Ministério Público manda investigar denúncia de compra de voto contra vereador patense

Documento assinado em nome do parlamentar mostra que ele prometeu cargos de assessores parlamentares em troca de apoio e voto nas eleições municipais de 2016.

publicado em 09/09/2019, por Maurício Rocha


A denúncia foi feita pelo Movimento Reclama Patos.

O promotor de justiça, José Carlos de Oliveira Campos Júnior, encaminhou denúncia de compra de voto contra o vereador Lásaro Borges para a Delegacia Regional da Polícia Civil. Documento assinado em nome do parlamentar mostra que ele prometeu cargos de assessores parlamentares em troca de apoio e voto nas eleições municipais de 2016. 

A denúncia foi feita pelo Movimento Reclama Patos. Marcelo Lima, que coordena a ONG, levou a queixa ao Ministério Público, acusando o vereador Lásaro Borges de ter cometido crime eleitoral. Em um documento assinado em nome do parlamentar, fica a clara a promessa de apoio e voto na eleição em troca de duas vagas de assessor parlamentar. 

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

“Caso eu venha me reeleger para o mandato letivo 2017 a 2020 disponibilizarei em meu gabinete 02 vagas de assessor parlamentar sendo que nesse período de janeiro de 2016 a 02/10/16 o mesmo não recebe salário para assim esta me auxiliando nos trabalhos de assessoria e na véspera da eleição o mesmo só receberá uma ajuda de combustível para os trabalhos na campanha de reeleição”, diz o documento mantido pelo Patos Hoje com a grafia original. 

Outra pessoa identificada como Fabiano Lopes Costa apresentou uma declaração informando que foi procurado pelo vereador Lásaro Borges com a proposta de nomeá-lo como assessor parlamentar para que ele trabalhasse em sua campanha a reeleição em 2016. Fabiano reclama no documento que Lázaro Borges não cumpriu com o que lhe foi prometido. 

Ao analisar a denúncia feita pelo Movimento Reclama Patos, o promotor José Carlos de Oliveira Campos Júnior decidiu encaminhar o caso para investigação da Polícia Civil. O representante do Ministério Público afirmou que o prazo para impugnação de mandato eletivo já expirou, mas destacou que a denúncia pode configurar crime de corrupção eleitoral tipificado no artigo 299 do Código Eleitoral. A pena para este tipo de crime pode chegar a 4 anos de prisão.

O Patos Hoje entrou em contato com o vereador Lásaro Borges por meio do telefone do seu gabinete na Câmara Municipal e, o assessor Ronaldo Rosa, após conversar com o parlamentar, informou que ele ainda não teve conhecimento sobre o inquérito e só ficou ciente disso através das redes sociais no sábado (07). Ele destacou que vai aguardar ser notificado para se pronunciar. Ele antecipou que há falhas na decisão do promotor. “O nome foi escrito errado 3 vezes”, disse.

Imagens atualizado em 09/09/2019 • 3 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 09/09/2019
Compartilhe:

60 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes, fake news ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve-se ter ciência de que poderá ser responsabilizado cível ou criminalmente!

Os comentários que receberem 100 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Pirilampo | 1 ano atrás

    Se forem criteriosos mesmo, vão ver que todos ali na "Casa" estão lá porque compraram votos, seja por prometer empregos, seja por prometer qualquer outra vantagem. Política é assim, só elege quem tem dinheiro pra comprar voto.

    1 0 Responder

  • Forasteiro | 1 ano atrás

    Política para vereador funciona assim mandato de 4 anos eles tirar dinheiro de 12 meses do salário pra compra voto sobra mais 36 mes pra lucrar ...Por isto que eu sempre falei vereador não podia ganha mais de 2 salário mínimo não ...tinha que ser quais um serviço voluntário ...Outra coisa tinha que fazer reforma política mandato só 4 anos acabou ....Ai se ver no Brasil política virou foi profissão ...

    9 2 Responder

  • Dick Vigarista | 1 ano atrás

    Isso não dá nada. Só espetáculo.

    8 2 Responder

  • Diretora do Estado | 1 ano atrás

    Sr Promotor investiga as diretoras que foram eleitas esse ano??Meio Riural??ntendeu?

    6 2 Responder

  • Marta | 1 ano atrás

    Tem que denunciar o denunciante também, porque aceitou participar disso, e só denunciou porque a mamata dele deu errado, senão ia tá quietinho recebendo seu salário com a consciência bem tranquila...



    16 31 Responder

  • Só fogo de palha | 1 ano atrás

    Esse tipo de notícia é só fogo de palha acaba em uma semana, igual o corte de número de vereadores de Patos de Minas, nem falam mais...kkkkk gente temos é que seguir nossas vidas, trabalhar para pagar o salário desses vagabundos e pronto.

    9 19 Responder

  • Luladrão | 1 ano atrás

    Desde quando isso vai pra frente?? Vai dar em nada, mesmo sendo verdade.

    4 3 Responder

    tety - 1 ano atrás

    E ALGUEM ACHA QUE ISSO É NOVIDADE NO BRASIL,OU ATE MESMO AQUI EM PATOS? BANDO DE LADRÕES,ESSES POLITICOS!!

    2 0

  • Mudança já | 1 ano atrás

    Passou da hora de tirar esses vereadores noa fazem nada população parem de reclamar e vamos agir parem de reeleger esses atoa aí igual tem um vereador o Dr hely a gente só ver ele mas eleições pq depois ele entra na toca ai acabou esses desconto que ela da e só fachada pq qualquer lugar que for com papel só SUS eles dão tbm

    16 3 Responder

  • Mão branca | 1 ano atrás

    Depois que o presidente Jair messias Bolsonaro assumiu, políticos sujos estão piando fininho. É isso aí presidente. Até 2022 vão todos para a degola.

    14 12 Responder

    Forasteiro - 1 ano atrás

    Tá mesmo o Queiroz tá sendo investigado tá preso ...

    8 1

  • Deltan DD | 1 ano atrás

    Único político punido no Brasil foi o querido Lula. Isso aqui em Patos não dá nada.



    8 4 Responder

    Forasteiro - 1 ano atrás

    Enquanto isto o Queiroz tá de boa ...

    6 0

  • Pica fumo | 1 ano atrás

    O vereador tinha perdido a sua carteira. Ele já achou?

    7 2 Responder

  • Brasil | 1 ano atrás

    Vereador e tudo farinha do mesmo saco só aparece nas eleições . Tem que acabar com estes ...

    13 2 Responder

  • Empresário | 1 ano atrás

    Me foi feita essa proposta também, ele me ligou e marcou pra conversar, e foi até minha casa me fazendo a proposta se eleito me daria o cargo de assessor parlamentar. Essa mesma proposta foi feita a 3 pessoas que conheço e que tem muito conhecimento e consegue muitos votos. Ele rodou várias casas e fez essa proposta a muita gente pra conseguir votos isso antes da época de liberada pra fazer campanha eleitoral.

    6 3 Responder

    Polícia - 1 ano atrás

    Poderia entrar em contato comigo, por favor?

    0 0

  • Janjão | 1 ano atrás

    Logo no início do pleito presenciei esse tal pastor de araque entusiasmado numa sessão do legislativo pois imaginava a mamata que o beneficiaria sendo assessor desse vereador. Coitado, nao sabia o mato que estava lenhando. Na época ele dizia que tinha conseguido mais de 700 votos para o parlamentar junto aos "irmãos" da igreja pregando que Deus havia ordenado o voto no tal Lázaro. Me lembro bem dessa cena. Se lascou. ????????????????????????????????????????????????????????

    11 1 Responder

  • Um cidadão | 1 ano atrás

    O Brasil é o país do toma lá dá cá e em Patos de Minas não é diferente, pois somos farinha do mesmo saco, é ladrão saindo pelo ladrão



    10 1 Responder

  • Brasil | 1 ano atrás

    Na eleição passada O Sra lãzinha Borges também ofereceu cargo de assessora para a minha esposa Em troca de votos da minha família e amigos ,Tem vários caso assim

    9 4 Responder

    Forasteiro - 1 ano atrás

    Tem que gravar ele oferecendo aí levar a denúncia para o ministério público

    1 1

  • Nina | 1 ano atrás

    Só observo.

    1 2 Responder

  • Paulo | 1 ano atrás

    Lazoca Biba é fria....gosta só de dar carona a rapazes na madruga

    8 9 Responder

  • Ditinho | 1 ano atrás

    Eu gosto das coisas certas.

    5 1 Responder

  • se gritar pega ladrão não fica um | 1 ano atrás

    Pelo que entendi, o personagem Fabiano Lopes Costa só denunciou porquê não recebeu o cargo de assessor, conforme fora combinado. é outro corrupto que assim como o vereador, não merece respeito.



    52 2 Responder

    Maria - 1 ano atrás

    Se ele estivesse no cargo estaria caladinho ..... e assim se diz pastor

    1 0

  • E AS CAMPANHAS FORA DE ÉPOCA | 1 ano atrás

    Denúncia grave na br 354 vindo de Presidente Olegário para PATOS De Minas . Está cheio de placas nas árvores fazendo propaganda de um tal britinho pras eleições do ano que vem . Isso é crime eleitoral . Tem que ser investigado e punido os responsáveis

    32 1 Responder

  • Ex Assessor Parlamentar | 1 ano atrás

    A única novidade que existe aí é o grau de burrice desse vereador a ponto de assinar a falcatrua, as igrejas evangélicas sejam de que tamanho for em épocas de eleição são disputadas em "leilão" pelos candidatos, isso não é de hoje, os Pastores vendem os votos das ovelhinhas de suas igrejas,fazem cultos especiais onde recebem o candidato, a esposa, os membros do partido, os cabos eleitorais, colocam o candidato em local de destaque durante o culto e rasgam elogios depois vem o outro mentiroso e enche o ouvido dos coitados de promessas, esse é o resultado da união de religião e política, nada diferente do que o Bozotário vem fazendo com os chefões das igrejas evangélicas.

    25 32 Responder

    Cabo daciolo 51 - 1 ano atrás

    Falou tudo

    9 7

    gaucho - 1 ano atrás

    e isso mesmo, ta fazendo igualzinho o Bolsonaro, o cabresto das ovelhinhas e o mais facil de colocar.

    3 1

  • Contador | 1 ano atrás

    Não existe assessor, existe cabo eleitoral pago com dinheiro público. Os assessores dos outros vereadores também são cabos eleitorais. Por isso a necessidade de acabar com reeleição para todos os cargos.

    16 2 Responder

  • Décio Pinto | 1 ano atrás

    Corre o risco da acessora dele perder a bocada de 4 contos por mês ,e deixar de fotografar em poses sensuais nas praias europeias.

    21 5 Responder

  • Futura candidata | 1 ano atrás

    Comprar pastor de igreja pode?



    17 2 Responder

  • Realidade | 1 ano atrás

    Cargo de assessor dá muito voto. Quem é assessor faz mais campanha do que o próprio candidato. O MP deveria investigar o nepotismo cruzado entre os vereadores.

    16 1 Responder

  • PELO FIM DESSA TAL SAIDINHA | 1 ano atrás

    Tem que investigar também quando esse vereador Lázaro Borges enganou a população com um falso oftalmologista com consultas grátis na associação de moradores do Alvorada e de outros bairros também . E o cara nem médico era .ele era si um fazedor de óculos . E O Lázaro era da comissão de saúde

    19 2 Responder

    Maria - 1 ano atrás

    Pois é enganou a todos e ainda saiu em pune do crime ! ...! Passou a perna em varias pessoas ... e não é só isso não ele tá fazendo ... na cidade inteira ...

    9 1

  • VEREADOR NENHUM PRESTA | 1 ano atrás

    É verdade um coleguinha meu me contou ba época que o candidato Lázaro Borges ofereceu um cargo de assessora pra esposa dele em troca dde meu amigo e sua esposa trabalhar pedindo votos pra Lázaro Borges principalmente ba igreja evangélica que eles frequentavam . Depois de eleito a esposa de meu colega ficou sem emprego .

    15 3 Responder

    A verdade aparecera - 1 ano atrás

    Tinha um tal das bananas tava até oferecendo dinheiro

    8 1

  • JUSTIÇA SEJA FEITA | 1 ano atrás

    E o partido que comprou o cargo de vereador do ex jogador Ditinho . Que o cara da rádio so entrou PRA vereador Ás custas DO partido pagar e obrigar o Ditinho a renúnciar ao cargo de vereador .

    21 2 Responder

  • Sincero | 1 ano atrás

    E por isso que o Brasil não vai pra frente :muscle: Vagabundos políticos atrasam o pais roubando da população :triumph: Fiquem tranquilos pois um belo dia a conta de suas mentiras e roubalheiras irá chegar :smirk:



    3 2 Responder

  • Kreka | 1 ano atrás

    TEM QUE INVESTIGAR O VEREADOR E TAMBÉM QUEM VENDEU OS VOTOS A ELE !!! CLA CORRUPÇÃO ESTA NA POPULAÇÃO TAMBÉM , NAO SO DO POLÍTICO!! QUEREMOS SABER QUAIS PESSOAS FICARAM COM O MEU E O SEU DINHEIRO !!!

    6 1 Responder

  • Curió | 1 ano atrás

    Não sei o que causa mais indignação: o fato da compra de votos, ou o fato de alguém que mal sabe escrever estar eleito.

    14 0 Responder

  • patense | 1 ano atrás

    “O nome foi escrito errado 3 vezes” Uma aula de Direito ao assessor: 1. Errare humanun est. "Errar é humano", diz a máxima popular. O erro pode ser de diversas naturezas - inconsciente, por lapso de escrita, por negligência, mas também pode ser grosseiro, por falta de observância das regras mínimas de cuidado. No mundo do direito, o "erro material" é relativamente frequente e está previsto na lei o respectivo regime.2. Em sede de direito substantivo, o art.º 249.º do Código Civil preceitua que "o simples erro de cálculo [lapsus calami] ou de escrita [lapsus linguae], revelado no próprio contexto da declaração ou através das circunstâncias em que a declaração é feita", concede o direito à rectificação desta. O erro material dá-se quando o Juiz ou o Advogado escreve coisa diversa do que queria escrever, quando o teor da sentença ou despacho não coincide com o que o Juiz tinha em mente exarar. Fora dos casos de lapso manifesto por erro material o discurso jurídico fundamentador de facto e de direito da decisão contém o sentido do enquadramento jurídico dado pelo Tribunal ao caso concreto, rege o princípio da intangibilidade da decisão judicial

    2 15 Responder

  • Tadeu Schmidt | 1 ano atrás

    Se escreveu errado o nome 3 vezes, o vereador tem direito pedir musica no fantástico.

    23 0 Responder

  • Marcio | 1 ano atrás

    Aproveitem e investiguem todos os vereadores, todos eles fazem maracutaias com o cargo dos acessores.



    21 1 Responder

  • Tonho | 1 ano atrás

    Se investigar a fundo tem mais envolvidos. É muito favorzinho por baixo dos panos. E é a mesma cambada, de sempre.

    17 2 Responder

  • Favor | 1 ano atrás

    Isso só acontece , porque tem um monte de cidadão querendo a beirada do roubo ... A corrupção , roubo ,entre outros fatores que descaracteriza o cateter humano , está para todo lado na nossa sociedade . Cada um rouba e se vende da forma que necessita , julgar um ou outro aí é fácil... Não estou os defendendo ... Pensa , tem gente que pede nota fiscal a mais , provavelmente vai roubar da empresa , te funcionário desonesto pra todo lado ... Se jogar patos na peneira , não passa um ... Nem o bispo .

    8 2 Responder

    Agora entendi - 1 ano atrás

    No Brasil a corrupção é cultural. É a lei do Gerson levando vantagem em tudo. A sonegação de imposto de renda é uma eterna batalha travada na nossa sociedade. E também, o cidadão não deduz que a corrupção dos parlamentares é um prejuízo a todos os indivíduos da sociedade. Acham, simplesmente, que é "dinheiro do governo"!

    6 0

  • Adilson Soares | 1 ano atrás

    Quem vai assumir no lugar dele !!

    4 3 Responder

  • Gilson ribeiro | 1 ano atrás

    Maioria de asseroes recebem 2,000,00 por més e repassa o restante para o vereador!!

    13 1 Responder

  • J Junior | 1 ano atrás

    ESTE NEGOCIO DE COMPRA DE VOTOS E MUITO VELHO, SE FOR INVESTIGAR COMPRA DE VOTOS ENTAO TEM QUE SER GERAL, ME CONTA QUEM QUE SE ELEGE SE NAO FOR COM COMPRA DE VOTOS. KURUIZ



    9 1 Responder

    A verdade aparecera - 1 ano atrás

    Chama o André janones ele não comprou votos e foi um dos deputados mais votados e tá tirando muita sujeira debaixo do tapete de Minas gerais

    4 2

  • Jacques Matador | 1 ano atrás

    Se for a fundo, seria quase todos eles. Ou estou enganado?

    53 2 Responder

    Lula lá e Lazaro aqui! - 1 ano atrás

    Que seja, amigo. Porém, as provas estão robustas pra punir esse crapula! Mp, TRE, não percam a oportunidade! Punam esse asqueroso.

    9 1

  • carlla | 1 ano atrás

    O nome pode estar escrito errado, mas quem ta mais errado é a conduta do entao candidato a vereador. Alias, ja era pra ter rodado quando trouxe falso oftalmologista para fazer campanha fora de epoca.

    33 4 Responder

  • jornalista | 1 ano atrás

    Vai lá vereador!

    16 4 Responder

  • Gato por Lebre | 1 ano atrás

    “O nome foi escrito errado 3 vezes”. Então tá perdoado...!

    28 6 Responder

  • Agora entendi | 1 ano atrás

    Três assessores para cada vereador...!!!??? Pensei que fosse só cabide de emprego, mas é também, compra de voto!

    32 5 Responder

  • Povo corrupto, políticos corruptos | 1 ano atrás

    Combinação perfeita: junta vereador com pastor dá nisso...

    50 7 Responder

    Reflexão para lamentar - 1 ano atrás

    O acusado deve ter sido hipnotizado. Prometer e não cumprir é fato corriqueiro do candidato político. Agora, documentar e assinar em sã consciência acho muito audacioso mesmo tendo a impunidade ao seu favor!

    5 0

carregar mais comentários