realizada em ritmo acelerado em Patos de Minas, teve que ser interrompida nesta segunda-feira (05). Sem doses disponíveis, a Prefeitura comunicou que vai aguardar a chegada de um novo lote de vacinas para retomar a imunização da população. A expectativa é de que um novo lote seja chegue à cidade nas próximas horas.


“A Prefeitura de Patos de Minas informa que não haverá vacinação dos grupos prioritários nesta segunda-feira (05). A Prefeitura aguarda, neste momento, a chegada de mais doses da vacina, que serão enviadas pelo Governo do Estado, para prosseguir a vacinação. Todas as doses recebidas em Patos de Minas já foram aplicadas nos devidos grupos”, diz a nota.

No sábado (03), a Secretaria Municipal de Saúde realizou a vacinação dos idosos de 69 anos. Uma enorme fila se formou no Parque de Exposições onde está sendo realizada a campanha. O número de vacinados até agora ainda não foi divulgado, mas segunda a assessoria de comunicação, mais de 21 mil pessoas já receberam pelo menos uma dose da vacina.

Neste final de semana, o Governo de Minas recebeu o maior lote de vacinas disponibilizados até agora pelo Ministério da Saúde. Ao todo, são 1.016.650 doses - sendo 943.400 doses da Coronavac e outras 73.250 da AstraZeneca. As doses começaram a ser distribuídas nesta segunda-feira (05) para as regionais de saúde. A superintendência de Patos de Minas deverá encaminhar um veículo até o aeroporto de Uberlândia para buscar as doses.

Segundo orientação do Programa Nacional de Imunizações, a CoronaVac será utilizada para iniciar a imunização de 6% dos profissionais das Forças de Segurança, conforme determinado pelo Ministério da Saúde. Será, ainda, usada para aplicar a primeira dose em 1,26% da população entre 65 e 69 anos e como segunda dose em 7% dos trabalhadores da Saúde, 87% da população entre 75 e 79 anos, e 80,4% da população entre 70 e 74 anos. Já os imunizantes da AstraZeneca serão aplicados como segunda dose para 10,2% aos trabalhadores da Saúde.