349669 2216 Ok
Cemil 2017
Publicado em 30/06/2017 por Maurício Rocha
Compartilhe:

Prefeitura reforça a sinalização proibindo o trânsito de caminhões sobre a Ponte do Paranaíba

Nessa quinta-feira (29), servidores municipais instalaram placas nas imediações reforçando a proibição do tráfego de veículos com mais de 15 toneladas.

 Servidores instalaram placas reforçando a proibição do tráfego de veículos com mais de 15 toneladas.

A Prefeitura pediu mais prazo para solucionar o impasse em torno do trânsito de caminhões e carretas sobre a Ponte do Rio Paranaíba, mas já deu mostras de que pretende cumprir a determinação do Ministério Público. Nessa quinta-feira (29), servidores municipais instalaram placas nas imediações reforçando a proibição do tráfego de veículos com mais de 15 toneladas.

A chamada Ponte do Arco foi construída na década de 30 e avaliação feita por técnicos mostra que a estrutura não suporta peso superior a 15 toneladas. Mas a Ponte liga a cidade a um distrito industrial e ao longo dos últimos anos o tráfego de caminhões e carretas com peso muito superior ao permitido se tornou intenso.

Denúncias feitas por moradores com imagens e abaixo-assinado, mostrada aqui no Patos Hoje, levou o Ministério Público a emitir uma recomendação exigindo medidas da Prefeitura para evitar que a Ponte seja levada a ruinas. A promotora Vanessa Dosualdo determinou que a Prefeitura proíba o trânsito de veículos pesados sobre a estrutura em um prazo máximo de 10 dias.

A Prefeitura pediu mais prazo, mas já começou a agir. A sinalização proibindo o tráfego de veículos pesados sobre a Ponte do Rio Paranaíba foi reforçada, com a instalação de placas informativas em diversos pontos de trecho de acesso. Mas como não há fiscalização, caminhões e carretas continuam passando pelo local.

Na manhã desta sexta-feira (30), a reportagem do Patos Hoje confirmou que os caminhões continuam passando normalmente pela ponte, até porque, se forem cumprir a proibição, os motoristas terão que passar pela Estrada da Serrinha, o que aumentaria o percurso em pelo menos 20 quilômetros.

Imagens atualizado em 30/06/2017 • 18 fotos

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Autor: Maurício Rocha Postado em 30/06/2017
Compartilhe:

37 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Jose Augusto Barros | 2 semanas, 4 dias atrás

    Vai adiantar? Em Andradas existe uma guarita 24 horas por dia pra impedir trafego veículos pesados na cidade. Na ponte do placa não resolve, e as indústrias e comércio do outro lado vai demitir, fechar, já acesso pela BR 365 atualmente a de alto risco devido declive e péssimo estado da via.

    1 0 Responder

  • Mão branca | 2 semanas, 6 dias atrás

    Não tem perigo, essa ponte já kalejou, pode passar 100 ton sobre ela que nem mexe.

    1 0 Responder

  • Nome | 2 semanas, 6 dias atrás

    O nome e a reputação das empresas é mais importante do que a economia de poucos reais. Do jeito que estão fazendo, sei que algumas não importam, mas terão o seu nome associado a práticas ilícitas e contra a comunidade de Patos de Minas. Vamos por detalhes: o recolhimento da carniça e ossos para fábrica de adubo/ração pode ser feito por caminhões menores, que não irão afetar a ponte; as carretas carregadas que levam os produtos(ração, adubo, carne refrigerada) aos compradores podem passar pela BR(carretas scanias e mercedez benz, que têm um bumerangue desenhado nas portas), além de ser mais econômico economizam tempo, por não precisar de passar pelo centro da cidade; Suinos: as granjas são fora da cidade, não tem necessidade de entrar aqui só para usar e estragar a ponte; outros produtos, como sementes, fertilizantes, calcário, vêm de fora e não precisam entrar na cidade, entra diretamente pela BR 365, as carretas que levam entulho e lixo(são poucas) devem dar a volta pela BR, ou então transportar esses materiais em caminhões menores. :+1: :+1: :+1:

    2 1 Responder

  • Chacall Originall | 3 semanas atrás

    Patos esta sendo governada por prefeitos Postes. A cidade de Patos obras de infraestruturas e de melhoramentos parou no tempo. Só não parou de aumentar as dívidas de 4 em 4 anos. Não adianta a prefeitura colocar placas. Cadê o dinheiro dos impostos e IPTU pagos pelos contribuintes. A solução e fazer outra ponte pra 60 toneladas e fica resolvido a pendenga de vez.

    4 0 Responder

    Chacrinha - 3 semanas atrás

    Apoiado ????????????????????????????????????????????????????????????????????

    0 0

  • José do forró | 3 semanas atrás

    Gente vcs estão preocupados com patrimônio histórico vamos embalsamar a ... além de velha é chata commmmmmmmm borra.

    4 1 Responder

  • FÂ DO JOSÉ CALIMÉRIO | 3 semanas atrás

    E o José Calimério heim, alguém viu ele por aí. Ele sempre é o destaque nos eventos de Patos de Minas; Eta José Calimério que é Carismático. Porque vocês não fazem uma matéria com o José Calimério heim?

    2 6 Responder

  • Tanso | 3 semanas, 1 dia atrás

    O problema é a ponte.. Quando a ponte cair tudo se resolve. Prefeitura não precisa fiscalizar, caminhões não passam, mistério público não precisa atuar (mistério mesmo)... enfim, o problema é a ponte..

    8 0 Responder

  • Não acredito na justica | 3 semanas, 1 dia atrás

    Estou envergonhado destes políticos, Pais onde se justifica as Leis pelos enteresse políticos. Empresários já anunciaram que fazem a ponte e Por influência dos velhos coronéis e fantoches existentes não a autorizam.

    12 0 Responder

  • Zeca carroceiro | 3 semanas, 1 dia atrás

    Ouvi dizer que um grupo de empresários fiZeram compromisso de fazer outra ponte do lado da atual. Porque não fazem então ?

    11 0 Responder

    Nadaver - 3 semanas, 1 dia atrás

    Uma coisa não tem nada a ver com a outra. É proibido essas carretas e caminhões trucados nessa ponte e pronto. Quando compraram esses caminhões zerados, sabiam que não podia passar nessa ponte. Cada um tem que agir honestamente e fazer a sua parte. E tem que ter fiscalização, pois esses empresários desonestos não vão desistir(não são todos, são a maioria).

    6 5

  • patense 07 | 3 semanas, 1 dia atrás

    É assustador o quanto a prefeitura de Patos está cuidando dos bens públicos, esperar ser obrigada à uma ação dessa é no mínimo vergonhoso e lamentável!

    18 0 Responder

carregar mais comentários