Publicado em 13/09/2018 por Maurício Rocha
Compartilhe:

Prefeito corta verba de subvenção e Jogos Estudantis são cancelados após 30 anos de história

A Prefeitura decidiu cortar a verba de subvenção que anualmente é destinada pelos vereadores para a realização da competição.

Ginásio onde aconteceriam os jogos.

Com pesar, a Associação dos Professores de Educação Física – APEF – confirmou que não vai realizar os jogos da Juventude este ano. O motivo é a falta de recursos. Com dificuldade para administrar os recursos públicos, a Prefeitura decidiu cortar a verba de subvenção que anualmente é destinada pelos vereadores para a realização da competição.

Os Jogos da Juventude acontecem anualmente no mês de outubro. A Olimpíada Estudantil é disputada entre as escolas públicas e particulares de Patos de Minas e reúne mais de 2.000 mil atletas de 12 a 18 anos de idade. A competição é disputada nas modalidades de Voleibol, Basquete, Futsal e Handebol.  

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

Os jogos são realizados há cerca de 30 anos em Patos de Minas e fazem parte da história de muita gente. Quem nunca entrou no ginásio do PTC para disputar uma Olimpíada ou mesmo para torcer para os colegas, amigos ou parentes? Quantos atletas foram revelados pela competição para defender as cores da cidade?

Este ano, o orçamento da Prefeitura previa a liberação de uma verba de R$ 61 mil para a Associação dos Professores de Educação Física realizar os Jogos da Juventude. O dinheiro foi destinado através de verbas de subvenção dos vereadores para comprar medalhas e para pagar despesas, como a arbitragem para os cerca de 400 jogos da competição.

Segundo o presidente da APEF, Teófilo Faria, desde o início do ano vem buscando junto a Prefeitura a liberação dos recursos, mas a resposta sempre foi negativa. Segundo ele, o prefeito José Eustáquio disse que não terá condições de liberar a verba de subvenção. “A gente ainda tentou negociar. Perguntei quanto ele poderia liberar e ele (o prefeito) disse que não poderia liberar nada de verba”, disse o presidente da APEF.

Teófilo ressaltou o prejuízo que o cancelamento dos Jogos da Juventude vai trazer para os estudantes e para o esporte em Patos de Minas. Outros professores de educação física também lamentaram o cancelamento da competição.

De acordo com o treinador Gabriel Bill, a notícia do cancelamento das Olimpíadas Estudantis deixou todos muito chateados. “Nós estávamos treinando os meninos aqui há cerca de 2 meses, eles estavam empolgados e muito confiantes. Quando falaram pra gente que não haveria mais a competição eles ficaram bastante chateados. Foi bem complicado dar a notícia a eles. Tem anos e anos que eu participo dos jogos e nunca vi isso acontecer. Realmente é muito desanimador”, lamentou.

Imagens atualizado em 13/09/2018 • 18 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 13/09/2018
Compartilhe:

95 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • PADRÃO ZE OSTAKI | 1 semana, 3 dias atrás

    Cadê o dinheiro da INDUSTRIA DAS MULTAS, prefeito?

    0 0 Responder

  • GUILHERME | 1 semana, 4 dias atrás

    E um absurdo não tem um deputado pra trazer recursos aqui pra patos, prefeito e secretarios omissos não tem um projeto em andamento

    2 0 Responder

  • Monitorando | 1 semana, 4 dias atrás

    O dinheiro das inscrições dos atletas e da bilheteria o que é feito? Segundo fontes, o montante é mais de 90.000,00 reais. E aí dunga? ou Teófilo Faria. :soccer:

    3 0 Responder

  • Contribuinte | 1 semana, 4 dias atrás

    Ele deveria cortar esses cargos comissionados. Aposto que para pagar esses cabides de emprego que mal trabalham não falta dinheiro.

    3 0 Responder

  • ZEMA 30 | 1 semana, 4 dias atrás

    Esse prefeito não ganha nunca mais. Nem para sindico de predio

    4 0 Responder

  • anarquista | 1 semana, 4 dias atrás

    esse prefeito tem q ... tomara que sua ... que alguem te ... tomara que algurm ...

    1 0 Responder

  • Ditinho | 1 semana, 4 dias atrás

    Esporte é cultura, é menos criminalidade, é menos pessoas no hospital. Só os trouxas dessa administração amadora não sabem disso. Isso seria um caso para o ministério público. Mas em patos de minas as autoridades não gostam de trabalhar mesmo.

    5 0 Responder

  • Pedro H. | 1 semana, 4 dias atrás

    :triumph:O Estado ja não vem cumprindo seu papel, e agora até os direitos do jovens e das crianças vem sendo sucateados. É um ato inconstitucional, uma vez que além do principal foco das olimpíadas que é fazer com que mais jovens pratiquem atividades físicas, é também um momento de repasse de valores, como a união e o respeito, valores nos quais a nação já desacreditada esquece de reforçar. Muito obrigado, aos poderes por não olhar pelo seu povo, nem mesmo aqueles que são o nosso futuro. É impossível que uma cidade do tamanho de Patos não tenha verba suficiente pra que os jogos ocorram. Lamentável. Sem saúde o município se encontra, sem ordem pública, sem transporte de qualidade, e o que vem por ai? Vão fechar as escolas também? :cry:

    5 0 Responder

  • Sabichão | 1 semana, 4 dias atrás

    Realmente uma vergonha para o seu prefeito. Ficar cortanto "cafezinho" não adianta. Tem que cortar é salário de vereador que não fazem nada de útil, cortar número de assessores, cortar mordomias, aumentar a produtividade dos funcionários da prefeitura que trabalham só 6 horas por dia e recebem integralmente seus salários. Isso sim. Esporte é vida e tira a molecada das drogas. No brasil tudo que presta é cortado, Igual na época da zona azul um promotor impediu que a molecada de 14 anos trabalhassem. Absurdo total. Acho que realmente há um complô mundial para que somente uma pequena classe domine o mundo, não pode!

    6 0 Responder

  • Indignado | 1 semana, 4 dias atrás

    Hê Sr. Prefeito, o Sr. Já parece um "picolé de chuchu" no comando dessa cidade, agora quer ficar lembrado com o único prefeito que conseguiu acabar com o sonho dessas crianças e adolescentes. Aí realmente é de tirar o chapéu. Fica aí a minha revolta.

    7 2 Responder

carregar mais comentários