Precarização dos serviços de saúde em Patos de Minas provoca reunião em Belo Horizonte

Os serviços de oncologia e de cardiologia são os que mais preocupam.

publicado em 10/12/2019, por Maurício Rocha


A reunião aconteceu na sede da Secretaria de Estado da Saúde.

Um encontro convocado pelo Ministério Público reuniu autoridades e representantes de órgãos de saúde nessa segunda-feira (09) em Belo Horizonte em busca de alternativas para solucionar os problemas da saúde na região de Patos de Minas. Os serviços de oncologia e de cardiologia são os que mais preocupam. 

A reunião na sede da Secretaria de Estado da Saúde contou com a presença dos promotores de justiça Luciano Moreira e Rodrigo Taufick, do prefeito José Eustáquio, vice-prefeito Paulo Mota, secretária municipal de saúde, Denise Fonseca, do vereador Isaías Martins, de representantes e técnicos das superintendências de saúde, do Hospital Regional, Consórcio de Saúde e do Conselho Estadual de Saúde. 

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

O promotor do CAOSAUDE, Luciano Moreira disse que se não saíssem respostas efetivas da reunião medidas mais drásticas poderiam ser tomadas. Segundo o conselheiro de saúde Pedro Cunha, ficou definido que o serviço de oncologia para o tratamento do câncer será pactuado com o município de Uberaba e com o Hospital Hélio Angotti. 

Com relação ao serviço de cardiologia, o conselheiro explicou que será dado um prazo de até um ano para que o Hospital Universitário Atenas de Paracatu se adeque com estruturas físicas, equipamentos e com corpo de profissionais, para que os recursos sejam alocados através de pactuação com o município.

“Após o representante do Ministério da Saúde falar que não estava entendendo o que nós estávamos querendo, então pedi a palavra e disse que estamos sendo enganados e colocados em segundo plano pela Secretaria de Estado da Saúde e pelo Ministério da Saúde há muito tempo. Que temos perdido serviços de saúde e que outros estão sendo precarizados”, disse Pedro.

Por fim, ficou definido que será feito um documento para o Ministério da Saúde sobre as decisões tomadas na reunião que competem ao mesmo, para devidas providências de credenciamento e habilitação do Hospital Regional. Com isso, o hospital receberá do SUS pelos serviços prestados.

Até pouco tempo, Patos de Minas disponibilizava os serviços de cardiologia e hemodinâmica e também de oncologia pelo SUS, mas acumulando prejuízos, os prestadores dos serviços decidiram interromper atendimento pelo Sistema único de Saúde como foi o caso do Hospital Vera Cruz. Com relação a Oncologia, a Clínica AZ informou que vai retomar as cirurgias de câncer na próxima semana.

Imagens atualizado em 10/12/2019 • 2 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 10/12/2019
Compartilhe:

15 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes, fake news ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve-se ter ciência de que poderá ser responsabilizado cível ou criminalmente!

Os comentários que receberem 100 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • paciente diálise | 9 meses, 2 semanas atrás

    Precisam vê melhor sobre os atendimentos em outras cidades, e a capacitação da assistente social que fica na hemodiálise do SUS em Paros de Minas. Não tem na maioria das vezes as informações claras e certas sobre como um paciente deve proceder para se cadastrar e fazer exames para tentar transplante de rins. Paciente com doador voluntário estar perdendo tempo, podendo já fazer o transplante, porém, por falhas de informações so atrasam o processo. É preciso ter certeza sobre, afinal a (o) assistente social estar para executar essa função que é primordial para um paciente que tem que vivenciar esse sofrimento.

    4 0 Responder

  • Maria | 9 meses, 2 semanas atrás

    Bonito a população pobre que se lasque. Ter que deslocar para ser atendida. Sendo que tem hospital de Patos que poderia fazer esse atendimento. A política patense nunca tenta prestigiar o que é nosso perdermos o Regional a tempos atrás. É vamos perder o São Lucas por falta de interesse de nossos políticos. Minha mãe foi atendida a pouco tempo lá é nada a reclamar. Pelo contrário só a elogiar.

    7 1 Responder

  • Indignada | 9 meses, 2 semanas atrás

    As cirurgias oncológicas serão realizadas onde?

    3 0 Responder

  • Vereadora do Frigobar | 9 meses, 2 semanas atrás

    O curso de medicina ajuda ou atrapalha a saúde pública de Patos de Minas? Quero saber a verdade.

    2 1 Responder

  • Juizo | 9 meses, 3 semanas atrás

    Só tem corja ai.va da na mesmoa quem vamos socorrer.se tudo está corrompido.em patos está assim entre os poderes públicos.eu ganho ,tu ganhas.nos ganhamos e o povão que depende do SUS se lasca.ate a promotoria que era para fiscalizar e dar um basta .fica aí como se nada acontecesse.fica uma hora lá na upa.e vai ver tanto descaso com as pessoas ali.comeca na recepção. Oh!!! Deus!!Que desgraça dessa política de hoje.



    15 1 Responder

  • José dos Reis | 9 meses, 3 semanas atrás

    Onde está o deputado "Amigo do Povo"? Ah esqueci, eleições só no ano que vem né.

    8 2 Responder

  • Erivaldo Coravan | 9 meses, 3 semanas atrás

    A Béia estava ao lado do Pedro Cunha? Sabe muito de saúde! Nuuuuuu!!!!

    9 2 Responder

  • Deraldo Bazz | 9 meses, 3 semanas atrás

    Quanta incompetência governamental! Nem no nome do Conselho Estadual de Saúde foram capazes de produzir algo mais inteligente! CAOSaúde......CAOS mesmo! DIVULGUEM!

    10 1 Responder

  • Ceguinho | 9 meses, 3 semanas atrás

    Quem que está aí nas fotos que realmente entende de saúde pública mesmo?

    12 1 Responder

  • sertanojo e bostanejo | 9 meses, 3 semanas atrás

    Quem precisar de atendimento cardiológico precisará se deslocar até Paracatu?? Entendi bem???



    11 0 Responder

  • contador | 9 meses, 3 semanas atrás

    Enquanto o SUS pagar valores abaixo do custo não vai ter ninguem que preste o serviço mesmo. Quer resolver o problema? Atualize as tabelas que vai chover prestador para oferecer os serviços.

    7 0 Responder

  • Tonho | 9 meses, 3 semanas atrás

    Que vergonha. Uma cidade com o porte, de Patos e com uma Universidade de Medicina e vários hospitais não consegue, atender a população. LAMENTÁVEL A ATUAÇÃO DESTE PREFEITO NA SAÚDE.

    20 3 Responder

  • fernando | 9 meses, 3 semanas atrás

    o que estamos querendo senhor representante do Ministério da Saúde, queremos uma saude de qualidade seu mda....ou precisa desenhar?

    10 0 Responder

  • TEREZA RAQUEL | 9 meses, 3 semanas atrás

    Impressão minha ou o Isaías Martins é o vereador mais atuante de todos os vereadores?

    12 11 Responder

    Fabricio Queiroz - 9 meses, 3 semanas atrás

    Não sabe nada! Dá dó!

    2 4

carregar mais comentários