Tamanduá-bandeira é visto andando tranquilamente pelas ruas de Rio Paranaíba

Segundo informações de um biólogo, os incêndios são a principal causa para os animais selvagens saírem em busca de alimento e água.

publicado em 14/09/2020, por Farley Rocha


Um tamanduá bandeira foi visto andando tranquilamente por diversas ruas de Rio Paranaíba na manhã desta segunda-feira (14). O animal que está ameaçado de extinção também foi flagrado por câmeras de segurança tanto na Rua Capitão Franklin de Castro e Rua João Leandro ao amanhecer.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Rota Pop

Segundo informações de um biólogo, os incêndios são a principal causa para os animais selvagens saírem em busca de alimento e água. Na nossa região, já noticiamos por diversas vezes atropelamento de animais, sendo que o último caso também foi na manhã desta segunda-feira próximo à comunidade de Palmeiras na MG 230. Ainda segundo o biólogo, possivelmente o animal foi sentido ao Parque do Zarico no centro da cidade, onde existe uma grande vegetação.

De acordo com dados da WWF, o tamanduá-bandeira está adaptado para viver em ambientes variados. Apesar de passar a maior parte do tempo no chão, ele tem habilidade para subir em árvores. Ele também pode caçar durante o dia ou a noite, dependendo da temperatura e da chuva. A espécie é encontrada em campos limpos, cerrados e florestas. Apesar de ser mais comum em áreas de cerrado, usa ambientes de floresta para repouso e abrigo, durante as horas mais quentes do dia, e utiliza os campos limpos para se alimentar quando as temperaturas estão mais amenas.

Por sua versatilidade, o tamanduá-bandeira pode ser encontrado da América Central até a América do Sul. Originalmente, ocorria em todos os estados brasileiros, mas atualmente está em risco de extinção em todas as regiões do país e já foi extinto no Rio de Janeiro e no Espírito Santo. A degradação e a redução dos habitats são apontadas como as principais causas da perda populacional da espécie, mas a caça, o atropelamento em estradas e os incêndios florestais também contribuem para colocar o tamanduá-bandeira na lista de espécies ameaçadas de extinção.

Fonte: Paranaíba Agora com informações da WWF

Autor: Farley Rocha Postado em 14/09/2020
Compartilhe:

4 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes, fake news ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve-se ter ciência de que poderá ser responsabilizado cível ou criminalmente!

Os comentários que receberem 100 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Evaldo Braz | 5 dias, 7 horas atrás

    Trabalhei no Parque do Zarico por mais de 4 anos e sempre víamos tamanduás, tatus, cobras e várias outras espécies nas mediações do parque, independente da época do ano. Gostaria de saber onde estão acontecendo essas queimadas nas proximidades da cidade, porque eu que caminho pelos lados do Zarico não vi nenhuma área queimada, além de duas nascentes próximas. Lembrando que essa filmagem foi feita a 2 quadras do parque do Zarico.

    0 0 Responder

  • Bom senso | 1 semana, 1 dia atrás

    Infelizmente esse é o resultado das queimadas que vem acontecendo cada vez mais. Os animais se assustam e saem à procura de segurança e comida. as vezes um toquinho de cigarro ou uma queima de um pequeno lixo se alastram e viram o que estamos vivendo hoje. Triste.

    2 0 Responder

  • joão de barro | 1 semana, 1 dia atrás

    Uai creeeedooooo uai... rio paranaíba tá parecendo um zoológico... cada dia um bixo diferente. Ainda bem que esse daí não apareceu morto né. :persevere:

    0 3 Responder

  • joão de barro | 1 semana, 1 dia atrás

    Uai creeeedooooo uai... rio paranaíba tá parecendo um zoológico... cada dia um bixo diferente. Ainda bem que esse daí não apareceu morto né. :persevere:

    1 1 Responder