UFU está entre as 52 instituições brasileiras classificadas no Ranking Mundial de Universidades

A UFU está na lista das melhores universidades do planeta.

publicado em 03/09/2020, por Farley Rocha


Campos da UFU em Patos de Minas.

A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) está entre as principais instituições de ensino superior do mundo. Este é o indicativo apresentado no THE World University Rankings 2021, publicado pela Times Higher Education nessa quarta-feira (02). O estudo lista as 1.527 melhores academias de ensino superior, entre elas 52 brasileiras.

A posição da UFU no Ranking Mundial (1001+) reafirma o bom desempenho da universidade entre as instituições de ensino superior situadas na América Latina, quando obteve a 55ª colocação.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Rota Pop

Confira o desempenho da UFU e das outras instituições de ensino superior. O infográfico dinâmico (ver abaixo) possibilita fazer o comparativo entre instituições nos principais critérios de avaliação do THE World University Rankings 2021 (Ensino, Pesquisa, Internacionalização, Citações e Mercado). É possível direcionar a consulta por países e continentes.

Desempenho das instituições brasileiras

A maioria absoluta das 52 instituições brasileiras listadas no ranking são da rede pública. São 47 universidades públicas (35 federais e 12 estaduais) e cinco instituições privadas. 

Entre as universidades brasileiras, o melhor desempenho foi da Universidade de São Paulo (USP), que ficou entre as 250 melhores. A Universidade de Campinas (Unicamp) obteve posição entre as 500 melhores instituições.

Seis instituições brasileiras foram classificadas entre 601ª a 800ª posição - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Universidade Federal de São Paulo (Unifesp); Universidade Federal de Sergipe (UFS); e Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

A representatividade brasileira para a faixa de 801ª a 1000ª posição foi de cinco instituições. Já 39 instituições de ensino superior brasileiras figuram na classificação 1001+, incluindo a UFU.

Ranking Mundial

O THE World University Rankings avalia o ambiente de aprendizagem, o volume de pesquisa, a reputação da instituição, as citações, a capacidade de transformar o conhecimento em recursos para a sociedade e a internacionalização.

A melhor universidade do mundo segundo o THE World University Rankings, pelo quinto ano consecutivo, é a Universidade de Oxford, do Reino Unido. As universidades norte-americanas de Stanford e Harvard, respectivamente, completam a lista das três melhores instituições de ensino superior.

Entre as 93 nações com instituições listadas no ranking, os Estados Unidos é o país com mais representantes, 182. Japão (116), Reino Unido (100), China (92), Índia (63) e Brasil (52) completam a lista dos seis países com maior representação.

Entrevista

O professor Waldenor Barros Moraes Filho, diretor de Relações Internacionais e Interinstitucionais e presidente da Comissão para acompanhamento de lançamento de dados institucionais da UFU em Rankings Universitários Internacionais, comentou o resultado obtido pela UFU. 

Waldenor destaca o ensino e a relação com o mercado da UFU 

1) Qual a sua avaliação em relação ao resultado da UFU no THE 2021? Quais os principais destaques?
Apesar dos rankings se basearem essencialmente em modelos de universidades do hemisfério norte, essas avaliações têm sido adotadas como parâmetros definidores da rede de parcerias que as universidades constroem. Portanto, o simples fato de a UFU constar neste ranking já é suficiente para inserir a universidade no elenco de instituições submetidas a um processo de avaliação internacional. 

Assim como a maioria das federais, a UFU não tinha tradição nesses rankings, mas, a partir da nomeação da Comissão de Rankings, em 2019, passamos a olhar para essas avaliações de modo mais sistemático. 
O próprio preenchimento dos formulários nos leva a mapear dados institucionais que apontam para pontos fortes e fracos e contribuem para o planejamento. 

Apesar de sermos uma universidade jovem, já somos a de número 55 na América Latina, demonstramos bons níveis nos aspectos relacionados ao ensino e na relação com o setor produtivo, o que reflete, de certo modo, o perfil regional que nos caracteriza. 

Temos como melhorar no tocante ao impacto acadêmico no cenário mundial, o que vem sendo conquistado a cada passo que a universidade dá em relação à internacionalização de sua produção científica. Essa inserção vem sendo estimulada pelo crescimento dos nossos programas de pós-graduação, pela relação de dupla diplomação com a França e apoio da Capes, via programa Brafitec, pela participação da UFU no programa Capes-Print e pelas cátedras acadêmicas em consolidação.

2) Qual a perspectiva para futuras avaliações?

Apesar de a internacionalização da produção acadêmica e o reconhecimento internacional das universidades públicas serem processos lentos, nossa perspectiva é de crescimento, com a subsequente melhoria em nossa posição nos rankings nacionais e internacionais, com a continuidade do trabalho sistemático da Comissão de Rankings e com o envolvimento da comunidade acadêmica. 
Neste primeiro momento, a comissão tem se dedicado a levantar, consolidar e analisar os dados para submissão aos rankings, garantindo a presença da UFU. Os próximos passos incluem orientar e incentivar ações da comunidade UFU a partir dos resultados obtidos em cada indicador, buscando melhorar nosso desempenho. 

A participação da comunidade UFU com aumento no número de publicações em periódicos internacionais referenciados, com maior nível de citações e co-autorias internacionais certamente nos levará a assumir posições mais fortes nesse cenário.

3) Comente o trabalho desenvolvido pela Comissão de Rankings da UFU.

O trabalho que vem sendo desenvolvido pela Comissão de Rankings instituída na UFU em 2019 já traz bons resultados em termos de visibilidade nacional e internacional. 

Apesar de recente, o trabalho da comissão garantiu a inclusão da UFU no ranking do THE Latin America, estreando em 55º lugar, fato destacado pelo próprio THE. 

Além disso, asseguramos a inserção da UFU no THE, um dos rankings de maior impacto no contexto da educação superior internacional. E isso com pouco mais de 1 ano de atuação, o que é muito pouco pensando na periodicidade, no calendário dos rankings e na complexidade da coleta e análise de dados para preenchimento das informações. 

Aguardamos, ainda, a divulgação do ranking Young Universities, do próprio THE, e para 2021 dos rankings QS e THE Impact, cada um com sua metodologia específica, mas que contribuem para consolidar nossa imagem como uma universidade em crescimento acadêmico.
Fonte: Diretoria de Comunicação da Universidade Federal de Uberlândia

Autor: Farley Rocha Postado em 03/09/2020
Compartilhe:

1 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes, fake news ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve-se ter ciência de que poderá ser responsabilizado cível ou criminalmente!

Os comentários que receberem 100 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Estudante | 2 semanas, 5 dias atrás

    Muito orgulho de ser UFU! Ensino gratuito e de qualidade. Parabéns a todos os envolvidos!

    4 2 Responder