Por falta de pagamento, FPM encerra atividades no laboratório do Hospital São Lucas em Patos de Minas

O motivo é a falta de pagamento que já se arrasta há cerca de um ano e meio

publicado em 18/01/2019, por Maurício Fernandes

Hospital São Lucas em Patos de Minas.

A Faculdade Patos de Minas irá retirar todos os profissionais do laboratório instalado no Hospital São Lucas nesta sexta-feira (18). O motivo é a falta de pagamento que já se arrasta há cerca de um ano e meio e agora a instituição encerrará suas atividades no hospital. Quinze profissionais da área da saúde e tecnologia, além de professores e alunos, trabalham no laboratório que fornece vários exames a centenas de pacientes. O vereador Braz Paulo usou as redes sociais para denunciar a situação.

Pacientes do Hospital São Lucas poderão ficar sem a realização de exames laboratoriais a partir desta sexta-feira (18). A notícia veio à tona com o vídeo postado em redes sociais pelo Vereador Braz Paulo. A equipe do Patos Hoje buscou informações e apurou que o laboratório de exames clínicos não irá mais funcionar a partir desta sexta.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Medic Imagem

Informações adquiridas por nossa equipe de reportagem dão conta de que a FPM não recebe o repasse feito pelo SUS, que deveria ser pago pela a atual administração do hospital, há cerca de 18 meses. A Prefeitura Municipal passa o dinheiro para a administração do hospital e a mesma não repassa para a instituição de ensino. Esse é o principal motivo do desligamento, segundo o vídeo do vereador e confirmado pela redação do Patos Hoje.

O montante aproximado da dívida da administração do hospital com a Faculdade Patos de Minas chega a 1 milhão de reais. O laboratório emprega cerca de 15 profissionais da área da saúde como farmacêuticos e biomédicos além de auxiliar de laboratório, atendentes e profissionais de coleta. Professores e alunos da faculdade também utilizam o laboratório para fins de estágio dos alunos. De acordo com informações apuradas pelo Patos Hoje, a FPM é presente no Hospital São Lucas há cinco anos e os problemas começaram junto com a nova administração.

Vários acordos já foram feitos anteriormente, mas nenhum deles foi cumprido pelo hospital. A FPM arca com todas as despesas, desde produtos químicos e equipamentos ao salário dos profissionais. O intuito do laboratório não seria gerar lucro, mas sim garantir um lugar para estágio dos alunos. Nós entramos em contato com a administração do Hospital São Lucas e conversamos como Diretor Financeiro Administrativo Patrich Teixeira.

De acordo com ele, todos os serviços terceirizados serão interrompidos e a saída da FPM é condicionada à entrada de equipes do hospital. Segundo Patrich, o hospital irá montar o próprio laboratório para atender aos pacientes. Perguntamos a respeito da dívida com a faculdade e ele disse que: “todas as dívidas serão negociadas assim que finalizar a auditoria do ano de 2018, no momento eu não sei o valor exato, mas, se tem alguma pendência, com certeza nós vamos honrar nossos compromissos”.

Autor: Maurício Fernandes Postado em 18/01/2019
Compartilhe:

37 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Indignada | 3 semanas, 5 dias atrás

    Uma falta de respeito com os funcionarios,não pagaram o vale alimentação referente a dezembro até hoje .

    0 0 Responder

  • MPMG e VEREADORES nao fazem nada | 1 mês atrás

    Falta de respeito com os patense 18 meses o hospital recebendo do municipio e nenhum PROMOTOR nenhum do MPMG para apurar os fatos , sera que esse fato tera ser analisado pelo MPF isso mesmo MINISTERIO PUBLICO FEDERAL porque o que era para ser dever do MPMG eles nao estao nem ai , e digo mais falta de vergonha do Legislativo dessa cidade cade os vereadores nesses 18 meses ? Quero pedi com carinho a todos patense do mesmo jeito esses VEREADORES deixaram a gente nao votem nesses 17 eleitos , estes são Be-i-a-- Sa--va--ssi-, Bra--z Pa--ulo, i-sa--i-a--s Ma--rti-ns, Vi-ce-nte- de- Pa--ula--, Wa--lti-nho, e-di-me-, Da--lva-- Mota--, Pa--uli-nho do Si-ntra--sp, Ca--bo Ba--ti-sta--, Da--vi-d Ba--lla--, Ni-va--ldo Ta--va--re-s, La--sa--ro Borge-s Ota--vi-a--no Ma--rque-s, Chi-co Fre-chi-a--ni-, Ma--uri- da-- Jl, Bosqui-nho, Ti-ão Ma--ri-a--no

    3 1 Responder

  • Srs. Políticos | 1 mês atrás

    Só voto em políticos que tiver propostas e objetivos que realmente façam a diferença. E é muito simples, são os políticos que renunciarem parte do salário e todos benefícios, pois, somente assim, poderemos ver que eles querem realmente trabalhar para o povo,sem querer ganhar exageros e roubar a nação. caso contrário não reelejo nenhum. sai uns, entra outros e ninguem tem esse objetivo, essa meta. começando pelo presidente que só fala em corte, e por parte está certo, mas por que não corta os próprios benefícios e diminui seu altíssimo salário e de seus companheiros políticos. subiu os combustíveis o ano todo e com isso consequentemente tudo aumenta. Mas teve coragem de aumentar em poucos reais o salário minimo dos trabalhadores. Simplesmente uma falta de respeito com os trabalhadores, pais e mães de família. será que eles viveriam com um salário mínimo? mas o povo ainda fica brigando por eles. começam a lutar por vocês meus queridos e queridas. Vamos nos unir para o bem de todos.

    3 0 Responder

  • Seu Zé | 1 mês atrás

    As autoridades já deviam estar olhando com mais atenção para este hospital. Primeiro que esse administrador que veio de fora, trouxe com ele comentários de mal admistrador. Ou seja, trouxe na bagagem sinal de irregularidades. Depois, já somam muitas denúncias, inclusive nos últimos dias. O dinheiro público tem que ser administrado com responsabilidade e nós cidadãos donos desse dinheiro, temos que fiscalizar e cobrar para que seja bem aplicado.

    10 0 Responder

  • Preocupado | 1 mês atrás

    Os funcionários deste hospital ainda não receberam o vale alimentação referente a dezembro e o décimo terceiro faltando adicional de tempo de serviço

    16 1 Responder

  • Justiceiro | 1 mês atrás

    Patos tem vereador,achei q era só época de campanha q tinha Vergonha

    17 0 Responder

    Não reeleja nenhum vereador nas próximas eleições - 1 mês atrás

    São iguais urubu atrás de carniça, mas não trabalham mesmo. Vivem de velórios, tapinhas nas costas etc. Uma cambada!

    24 0

  • Patense | 1 mês atrás

    Esse São Lucas é o ... municipal. Todos os pacientes q vão pra lá morrem. É um descaso com os pacientes.

    14 6 Responder

    Dra.do.baralho - 1 mês atrás

    Você não sabe do que está falando. Se soubesse quantas vidas são salvas “neste lixo” pensaria melhor antes de fazer qualquer comentário.

    5 1

  • Robson | 1 mês atrás

    Com certeza os altos salarios dos vereadores estao em dia..... A deus me livre...isso nao muda nunca...eles mesmos que fazem as leis.....nao vai ter jeito nunca.....enguanto isso comecou a robalheira rotativa.....mais ferro no rabo do contribuinte.....e os buracos da cidade...que abandono....que asfalto ruim...a polulacao nao pode deixar nesta situacao...

    22 0 Responder

  • Ricardo | 1 mês atrás

    Como um Diretor Financeiro Administrativo não e conhecedor dos números atualizados? Não tem sistema informatizado para emitir esses números? Que nível heimm..... Concerteza eles tem os números só não querem assumir os mesmos.

    26 0 Responder

  • Pirilampo | 1 mês atrás

    HSL - Hospital "Só Lucra"... só pensa naquilo: dindin. Administram mal, consomem todo repasse do SUS, depois vem dizendo que está quebrado, que não pode pagar fornecedores nem funcionários, nem esse ou aquele, etc. Essa balela todo mundo já conhece, enquanto isso, os presidentes e proprietários nadam de braçada no dinheiro público e dos incautos particulares que vão lá pra serem "atendidos", pode?

    21 0 Responder

carregar mais comentários