Empresário é preso em Patrocínio por vender respiradores para empresa no Pará, mas não entregar

Ele teria vendido vários respiradores usados no tratamento da Covid-19, mas não entregado.

publicado em 28/07/2020, por Farley Rocha


A operação foi montada nesta terça-feira.

A Polícia Civil montou uma operação nesta terça-feira (28) para cumprir diversos mandados judiciais em Patrocínio. Um empresário de 43 anos acabou preso e vários documentos, bem como aparelhos eletrônicos, apreendidos. A empresa da qual é sócio teria vendido vários respiradores usados no tratamento da Covid-19, mas não entregado, nem devolvido os valores. 

De acordo com informações da Polícia Civil de Minas Gerais, através da 2° Delegacia Regional de Patrocínio, 1ª Regional de Uberlândia-MG, juntamente com a Polícia Civil do Estado do Pará, cumpriu 6 mandados de busca e apreensão e 1 de prisão. Na operação, foi preso um homem de 43 anos de idade, pelo crime de estelionato.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Clinica Medic Imagem

O operação é fruto de investigações que estão ocorrendo no Estado do Pará, onde uma empresa daquele Estado, comprou vários aparelhos respiradores que são utilizados no tratamento da Covid-19,  de uma empresa sediada em Patrocínio-MG, contudo nunca recebera os aparelhos e nem a restituição dos valores pagos. O acusado foi ouvido por cerca de 3 horas e será levado para a Penitenciária Espedito de Faria, em Patrocínio.

O acusado é um dos sócios da empresa. A Polícia Civil de Patrocínio reitera seu compromisso com a repressão da prática de crimes, informando que não mede esforços no combate à criminalidade. Eles sempre com a participação da população através do disque denúncia unificado 181 ou através do telefone 3831-1432, para um resultado mais rápido e eficaz das nossas ações.

Autor: Farley Rocha Postado em 28/07/2020
Compartilhe:

2 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes, fake news ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve-se ter ciência de que poderá ser responsabilizado cível ou criminalmente!

Os comentários que receberem 100 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Lei da física | 2 semanas, 3 dias atrás

    "A ocasião faz o ladrão."

    1 0 Responder

  • Flavio | 2 semanas, 3 dias atrás

    Empresario??? Tem certeza??? Na minha terra se chama Estelionatário.

    8 0 Responder