Dentista continua em coma, celular não aparece e PC confirma mensagens clamando ajuda

O policial ainda confirmou que houve mensagens da dentista para uma amiga clamando para ser buscada.

publicado em 12/03/2019, por Farley Rocha


Imagens mostram os vários hematomas do corpo da dentista.

O Delegado de Homicídios de Patos de Minas, Érico Rodovalho, falou pela primeira vez sobre o caso envolvendo uma dentista e um médico da cidade. A dentista Roberta Pacheco está completando uma semana em coma no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Regional. O aparelho celular dela não foi localizado. O policial ainda confirmou que houve mensagens da dentista para uma amiga clamando para ser buscada. Imagens mostram os vários hematomas do corpo da dentista. As investigações continuam. 

O Delegado de Homicídios, Érico Rodovalho, concedeu entrevista ao Patos Hoje nesta terça-feira (12) na Delegacia Regional. Ele contou que o caso é de alta gravidade, já que gerou um perigo a uma vida e a delegacia de crimes contra a vida está investigando os fatos para saber como tudo aconteceu. Até o momento, o que se tem é que o aparelho celular de Roberta continua desaparecido. O delegado pediu às pessoas que souberem de alguma informação para entrar em contato com a Polícia Civil. 

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

O policial acredita que o aparelho celular pode ajudar a elucidar o que aconteceu naquele dia. Também confirmou que Roberta encaminhou mensagens para uma amiga, na hora em que ela e o médico já estariam no hotel próximo ao Terminal Rodoviário. Nas mensagens, ela clamava para ir até a casa dessa testemunha. O delegado explicou que isso só não aconteceu porque a amiga estava em Carmo do Paranaíba, o que possivelmente levaria o caso a ter outro desfecho.

A Polícia Civil aguarda o laudo médico e também os exames toxicológicos, solicitados pela própria família, e continua as diligências para descobrir o que pode ter acontecido. O delegado quer saber se foi uma situação natural entre o casal ou se foi algo provocado pelo médico. Érico Rodovalho acredita que nos próximos dias terá mais informações sobre o caso que teve uma grande repercussão em Patos de Minas e região.

Entenda o caso

Roberta foi socorrida na madrugada de terça-feira (05) quando estava em um hotel nas proximidades do Terminal Rodoviário. Ela sofreu convulsões e chegou a ter parada cardiorrespiratória. O médico contou que ela começou a se sentir mal durante o ato sexual e que, ao ver a situação, se desesperou e a arrastou pelo braço até o corredor do hotel, gritando por socorro. Ele também disse que começou as manobras para reanimá-la. O médico disse que ela havia ingerido xeque-mate, uma mistura de vodca com chá mate, e negou ter medicado a namorada. O médico relatou aos policiais que havia colocado o celular em uma bolsa dela.

O porteiro do hotel também havia prestado informações para os policiais. A testemunha disse que o médico havia se hospedado no hotel pela manhã e Roberta chegou pela noite na companhia dele, tranquilos sem aparência de terem bebido. Por volta das 2h00, ele saiu e foi até o carro buscar algo que não soube precisar. Por volta das 3h00, ouviu os pedidos de socorro, tendo subido ao apartamento para verificar o que havia acontecido.

O porteiro também relatou para os militares que havia percebido que sobre a cama havia vários objetos usados em práticas sexuais, sendo que Roberta estava com um par de algemas em um dos braços na hora do socorro. A testemunha contou que não viu drogas, bebidas ou algum tipo de medicação no quarto. E os hóspedes haviam consumido apenas água mineral e refrigerantes do frigobar.

A mãe de Roberta pede orações da população

A mãe da jovem, Elisa Seixas, informou ao Patos Hoje que a filha continua em coma no Centro de Terapia Intensiva do Hospital Regional. Ela contou que os médicos chegaram a suspender a sedação nessa segunda-feira (11), mas tiveram que retornar com a medicação. Ela reforçou que o estado de saúde da filha é grave e pediu orações das pessoas. Elisa enviou fotos dos vários hematomas no corpo da filha.

Imagens atualizado em 12/03/2019 • 8 fotos

Autor: Farley Rocha Postado em 12/03/2019
Compartilhe:

173 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • revoltada | 2 meses atrás

    Não importa o que ela tenha feito, se bebeu ou usou drogas. Não é essa a questão! Para os desavisados de plantão, a VÍTIMA não está sob julgamento, foi ASSASSINADA! Tudo indica mais uma caso de FEMINICÍDIO, Infelizmente! Meus sentimentos à família.

    1 1 Responder

  • Angela | 2 meses, 1 semana atrás

    Cada qual tomando seu partido. Deixem de proselitismo gente. Ele não "deu" droga pra ela, ela não era criança. Se usou foi pq quis. Se se deixou algemar, foi pq quis. E ninguém tem nada a ver com isso. Agora se ele demorou a chamar o socorro...e pelo visto demorou né?! Tem que pagar sim, pq é uma vida, uma família que esta sofrendo muito...Então a verdade é que os dois estão errados. E ele tem que pagar pela parcela de culpa dele sim. Só não vale ficar endeusando um e demoniando outro. E, por fim, se estivessem na igreja rezando nada disso estava acontecendo.

    10 21 Responder

  • João | 2 meses, 1 semana atrás

    Credo parece coisa de psicopata. Me lembra a série Bates Motel.

    0 1 Responder

  • Influenciável | 2 meses, 1 semana atrás

    Uma pessoa, com 22 anos, em sua plena capacidade mental usa drogas pq quer (para mim uns idiotas aqueles que usam ou usam por influência). Logo, o doutor pode ter sua parcela de culpa, mas canonizar a menina tbm é hipocrisia. Os dois estão e muito errados nessa história.

    9 17 Responder

  • Pessoa | 2 meses, 1 semana atrás

    Com certeza ele demorou a chamar por socorro, a menina estava molhada na hora do socorro, ele deve ter jogado água para tentar fazer ela voltar, ele não queria escândalos então ficou pensando em oq fazer primeiro até ver q ela realmente tava morrendo e não ia ter jeito, e ainda colocou ela no corredor nem no quarto ela tava. Demorou sim a chamar o socorro, e se ela tava usando drogas foi pq aprendeu com ele, ela não era disso! Infelizmente nem todo mundo tem a cabeça focada, ainda existe a tal da influência sim, ainda mais Qnd é namorado!

    5 3 Responder

    Observador - 2 meses, 1 semana atrás

    Tadinha gente ela foi obrigada a usar drogas,a parem com isso,usou porque quis.Os dois estão errados.

    3 9

  • Felipedoido | 2 meses, 1 semana atrás

    Danielllll

    2 0 Responder

    Vicente é doido - 2 meses, 1 semana atrás

    Onde vc viu falar que a menina usava droga? Drogado deve tá vc.

    1 3

  • vicente | 2 meses, 1 semana atrás

    Pessoal ja tive crise convulsivas, e vc se debate tanto que acaba ficando com hematomas por bater o corpo no chão ou em qualquer outro lugar. Mas a fama desse medico aqui em patos nao e boa, nao duvido que ele possa ter batido nela, mas também vamos olhar pelo lado da convulsão ja que ela estava drogada. So espero que ela fique bem e que a justiça seja feita.

    9 22 Responder

    Vicente vidente - 2 meses, 1 semana atrás

    Vicente vidente viu a garota usar drogas. Vicente vidente sabe que a garota estava drogada. Vicente vidente é perito da Civil. Vicente vidente é um panaca

    22 8

  • Catatau | 2 meses, 1 semana atrás

    A jovem não vai acordar os médicos já sabem disso. A parada cardiaca foi longa demais. Sorte ela ta viva ainda. O rapaz demorou a levar a jovem para o hospital. Ele tentou esconder de todo geito até o momento q nao conseguiu mais. Ele mesmo sabe que ja era. Ou ela fica em coma ou ela parte para o além. Ja ele vai pagar pelo que fez aqui na terra mesmo. Perde a licensa de medicina. Perde os amigos. Perde o respeito. Não precisa de vingança pois a vida cuida disso. Sinto muito pela família familiares e amigos.

    17 25 Responder

  • Daniel | 2 meses, 1 semana atrás

    Tudo pode acontecer mas a mente do brasileiro não muda, ele não é pobre não é negro. Ele tem ficha criminal não muito boa! Mesmo assim ficam protegendo ele! Isso é preconceito com o restante da população

    16 14 Responder

  • Para os que está defendendo ele | 2 meses, 1 semana atrás

    Coloca a mãe de vcs com ele, deixa ele algemar elas e dar drogas a elas. Ele deve tá pagando vcs bem, para vcs defenderem ele assim. E o celular dela? Todas as evidências contra ele? Que vcs acham?

    23 11 Responder

    [email protected] 2 meses, 1 semana atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

    Daniel Tolentino Sousa - 2 meses, 1 semana atrás

    Daniel Tolentino Sousa

    22 2

    cumedo de queijo 2 meses, 1 semana atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

    Seus idiotas - 2 meses, 1 semana atrás

    Ela era a namorada dele, foi para um hotel, como todas as pessoas fazem quando sai de sua casa. Aliás, ele a buscou em Três Marias, tirou de casa para fazer isso. E vcs tem filhas, ou mãe... E ela não deve ter levado nada com ela, tudo, inclusive drogas deve ser dele. E nada justifica um homem fazer isso com uma mulher. Deve ter prorrogado o máximo seu socorro, pra era bom isso. Polícia pense nisso.

    20 11

carregar mais comentários