349669 2216 Ok
Cemil 2017
Postado em 27/12/2016
Compartilhe:

Queda nas vendas de Natal no comércio patense pode chegar a 10%, estima SindComércio

A crise financeira e o crescimento do desemprego foram apontados como causa para a queda nas vendas de Natal.

Sebastião Andrade - Presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Patos de Minas.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Patos de Minas, Sebastião Andrade, informou nessa segunda-feira (26) que o comércio patense sentiu os efeitos da crise econômica vivida pelo país mais do que era esperado. Segundo ele, quase todos os segmentos de lojistas apresentaram queda nas vendas em relação ao ano passado.

O número de consultas ao SPC, que é um dos termômetros usados para medir o consumo na cidade apresentou queda de 3,5%. Entretanto, segundo Sebastião Andrade, a queda no volume de negócios foi bem mais acentuada. A estimativa do SindComércio é de uma queda entre 8% e 10%. Comerciantes já haviam adiantado para o Patos Hoje que o resultado das vendas tinha sido abaixo do esperado. Leia mais!

Segundo Sebastião Andrade, o movimento no comércio foi grande principalmente nos dias que antecederam o Natal. Entretanto, as vendas se concentraram em lojas de brinquedos e de produtos de menor valor. “Foi o Natal das lembrancinhas” explicou o presidente do Sindicato do Comércio Varejista.

A crise financeira e o crescimento do desemprego foram apontados como causa para a queda nas vendas de Natal. Segundo Sebastião Andrade, com as incertezas do futuro, os patenses preferiram gastar menos. Ele adiantou, no entanto, que está otimista no futuro. O presidente do SindComércio disse que as reformas do Governo não chegaram a tempo, mas que poderão surtir efeito no ano que vem.

Autor: Maurício Rocha

Nego Duro - Rodapé Notícias
Postado em 27/12/2016
Compartilhe:

4 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • RUNNING WILD | 3 meses, 3 semanas atrás

    Patos tem status e preços de cidade turística. Só status, pois a cidade é uma porcaria. Os preços das coisas aqui beiram o inacreditável, tudo muito caro. Fiz umas compras em Uberlândia e pude constatar a diferença significativa de preços. Ainda podemos contar com compras via internet que são bem mais em conta. Infelizmente se esse pessoal não reduzir a sua margem de lucro, vão ficar neste eterno mimimi. Eu compra sempre onde encontro uma melhor condição. Este papo de que o dinheiro tem de ficar é na cidade onde você mora é conversa fiada de lojista. Abram o olho estamos no século XXI,

    2 2 Responder

    mimimi - 3 meses, 3 semanas atrás

    Muda pra lá!

    0 0

  • Maria | 3 meses, 4 semanas atrás

    Acho que esse aí só sabe mesmo é bater panelas.

    6 2 Responder

  • jardel | 3 meses, 4 semanas atrás

    "Queda de 10% por estimativa". Queria saber como fazem essa tal "estimativa". Como esse pessoal de entidades classistas todo é amador, eu tenho quase certeza que isso é apenas um chute e nada mais que isso.

    11 1 Responder

    Nata - 3 meses, 3 semanas atrás

    São os mesmos.a anos, entidades classistas, que nojo.

    1 1

  • comerciante | 3 meses, 4 semanas atrás

    Esse senhor está muito ruim de conta.. errou feio .. A queda é bem maior do que esse percentual anunciado por ele nessa matéria ....

    14 1 Responder

  • Marco Aurelio | 3 meses, 4 semanas atrás

    queda de 10% ???? Na verdade a quede foi de 40 a 50%!!!

    14 1 Responder

  • Internauta | 3 meses, 4 semanas atrás

    Avisa para o presidente do sindicado que agora existe uma tal de internet, onde os preços são mais baratos se a pessoa souber comprar de sites confiáveis. A época dos cheques e duplicatas esta terminando.

    13 3 Responder

  • PEDRO PEDREIRA | 3 meses, 4 semanas atrás

    Os únicos que não sentem a crise são os sindicalistas.

    17 2 Responder

    Pedrinha - 3 meses, 4 semanas atrás

    Kkkkkkkkkkkk pura verdade e os.presidentes das instituições também estão de boa????

    9 0

    betão - 3 meses, 4 semanas atrás

    Petista também não tem crise...

    3 2

  • cai na real | 3 meses, 4 semanas atrás

    As reformas do governo vão melhorar a situação? kkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkk Sabe de nada inocente!!!!!!!!!!

    7 5 Responder

  • Risadinha | 3 meses, 4 semanas atrás

    :joy: :joy: :joy: :joy: :joy:

    1 7 Responder

  • Ehhhh | 3 meses, 4 semanas atrás

    E que Deus abençoe nosso País, que as punições dos corruptos, não fique em vão, até o POBRE que ficou torcendo para os empresários de certa modo"quebrassem" estão sentindo no próprio bolso mais que o RICO , esta tudo muito caro, até mesmo as verduras estão com preços fora do normal, isso é um BELO REFLEXO do GOVERNO / PT . Agora o próximo passo é tirar o TEMER do poder, que é um ESQUERDISTA igual ao LULA E DILMA .....

    13 5 Responder

carregar mais comentários