Publicado em 15/05/2018 por Farley Rocha
Compartilhe:

Operação da PC encontra 1147 casos de carteirinhas falsas e prende cinco em Patos de Minas

Foram apreendidos carteiras em branco e materiais para adulteração. Cinco pessoas foram presas.

Carteirinhas e material para fabricação foram apreendidos pela Polícia Civil.

A Polícia Civil de Minas Gerais deflagrou, em Patos de Minas, a maior Operação registrada na região de combate a falsificação de documentos. O foco principal foi a adulteração de carteiras de estudantes. Mais de 1140 casos de falsificação foram identificados e o número pode ser muito maior. Foram apreendidos carteiras em branco e materiais para adulteração. Cinco pessoas foram presas. Os policiais destacaram que este é mais um caso de corrupção que prejudica a população brasileira.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

De acordo com o Delegado Regional Luís Mauro Sampaio, foram cumpridos, inicialmente, 3 mandados de busca e apreensão, após representação embasada em levantamentos realizados por Investigadores de Polícia. Durante a Operação denominada Terceiro Grau, 5 pessoas foram levadas para a Delegacia de Polícia, sendo apreendidos diversos materiais de contrafação.

Nesta primeira fase, foram contabilizados pelos policiais 1147 casos de adulteração de carteiras de estudantes, sendo apreendidos, ainda, duas impressoras e um computador utilizados para a prática do crime. Outras 754 carteiras em branco, que seriam utilizadas para novas falsificações, também foram recolhidas.  

O Chefe do Posto Integrado de Perícias de Patos de Minas, Reginaldo Cadete, informou que o número pode ser maior, já que, em análise preliminar, foram constatados os nomes de 24.336 supostos alunos, espalhados por todo o Brasil.

O Delegado Regional, Luiz Mauro, ressaltou o empenho da equipe de Policiais Civis, informando que investigações como esta serão constantes, já que fomentam toda espécie de crimes. "O número surpreende. Mais ainda, o que assusta é o risco que essas próprias pessoas correm ao fornecer seus dados para estelionatários e falsificadores", ressaltou.

O Chefe do Departamento, Felipe Colombari, informou que as pessoas que utilizam indevidamente dos documentos falsos estão sujeitos a prisão em flagrante delito, sem direito a fiança, e que a relação de fraudadores será encaminhada para a Chefia do Executivo Municipal e para as Universidades/Faculdades e Sindicato de Produtores Rurais de Patos de Minas, como forma de auxiliarem na fiscalização.

O delegado destacou que esta é mais uma forma de corrupção que causa prejuízos a toda a sociedade. "São atitudes como essa que encarecem ingressos de eventos para o lazer e passagens de transporte público. Há sempre alguém que paga a conta e não pode ser a população de bem, que age dentro da legalidade. Esse é mais um mecanismo, que leva a corrupção generalizada e não pode ser tolerado. É importante que tenham a consciência disso: a corrupção aparenta estar generalizada, mas começa em pequenos atos, como o de falsificar uma carteira de estudante", disse.  

Os delegados explicaram que as condutas podem configurar vários crimes. As pessoas que, na verdade não são estudantes e que solicitaram a confecção das carteirinhas, podem responder pelo crime de falsidade ideológica. E se estas pessoas apresentarem estas carteirinhas em algum evento podem cometer o crime de uso de documento falso ou até mesmo estelionato. Já os adulteradores que não possuem autorização para expedir estes documentos cometem o crime de falsificação de documento.

Os policiais ainda destacaram que o material utilizado para confecção das carteirinhas possui um valor bem barato e as vendas saíam por cerca de R$25,00 a R$30,00. “O material não custava R$1,00”, disse. As cinco pessoas envolvidas na falsificação foram ouvidas e liberadas. Os delegados informaram que mais investigações devem ser feitas para descobrir se há mais pessoas envolvidas. “Podemos afirmar que mais de 900 destas carteirinhas foram falsificadas este ano”, disse Felipe Colombari.

Imagens atualizado em 15/05/2018 • 10 fotos

Autor: Farley Rocha Postado em 15/05/2018
Compartilhe:

111 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Bom negócio. Empreendedorismo dos falsários | 5 meses atrás

    1100 carteirinhas a 25,00 dá um total do roubo de 27.500,00. É uma boa grana. O cara paga 2.000,00 para um advogado defendê-lo e fica com mais de 25.000,00 no bolso. Bom negócio, viu!

    2 0 Responder

  • Amazonas | 5 meses atrás

    KKKKKKK COISA BOA ! ESSA CAMBADA JA NAO ESTA TENDO. NEM A CARA DE PAU DE IR PRA ESCOLA SO PRA FAZER A CARTEIRINHA. JA FALCIFICA DIRETO BEM FEITO EU ACHO É BOM.

    4 6 Responder

    Eu - 5 meses atrás

    É Amazonas, acho que quem está precisando voltar para escola é você, pois digitar "falcifica" é de doer. kkkkkkkkkk

    3 0

  • Cachorro louco | 5 meses atrás

    Tudo isso foi feito por calsa da fenamilho imagina quantas pessoas iriam pagar a metade imagina o preju

    4 3 Responder

  • manoel | 5 meses atrás

    fenalixo , negocio e compra umas latinha ali no marteminas , uma uma carne no açougue do brother ali da esquina , e bota para quebra em casa mesmo, porque pagar inteira num da, esse sindicato num vai ver um centavo meu .

    10 2 Responder

  • Realidade | 5 meses atrás

    Falsificação é uma coisa que não deve ser feita!! Agora em relação a entrada no parque de exposição, vai quem tem dinheiro, quem tá com o burro na sombra!! já tem 6 anos que não vou, prefiro tomar minha cerveja tranquilo , em casa ou barzinho. :+1:

    12 0 Responder

  • Piada | 5 meses atrás

    Agora a cerveja vai ser 3,00? A entrada 20,00/30,00? Ninguem fala dos preços abusivos, cerveja 6,00, copo de gelo 10,00, catuaba 30,00, agua e refrigerante 6,00, entrada 100,00! Como é engracado, se os preços fossem honetos aos consumidores com certeza ninguem faria isso! Quanto foi a propina do sindicato paga aos delegados? deviam divulgar tambem! O pior e a policia ajudar esse sindicato que é o maior de todos os ladroes! :joy: :joy: :joy: :joy: :joy:

    24 6 Responder

    patense - 5 meses atrás

    É so nao ir camarada! Ninguem é obrigado a ir nesta parque de exploraçao nao, eu tenho uns 5 anos que nao passo na porta, ok.

    15 5

    Justo - 5 meses atrás

    Mitou heim na resposta! ???? Sindicato coloca a culpa na população do preço ser abusivo,. Kkkk eles são engraçados, eles próprios estão incentivando a população a cometer tal crime, com esses preços, garanto se entrada fosse 20$ ou 30$ reais ngm faria carteirinha de estudante falsa. Agr cerveja 6$ a latinha, isso roubo assalto ao cidadão. Tomara que não está festa não vá muita gente,bando de corrupto

    16 4

    Alguém do lado de cá - 5 meses atrás

    Vai nisso não Bobô. Fica quieto em casa.

    0 0

    Murilo - 5 meses atrás

    Eu estava querendo ir mas desisti, motivo: entradas R$ 195,00 (pago meia entrada), comes e bebes R$ 100,00, táxi (ida e volta) R$ 50,00, TOTAL DO PREJUÍZO R$ 345,00. Com 100 reais vamos na praça, comemos e bebemos, e voltamos satisfeitos. FENARICO tô fora.

    0 1

  • Colheita | 5 meses atrás

    Aos senhores diretores do Sindicato dos Produtores Rurais de Patos de Minas, rogo para que sejam abençoados com escolhas sabias pois o que se planta se colhe. Sabedoria na semeadura por que a colheita é certa. Por favor, uma casa dividida já está com a guerra perdida, apoiem o Presidente, união, vocês fazem parte de todas as escolhas de todo o plantio sendo assim a colheita deve ser dividida entre todos vocês.

    2 3 Responder

  • pois então | 5 meses atrás

    Se o delegado disse: "São atitudes como essa que encarecem ingressos de eventos para o lazer e passagens de transporte público. Há sempre alguém que paga a conta e não pode ser a população de bem, que age dentro da legalidade." Então agora que estão apreendendo essas pessoas os ingressos da fenamilho vao ficar mais baratos?

    16 2 Responder

    Julia - 5 meses atrás

    O certo seria , mais acho muito difícil abaixar o valor, colocar o valor certo pra população, um valor justo. Onde a classe baixa poderia aproveitar tbm, afinal todos merecemos lazer.

    12 0

  • Paulista | 5 meses atrás

    O que tem de neguinho cortando linha zero agora haha

    9 1 Responder

  • Truta | 5 meses atrás

    Sabe em quê vai dar isso tudo? EM NADA.

    13 1 Responder

carregar mais comentários