Presidente diz que alíquota do Imposto de Renda dos mais ricos poderá ser reduzida

A alíquota do Imposto de Renda da Pessoa Física passará de 27,5% para 25%.

publicado em 04/01/2019,

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (4) que o ministro da Economia, Paulo Guedes, deve anunciar a possibilidade de diminuir o teto da alíquota do Imposto de Renda da Pessoa Física, de 27,5% para 25%. "Porque o nosso governo tem de ter a marca de não aumentar impostos", afirmou.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

Perguntado, Bolsonaro disse que o aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) já foi assinado, mas "para quem tem operação fora". Segundo ele, a medida foi necessária "para poder cumprir uma exigência de um projeto aprovado [pelo Congresso] nesse sentido, como pauta bomba, contra a nossa vontade".

O presidente afirmou que "o percentual [de aumento] é mínimo, uma fração".

Bolsonaro falou com a imprensa após participar de cerimônia de transmissão do comando da Aeronáutica para o tenente brigadeiro do ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, na Base Aérea de Brasília.

Reforma da Previdência

Bolsonaro também disse que o governo deve apresentar a proposta para a reforma da Previdência ainda este mês. “Vamos aproveitar o que está na Câmara. A última proposta minha é aproveitar. Ela [a reforma] está num espaço temporal que termina em 2030. Tudo aquilo que é para entrar em vigor até o final de 2022, essa é a última ideia que eu quero ver se a gente consegue colocar em prática e compor com o Parlamento já que a proposta está lá. Seria como está na proposta agora, 62 anos para os homens no final de 2022. E para mulheres, de 55 para 57 [anos].”

Em entrevista ao SBT ontem (3), Bolsonaro disse que a proposta de reforma da Previdência em discussão no governo prevê a idade mínima de 62 anos para os homens e 57 anos para as mulheres com aumento gradativo. Segundo Bolsonaro, seria mais um ano a partir da promulgação e outro em 2022, mas com diferenças de idade mínima de acordo com a categoria profissional e a expectativa de vida.

Fonte: Agência Brasil

Postado em 04/01/2019
Compartilhe:

4 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Leooo | 2 semanas, 3 dias atrás

    quero ver esses pobraiadas que apoiou e votou nesse bolsonaro ao inves de gritar mito vai gritar MICO.kkkkkkkkkkk chupa chupa os cientitas politicos o tempo todo falava que era a politica da eleite.e os pobraiadas ate brigava por causa do tal de mito.

    9 1 Responder

  • O Debochador | 2 semanas, 3 dias atrás

    Dos Ruralistas foram PERDOADOS 17 BILHÕES DE REAIS; mas dos pobres eles tiram do Salário Mínimo.

    6 0 Responder

  • Alair Fonseca | 2 semanas, 4 dias atrás

    Hoje nas primeiras horas do do dia ele diz que o IR dos mais ricos seria aumentada, seria a coisa lógica, agora a tarde ele inverteu, vai passar a cobrar mais barato do ricos. Bolsotas, vocês erraram feio com esse Governo, mas vamos ter que sobreviver 4 anos , talvez.

    12 1 Responder

  • Alair Fonseca | 2 semanas, 4 dias atrás

    Os ricos tem que ter uma uma alíquota maior e o imposto tem que ser progressivo , não é justo eu comprar um leite por X e o doido da Havan pelo mesmo preço (X) , a alíquota tem que ser flexível de acordo com a receita do cidadão.

    9 1 Responder