Governo de Minas inicia pagamento de R$50,00 do Bolsa Merenda

Os beneficiários podem usar o dinheiro de duas formas: utilizando apenas o aplicativo no seu smartphone, para pagar boletos, fazer transferências ou realizar compras usando QR Code.

publicado em 27/04/2020, por Farley Rocha


Imagem: Arquivo Patos Hoje

Estudantes da rede pública estadual de ensino começam a receber o Bolsa Merenda, no valor de R$ 50,00 para compra de alimentos, a partir desta segunda-feira (27). Para viabilizar a entrega do benefício, o Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), conta com a parceria da instituição PagSeguro PagBank.

O benefício, exclusivo para alunos da rede estadual de ensino inscritos no CadÚnico, tem objetivo de reduzir os impactos da suspensão das aulas em função da pandemia do novo coronavírus e garantir a segurança alimentar de aproximadamente 380 mil crianças e adolescentes. Os estudantes que serão beneficiados atendem ao critério de extrema pobreza, de famílias com renda mensal de até R$ 89 por pessoa.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

Serão contemplados todos alunos da família. Se uma família tiver três estudantes matriculados na rede estadual de Educação, terá o direito de receber um benefício no valor de R$150,00 (R$ 50 x 3 alunos). Participantes do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA) também poderão receber o benefício.

O Bolsa Merenda terá duração inicial de quatro meses - de abril a julho - e poderá ser estendido de acordo com o calendário das aulas. Do valor total de R$ 50 do tíquete, R$ 30 serão custeados pelo Governo de Minas, e os outros R$ 20 são fruto de uma parceria com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), que destinou R$ 30 milhões para os quatro meses de programa. Além disso, o PagBank irá depositar R$ 20 extras a todos os beneficiários do Bolsa Merenda no primeiro mês.

A autorização para que o Estado pudesse fazer o repasse dos recursos em dinheiro aos alunos deve-se à Lei 23.631/2020, de autoria da Assembleia Legislativa, que dispõe sobre medidas emergenciais de proteção social para o público vulnerável no contexto de enfrentamento ao novo coronavírus.

Pagamento

Para verificar se tem direito ao benefício, o responsável pela família cadastrada no CadÚnico deverá consultar o site http://social.mg.gov.br/bolsa-merenda e digitar o CPF. Caso a consulta aponte positivamente para o benefício, a pessoa deverá baixar o aplicativo PagBank PagSeguro - disponível no Google Play e App Store - ou acessar o site https://cadastro.pagseguro.uol.com.br/ ou fazer o cadastro de uma conta digital e terminar o cadastro no app. Com a confirmação do cadastro e envio do documento, o beneficiário receberá a informação do pagamento no segundo dia útil após o cadastro, no primeiro mês. Nos demais meses o benefício será pago todo dia 18. 

Os beneficiários podem usar o dinheiro de duas formas: utilizando apenas o aplicativo no seu smartphone, para pagar boletos, fazer transferências ou realizar compras usando QR Code. Esta modalidade pode ser utilizada em qualquer estabelecimento que tiver uma máquina PagSeguro (Moderninha Pro, Moderninha X, Moderninha Plus e Moderninha Smart).

A outra opção é com o cartão, que será entregue na casa dos beneficiários em até 20 dias úteis após a criação da conta. Com o cartão, as compras podem ser feitas em qualquer estabelecimento que aceite a bandeira Visa, e o dinheiro pode ser sacado em bancos da Rede 24 horas.

Se a solicitação do benefício for feita no segundo, terceiro ou quarto mês, o responsável pelo cadastro terá o direito de requerer os valores não recebidos dos meses anteriores. No caso de não ocorrer movimentação na conta em até 30 dias após a disponibilidade do auxílio, o dinheiro será recolhido e devolvido ao Estado.

Benefícios e extras

A conta digital do PagBank é o meio para as famílias receberem o Bolsa Merenda. Por isso, não serão cobradas taxas de manutenção nem mensalidade. O beneficiário poderá fazer todas as transações pelo celular: pagamento de contas, TEDs ilimitadas grátis e recarga de celular. Todos os beneficiários irão receber um cartão de débito grátis. Outro benefício é o CashBack (dinheiro de volta). Quem fizer pagamentos por QR code através do app do PagBank receberá 10% do valor pago de volta, que poderá ser gasto em qualquer local que aceite esta opção de pagamento.

Saiba mais sobre a conta PagBank: pagseguro.com.br/campanha/bolsa-merenda-mg/

Como tirar dúvidas

Para tirar dúvidas ou resolver dificuldades no cadastro, o público pode acessar o link http://social.mg.gov.br/bolsa-merenda. Também para dúvidas em relação ao Pag Seguro estão disponíveis os telefones:

0800-728- 2174, para o público do interior e demais regiões, a partir de telefone fixo;

0+OPERADORA +11 4003-1775 (exemplo. 015 11 4003-1775), para o público do interior e demais regiões, a partir de celular.

Fonte: Agência Minas 

Autor: Farley Rocha Postado em 27/04/2020
Compartilhe:

7 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Shirley Rosa Batista De Mesquita | 2 meses, 1 semana atrás

    Tomara que não faça igual o benefício emergencial que quem não precisa está recebendo e quem precisa passou longe de receber .tinha que ajudar famílias que não têm bolsa família tbm porque muitos que precisam fizeram cadastramento e nunca foi aprovado e sao pessoas que muitas das vezes precisa mais foi uma boa iniciativa.

    1 0 Responder

  • Aluna | 2 meses, 1 semana atrás

    Parabéns, mais uma vez fizeram para TENTAR ajudar e não vão conseguir ! São pra famílias de "extrema pobreza " como diz a reportagem. Mas se esqueceram que essas famílias custam ter acesso a um celular que tenha "QR CODE" ou seja celulares modernos... me diz aí como vão fazer ?

    7 0 Responder

  • Desnecessário | 2 meses, 1 semana atrás

    O certo seria todos os alunos das escolas receberem pq essa história de bolsa família e cadastro único já estão enchendo o saco. Eles tiveram prioridade em receber os 600 e 1200 e agora eles vão receber os 50. Que isso gente, muita sacanagem para os demais alunos que não recebem este auxílio e tem outra eu como muitos aqui conhecem gente muito melhor se situação dia ué nos e recebem bolsa família. Por isso acho q todos os alunos tinham q receber. Minha opinião.

    16 1 Responder

  • Tonya | 2 meses, 1 semana atrás

    50 reais por mês??? Fala sério.. achei que era por dia ou no máximo por semana...

    2 8 Responder

    Lari - 2 meses, 1 semana atrás

    Minha senhora... É pra ajudar não p4a gastar com embondo , da muito bem pra comprar 1 saco de arroz e o feijão, não importa a mistura , eles comendo

    7 0

  • Bia | 2 meses, 1 semana atrás

    E as crianças da rede municipal? É as que mais precisa!

    5 0 Responder

  • nathalia | 2 meses, 1 semana atrás

    esse valor devia funcionar cartão alimentação poder comprar só comida

    8 0 Responder