Intensivista da Prefeitura explica protocolo para o uso da hidroxicloroquina em Patos de Minas

Questionado por um internauta durante participação no Programa Contraponto do Patos Hoje, ele afirmou que nenhum paciente morreu em Patos de Minas por falta do medicamento.

publicado em 21/06/2020, por Maurício Rocha


O médico intensivista da Prefeitura Élcio Moreira Alves detalhou o protocolo do município para o uso de Cloroquina e da Hidroxicloroquina em pacientes da Covid-19 em Patos de Minas. Questionado por um internauta durante participação no Programa Contraponto do Patos Hoje, ele afirmou que nenhum paciente morreu em Patos de Minas por falta do medicamento.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Clinica Medic Imagem

O médico intensivista tem colaborado com a Administração Municipal na preparação da estrutura para receber os pacientes com coronavírus. Ele disse que a estrutura que está sendo montada em anexo a UPA vai dar mais segurança e menos risco para a população que procura a Unidade. Com relação ao Hospital de Campanha, Élcio Moreira informou que o local poderá receber pacientes também da região.

Respondendo ao questionamento sobre o uso da Hidroxicloroquina, o médico informou que o medicamento não é padronizado pelo SUS e não está disponível na Farmácia Municipal, mas destacou que ela pode ser prescrita a depender do médico que está fazendo o atendimento e do paciente. "Tem na mesa de todo médico lá na UPA um termo de consentimento em relação ao uso da hidroxicloroquina ou da cloroquina. A gente explica para o paciente quando tem indicação e o paciente junto com o médico vão decidir utilizar ou não utilizar. É uma decisão tomada em conjunto", explicou ele.

O médico ressaltou ainda que todo o esforço está sendo feito para dar maior segurança para a população. Ele destacou que o momento é de alerta e pediu a colaboração de todas as pessoas para que a situação não se agrave ainda mais. Segundo boletim da Secretária Municipal de Saúde, Patos de Minas já tem 180 casos confirmados de Covid-19 e quatro óbitos pela doença.

Autor: Maurício Rocha Postado em 21/06/2020
Compartilhe:

35 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Claudia | 2 semanas, 2 dias atrás

    Aposto que o médico é bolsonarista!Que Deus cuide dos nossos doentes!!

    1 11 Responder

  • Tenesmo | 2 semanas, 3 dias atrás

    Será que esta tal cloroquina vai resolver o meu problema???

    2 5 Responder

  • Forasteiro 2 semanas, 3 dias atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

  • Tiozão do Corcel | 2 semanas, 3 dias atrás

    Se informem! Foi comprovado a INEFICÁCIA do tratamento com Hidroxicloroquina. Os Estados Unidos já suspendeu o uso da droga.

    27 32 Responder

    Rodrigo - 2 semanas, 3 dias atrás

    kkkkk, você que precisa se informar. Eles deixaram de tornar o remédio com "emergencial" para deixá-lo ser usado como comum, para que possa ser comprado em farmácias.

    6 1

    Maria - 2 semanas, 2 dias atrás

    Vc deve ser aqueles que acompanham as notícias pela Globo.

    7 2

  • Daniel | 2 semanas, 3 dias atrás

    Estranho...questionam os efeitos de uma remédio que já existe há quase oitenta anos, mas querem que humanos se submetam a uma vacina feita às pressas.

    25 14 Responder

    Rafael - 2 semanas, 2 dias atrás

    Talvez seja somente porque cada remédio seja voltado a algum tipo de doença especifica, assim sendo necessários novos medicamentos a cada novo tipo de doença...

    2 0

  • Nazaré Tedesco 2 semanas, 3 dias atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

  • carlla 2 semanas, 3 dias atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

  • Nelson 2 semanas, 3 dias atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

  • Médica não doutrinada | 2 semanas, 3 dias atrás

    Está errado, esclareçam direito. Cloroquina só funciona (e mto bem) no início da infecção e ela não é antibiótico. Tem que usar o zinco junto pois esse aproveita a aberturas molecular na celula provocada pela cloroquina p ser absorvidos e impede a replicação viral no organismo. Usam a desinformação p prolongar a quarentena e terem dividendos políticos, um crime contra a humanidade. Em Manaus usaram uma dose tóxica num experimento onde morreram 10% por complicações cardíacas. Oras, dose tóxica é tóxica p qqr doença, foi um crime p desacreditarem a droga. Ela não é milagrosa, não cura pacientes graves (certifiquem se estão usando heparina em casos graves c baixar oxigenação igual é usado nas redes privadas) mas é extremamente util no início ou até como prevenção igual é usada p Malária. Ninguém morre por ingerir cloroquina, eu msm tomo igual qqr um q viaje p África é recomendado a usar sem problemas, o problema é a DOSE TÓXICA. Cloroquina nas doses seguras é usada a décadas, nem receita medica se exigia. Infelizmente direita e esquerda politizaram a droga. Dexametasona tb é aconselhável p diminuir a reação exagerada do organismos a doença, que é o que causa a tempestade inflamatórias e essa gera coágulos levando pacientes de Covid a óbito tb por AVC, infarto, trombose nos rins e outros, nesse caso esclareçam sobre a heparina. Enfim medicos da minha cidade natal, não se corrompam ou tomem decisões pelo seu senso político, deixem a consciência lhes guiar e esclareçam direito a população e parem c declaração evasivas.

    40 18 Responder

    André - 2 semanas, 3 dias atrás

    Se vc for médica sou deus. O remédio foi reprovado em testes randomicos duplo cego, ou seja, ele é inficaz contra COVID-19, se fosse eficaz pessoas que já fazem o uso intencivo de HCQ não ficariam doentes. Pare de espalhar desinformação, uso de HQC em pessoas que não tem doenças da qual o medicamento combate pode ser extremamente danoso. Sra "Médica" tem 4 artigos no site do CFM falando sobre os perigos de se receitar HCQ para "pseudo tratamento" para COVID.... e vc soltando essas besteiras aqui. LASTIMÁVEL

    15 23

    Maria - 2 semanas, 2 dias atrás

    Conheço pessoas que tomaram e estão bem. Talvez vc seja da esquerda e esteja torcendo pelo vírus né?

    5 2

    P/André - 2 semanas, 2 dias atrás

    Mas ela está certa! Eu tenho um amigo em Brasília que se curou com a Cloroquina (no início do tratamento) e segundo ele, se não fosse esse medicamento, talvez ele teria morrido. Você fala isso porque ainda não aconteceu com você. Quero ver quando essa praga maldita estiver no seu organismo e a única solução será você tomar a Cloroquina e você não vai tomar?? Duvideodó! Ou toma ou fica deitado esperando a morte chegar! (Alexandre)

    5 1

  • Zé porvim | 2 semanas, 3 dias atrás

    Tem que usar Dr o dexametasona, eficaz em até 30% de CURA em pessoas em UTI, quer diminuir os leitos e fazer o tratamento.

    12 1 Responder

carregar mais comentários