Após cinco dias de espetáculos, Balaio de Arte e Cultura 2019 se despede com praça lotada

Centenas de pessoas foram acompanhar os últimos espetáculos da programação na noite desse domingo (18) e puderam apreciar exposições de artes, contação de história e duas belas apresentações do Trio José e do Grupo Garra de Dança.

publicado em 19/08/2019, por Maurício Rocha


Centenas de pessoas foram acompanhar os últimos espetáculos da programação na noite desse domingo.

Assim como todos os dias, na despedida, o Balaio de Arte e Cultura 2019 também teve praça lotada. Centenas de pessoas foram acompanhar os últimos espetáculos da programação na noite desse domingo (18) e puderam apreciar exposições de artes, contação de história e duas belas apresentações do Trio José e do Grupo Garra de Dança.

O Balaio de Arte e Cultura 2019 teve como tema “O Brasil dos quintais da arte”, uma forma de valorizar e reviver a cultura brasileira. Este ano, a programação contou com 12 espetáculos e teve como novidade o Agracia. Esta iniciativa fez com que os grupos selecionados para se apresentarem no Balaio promovessem projetos sociais com ongs e entidades de Patos de Minas.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

A curadoria de Artes Visuais apostou na modernidade. A exposição reuniu trabalhos  dos fotógrafos Lívio Soares, Alexandre Rosa e Bruno Bernardes, além do escultor Luís Carlos e dos pintores Cristiano Fernandes e Rafael Maciel. Gabriel CZ, curador de artes visuais do Balaio, também apresentou suas fotografias em preto e branco e comemorou o resultado desta edição do Balaio.

O Teatro também ganhou destaque no Balaio 2019. Um palco foi montado em frente ao Teatro Municipal para receber as apresentações dos Grupos Apoena, Tríade e Tupam. A programação foi fechada na noite desse domingo (18) com uma bela apresentação do Trio José. O grupo musicou as poesias do escritor patense Juca da Angélica e encantou o público um belo espetáculo, enriquecido por causos e histórias.

O palco principal, que já havia recebido espetáculos com o da Orquestra Filarmônica de Patos de Minas e o lançamento do disco da Banda Pássaro Vivo, fechou o Balaio 2019 com um espetáculo de dança cuidadosamente preparado pelo Grupo Garra. Dezenas de bailarinos se revezaram no palco, apresentando coreografias de canções da Música Popular Brasileira. O espetáculo intitulado “Brasil mostra tua Garra” arrancou aplausos do público.

Idealizadora do Balaio de Arte e Cultura, Regina Carvalho, destacou a qualidade dos espetáculos e frisou que todas as apresentações foram inéditas em Patos de Minas. Vinicius Damiani comemorou o resultado do Balaio 2019, que mais uma vez arrastou milhares de pessoas para a avenida Getúlio Vargas e prometeu mais novidades para o ano que vem. 

Imagens atualizado em 19/08/2019 • 52 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 19/08/2019
Compartilhe:

24 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • nelson risal | 3 semanas, 6 dias atrás

    Suspeito pra falar, pois não gosto de teatro. Aliás,odeio.

    0 1 Responder

  • Lagoense Feliz | 3 semanas, 6 dias atrás

    Na minha modesta opinião, após 5 dias de poluição sonora no centro da Cidade, até que enfim esta baderna acabou. Minha amante mora perto desta praça e fui visita la este fds e vou te contar este barulho me incomodou muito . Jsf

    2 7 Responder

  • Tudo tem seu valor | 4 semanas atrás

    Assisti algumas apresentações.Acho que devemos valorizar cada um que participou.Mas é claro que umas apresentações nos agradam,nos emocionam mais que as outras.E teve muita coisa de ótima qualidade.Os atrasos merecem ser corrigidos na próxima edição.É realmente um desrespeito com o público.

    13 0 Responder

  • Sambanga | 4 semanas atrás

    Pois é... e o que falar do que fizeram com o Apoena??

    19 1 Responder

    Reiki - 4 semanas atrás

    Erraram ao permitir que a apresentação anterior começasse meia hora atrasada. Erraram ao permitir que terminassem meia hora depois. Enquanto isso, PLATÉIA e ATORES esperavam... ouvi muitos comentários sobre a questão do horário. Participei nos outros dias e não houve atrasos. Mas justamente com o Grupo Apoena aconteceu. E a reportagem aqui é bem desinformada, viu?

    11 0

    dixona - 4 semanas atrás

    ai bafãoo, quem é apoena? me conta vai

    1 4

    Milton diretor do apoena - 3 semanas, 6 dias atrás

    Desculpem, mas não foi o Apoena que atrasou as 19:10, já estávamos maquiados, exercícios vocalicos e de corpo feito, esperando para entrar as 19:30, e o outro grupo não saiu no horário marcado saíram as 20:10 minutos e ainda tivemos que arrumar cenário para entrar na correria e entramos as 20:22, porém nós não atrasamos, não tivemos culpa do atraso, na verdade fomos prejudicados. MAS SOMOS RESILIENTES E NÃO ESTAMOS AQUI PARA NOS VITIMIZAR, apenas tristes da imprensa ignorar nossa apresentação.

    8 0

  • Língua Quente | 4 semanas atrás

    Fui no sábado e avalio a peça A Cigarra e a Formiga como fraquinha, fraquinha. O figurino e o cenário estavam bem pobres e apenas o ator que fez a Cigarra é que tem tino para o teatro. Esperava mais do evento.

    9 7 Responder

    Concordo - 4 semanas atrás

    Concordo.Mas achei a cigarra fraca também... não consegui ficar até o final da peça.

    4 0

  • A verdade dói | 4 semanas atrás

    Me parece o tipo de evento que atrai pessoas de índole suspeita.

    3 21 Responder

  • Carmense | 4 semanas atrás

    Estou indignado pois vcs não vpostaram nenhuma foto do grupo de teatro apoena que fez o fechamento do balaio com s peça Francisco - um sol. Será porque tanto descaso? Ou falta de competência dos que se dizem profissionais em jornalismo

    19 1 Responder

  • Marcelo | 4 semanas atrás

    Gostei muito, parabéns aos envolvidos, só um comentário, quando expor fotos daquele jeito, coloquem censura nas entradas.

    11 1 Responder

    Júlio Cesar - 4 semanas atrás

    Concordo...com todo respeito ao fotógrafo, é um bom profissional, fotos de qualidade, mas roda os entornos da cidade, faça fotos de um caboclo de verdade carregando o balaio de milho, ou outro alimento pra alimentar os animais, vá nos bairros, tire foto de crianças a brincar nas ruas, ou no centro da cidade, seres folclóricos, da cidade, inspiração não vai faltar, mas seres humanos semi nus? Sinceramente, chutaram o pênalti pra fora...

    2 1

  • Milton soares | 4 semanas atrás

    Triste ver as notícias e nunca tocarem no nosso espetáculo, que foi depois do trio José A PEÇA TEATRAL FRANCISCO UM SOL, do grupo Apoena, mas tudo bem humildade e GRATIDÃO. somos um grupo simples mas que tem a mesma garra e dedicação dos outros grupos, não sei porque somos sempre excluídos, mas fizemos com muito respeito e amor a arte.

    39 1 Responder

  • Playboy | 4 semanas atrás

    Lavagem de dinheiro.

    17 21 Responder

carregar mais comentários