Patos de Minas já tem cinco mortes por Dengue e uma morte por Chikungunya confirmadas

Uma criança morreu vítima de Febre Chikungunya que também é transmitida pelo Aedes Aegypti.

publicado em 05/11/2019, por Maurício Rocha


Foto: Arquivo Patos Hoje

O mosquito Aedes Aegypti fez o maior número de vítimas da história este ano em Patos de Minas. Além disso, as doenças causadas pelo transmissor levaram pacientes a morte. O boletim epidemiológico publicado pela Secretaria de Estado da Saúde esta semana confirmou a 5ª morte por Dengue em Patos de Minas. Uma criança morreu vítima de Febre Chikungunya que também é transmitida pelo Aedes Aegypti.

Segundo a diretora de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde de Patos de Minas, Elizaine Bicalho, além das cinco mortes por Dengue confirmadas, existem outros dois óbitos sendo investigados. Ela explicou que estas mortes foram registradas nos meses de maio e junho, época de maior incidência da Dengue no município. 

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

Esta foi a maior epidemia de Dengue já registrada em Patos de Minas. Foram 4.043 casos já confirmados até agora, 419 foram descartados e a Secretaria de Saúde ainda aguarda resultados de outros 3076 casos suspeitos. Além dos cinco óbitos confirmados até agora e dos dois casos que ainda em investigação, outros 39 pacientes tiveram complicações, com sangramentos e suspeita de Dengue Hemorrágica. 

Mas o pior já passou. Segundo Elizaine Bicalho, o município registrou apenas quatro casos de Dengue no mês de outubro e nenhum nesse início de novembro. O Levantamento que foi feito recentemente mostra baixo risco de infestação do mosquito Aedes Aegypti, mas o Programa Municipal de Combate a Dengue permanece em posição de alerta. Isso porque o período de chuvas ainda não começou. 

Para prevenir uma nova epidemia, os cerca de 130 agentes de endemias realizam mutirões, campanhas educativas e pedem a colaboração da população no combate ao mosquito transmissor. A grande maioria dos criadouros está dentro das casas, nos vasos de plantas e reservatórios de água e a eliminação desses criadouros depende de cada morador.

Autor: Maurício Rocha Postado em 05/11/2019
Compartilhe:

10 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Giovane | 1 mês atrás

    No brasil, 388 pessoas morrem por dia só de hipertensão. AVC mata 100 mil por ano. Até diarréia deve matar mais que essa dengue. Em vez de perderem tempo com essa merda de mosquito jogando fumacinha e procurando pratinho com água, que não resolve nada e só gastam bilhões, visitem as casa das pessoas para educa-las a terem hábitos mais saudáveis. Mas não dá midia né? O que dá ibope é fazer terrorismo com doença rara.

    0 3 Responder

  • Revoltada | 1 mês atrás

    O povo não tem consciência , jogo lixo em qualquer lugar, não colaboram e quando a gente chama atenção desses sem educação , ficam com raiva da gente. Isso não é responsabilizadade somente da prefeitura e sim também da população. Tem um senhor que vem jogar lixo de frente para minha casa todos os dias , vou ter que divulgar as imagens dele fazendo isso , talvez assim ele toma vergonha na cara e aluga uma caçamba. Acho que ele não sabe que é crime jogar lixo em lotes e terreno baldio.

    1 0 Responder

  • Tuty | 1 mês atrás

    Na minha residência é tudo limpinho e me policio para manter sempre limpo, mas tive dengue. Agente de epidemiologia passou aqui e disse que meu caso seria notificado a prefeitura, no caso setor responsável, para passar o fumacê...nunca apareceram. Só papo furado.

    8 0 Responder

  • CARAIO | 1 mês atrás

    :rage: :rage: :rage: :rage: :rage:

    0 0 Responder

  • Que isso gente , que isso gente , uque que isso gente | 1 mês atrás

    Ao invés desses fiscais de postura ficar atormentando quem está trabalhando , vcs deveriam ir lá na saída do Alvorada sentindo Paulista aí sim vcs iriam ter trabalho todos os dias tem gente jogando lixo lá

    8 1 Responder

  • Amadores na Administração | 1 mês atrás

    O bairro Cidade Niva, está infestado por mosquitos, e não tem ninguém que resolva a situação, infelizmente a administração de Patos, é amadora e não tem competência para realizar um trabalho que resolva a situação, nas eleições temos que tirar estes dois sangue suga da gestão de Patos. Chega de Elmi... e Arlin...

    5 1 Responder

    Kkkkkkk - 1 mês atrás

    Ao invés de vir comentar ... seja você a mudança. Organize um multirão no seu bairro ou no MÍNIMO quarteirões próximos ao teu. E tente fazer a sua parte, reclamar na internet através de comentário é fácil, agora vai olhar a sua casa e as casas vizinhas pra ver ser não tem que seja 1 criadouro desse mosquito. Antes de reclamar faz sua parte. O prefeito não vai ir ai na sua casinha ver os focos não!

    5 7

  • Lua | 1 mês atrás

    Cobram IPTU altíssimos e deixam o povo jogar lixo nos lotes vagos e arredores da cidade. Uma cidade sem memória, sem educação ambiental, sem cultura.

    9 1 Responder

  • Zumba | 1 mês atrás

    ``com firmada```se eu estou vendo isso em um portal de noticias, imagina o resto, kkkkkkk, credo.....inadimissivel, abçs

    1 5 Responder

    Zumba - 1 mês atrás

    Não seria ´´ confirmada a escrita correta ´´ ?

    0 0