Os números da Covid-19 continuam crescendo e assustando em Minas Gerais. Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde disponibilizados na manhã desta sexta (22), o total de óbitos no estado subiu para 14.010, com 119 vítimas a mais em relação ao boletim de quinta-feira. Até o último levantamento, 677.809 casos da doença haviam sido confirmados em todo o estado. A taxa de mortalidade está em 2,1%.


Ainda segundo o boletim epidemiológico, todos os 853 municípios de Minas Gerais já registraram ao menos um caso de Covid-19. Na última terça-feira (19), a cidade de Araponga, na Zona da Mata, confirmou seu primeiro óbito pela doença e se tornou o 726º município do estado a registrar mortes causadas pelo novo coronavírus.

Os dados publicados pela Secretaria também trazem o perfil médio dos infectados pela Covid-19 no estado. A maior parte das pessoas contaminadas é mulher (52% dos casos), parda (34%) e com idade média de 42 anos. Já entre as pessoas que perderam a vida, o perfil médio é de um homem (56%), pardo (43%), com idade média de 71 anos e que apresentava comorbidades (73%).

Em relação à hospitalização, 55.139 pessoas foram internadas na rede pública ou privada devido ao novo coronavírus desde o início da pandemia em Minas Gerais. Outros 622.440 pacientes foram tratados em isolamento domiciliar. Os laboratórios da rede pública apresentam 3.542 possíveis novos casos ainda em análise.

Em Patos de Minas, segundo a Prefeitura, 4981 casos da doença haviam sido registrados até essa quinta-feira (21), com 103 óbitos. A cidade, assim como toda a Macrorregião Noroeste, está na Onda Amarela do Programa Minas Consciente. Outras duas regiões do estado também estão no mesmo estágio (Norte e Triângulo do Norte), enquanto dez estão na Onda Vermelha (Nordeste, Jequitinhonha, Leste, Vale do Aço, Centro, Centro-Sul, Oeste, Sul, Sudeste e Leste do Sul)  e apenas uma, na Onda Verde (Triângulo do Sul).

Para acessar os dados completos do boletim, clique aqui