349669 2216 Ok
Banner CNA - TOPO
Publicado em 26/05/2017
Compartilhe:

Operação “Recall” prende acusado de adulterar 10 mil veículos e dar prejuízo de R$ 10 milhões

A Polícia Civil apresentou na manhã desta sexta-feira (26), o resultado da “Operação Recall”, desencadeada ontem.

Diversos equipamentos utilizados para adulterar os hodômetros foram apreendidos.

A Polícia Civil apresentou na manhã desta sexta-feira (26), o resultado da “Operação Recall”, desencadeada ontem. Uma pessoa foi presa e diversos equipamentos e documentos que comprovariam ocorrência de fraude em milhares de veículos foram apreendidos. A quantidade de carros, motos e até tratores adulterados ainda está sendo levantada, mas a Polícia Civil suspeita que a fraude tenha causado prejuízo de R$ 10 milhões aos compradores.

As investigações da Polícia Civil começaram há cerca de dois meses quando o comprador de uma caminhonete registrou uma ocorrência de fraude. Ele disse que pagou mais caro pelo veículo por estar com apenas 60 mil quilômetros rodados, mas encontrou o antigo dono da caminhonete e foi informado que a quilometragem verdadeira, de quando vendeu o veículo, estava perto de 100 mil quilômetros rodados.

A partir desta denúncia, os investigadores chegaram até Jailton Batista Moura, de 62 anos, que acabou confessando a prática. Ele mantém uma empresa que faz reparos em painéis de veículos e entre os serviços prestados está a adulteração da quilometragem analógica e digital dos hodômetros. A prática era tão comum, que o cartão de visitas dele especificava a realização da fraude.

De acordo com o delegado Weverton Evangelista, Jailton está colaborando com as investigações. Além de confessar a prática da fraude que já dura cerca de 20 anos, ele também entregou blocos de notas especificando as empresas que contratavam o serviço. Mais de 10 concessionárias de veículos novos e usados estão sendo investigadas.

A delegada Fabiana Barreto disse que não é possível precisar o número de veículos adulterados. A estimativa da Polícia Civil é de que mais de 10 mil veículos foram fraudados antes de serem vendidos. Jailton fazia uma média de 20 adulterações por dia e ainda tinha a concorrência de pessoas que estavam vindo de outras cidades. Ele cobrava entre R$ 100,00 e R$ 300,00 para fazer a adulteração da quilometragem, dependendo do veículo.

Além de voltar o velocímetro, a fraude também utiliza selos e carimbos para dar veracidade a adulteração. Os veículos adulterados, por sua vez, se tornavam mais valorizados na hora da venda. Em média, os veículos com baixa quilometragem eram comercializados por R$ 1 mil mais caros. Segundo o delegado regional, Luiz Mauro Sampaio, o prejuízo aos consumidores em decorrência dessa fraude pode passar de R$ 10 milhões.

O delegado regional explicou que as investigações vão continuar para identificar as revendas que estavam contratando Jailton para fazer a adulteração dos hodômetros dos veículos. Segundo ele, após a conclusão das investigações, os nomes das empresas poderão ser divulgados.

Imagens atualizado em 26/05/2017 • 19 fotos

Autor: Maurício Rocha

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Postado em 26/05/2017
Compartilhe:

78 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • vereador joao pacheco | 1 mês, 3 semanas atrás

    Já tive varios carros usados, nunca comprei um sem investigar a central, no geral as concessionarias cobram entre 100 e 150 reais pra ver o km original! o problema é que o povo é muito metido a esperto e acabam se dando mal!

    1 3 Responder

    PAPO FURADO - 1 mês, 3 semanas atrás

    Vai ser mentiroso......não tem como as concessionárias verificar se o km é original ou não, só se eles te acham com cara de trouxa e te cobrarem....tipo aquela oficina do .....todo carro que vc leva para olhar o cara fala que o carro não presta, e tem que trocar um monte de peças.

    4 2

    vereador joao pacheco - 1 mês, 3 semanas atrás

    Não tenho culpa de vc ser um burro mal informado!

    1 1

  • PATUREBA | 1 mês, 3 semanas atrás

    Infelizmente esta prática não é um privilegio de Patos, é muito comum nos grandes centros tbm, não existe fiscalização, então cabe a nós consumidores, procurar se defender da melhor forma, ao adquirir um veiculo ter o trabalho de levar a um mecânico de confiança para uma avaliação, vendedores de veículos seja ele novo/usado em sua maioria são desonestos, principalmente com as pessoas mais humildes ou aquelas que estão na euforia do primeiro veiculo, chegam ao cumulo de tirar um simples tapete em bom estado e colocar um velho rasgado para se sentir na lei do Gerson (levar vantagem em tudo). É um excelente trabalho da PC, porém têm que dar nome aos bois, seja eles grandes ou pequenos, mostrar para o povo que a CORRUPÇÃO não é uma prática só dos políticos!!!!

    5 6 Responder

    kkkk - 1 mês, 3 semanas atrás

    Aponta um BRASILEIRO HONESTO? Do mais alto salário ao mais baixo..........Médicos são honestos? Vc vai no hospital é para ele fazer uma cirurgia simples no minimo vai te arrancar 10 mil reais....chama um pedreiro na sua casa e vai ver se ele vai ser honesto com vc? E vc PATUREBA? Qual o seu meio de roubar do próximo? BRASILEIRO.......DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA AO VARREDOR DE LIXO , SOMOS TODOS DESONESTOS !!!

    3 3

  • so uma dica | 1 mês, 3 semanas atrás

    essa pratica que ta usando em Patos e antiga e desatualizada pois o sr que adulterara o cronômetro ele só consegui fazer isso no painel mais se o cliente levasse o carro para passar o rasteador ele iria ver o KM original pois essa técnica que ele usa ele não consegue adulterar a central do veiculo mais em Belo Horizonte tem uns técnicos que já fazem essa pratica na Centralina ai mano nem as concessionarias descobre e o que mais acontece aqui vc comprar palio, uno, celta, sandero e logan anos 2015 a 2011 com KM 60,000 ou ate 100,000 estão todos adulterados :pray: pois são de Empresas grandes ou de locadoras ai mano e rezar pra eles terem feito todas as revisões pq as agencias que comprar são as primeiras mandar baixar km pq se estourar na sua mão so JESUS NA CAUSA VLW :pray:

    2 4 Responder

  • Antônio | 1 mês, 3 semanas atrás

    Vou começar

    2 0 Responder

  • Renato | 1 mês, 3 semanas atrás

    Estranho isso ja acontece ha varios anos aqui em patos, isso so aconteceu porque quem comprou essa camionete tem muito conhecimento com um agente da pc....

    10 1 Responder

  • Palio 2013 | 1 mês, 3 semanas atrás

    Espero eu investiguem a antiga ... na Major Gote. Hoje parece que esta com outro nome. Além de adulterar um palio 2013 que eu iria comprar o cidadão tentou subornar por R$ 500,00 um funcionário da Dicave para passar o carro. Odômetro marcava 59.000 mas ele ja tinha rodado mais de 100.000. Também havia batido na lateral o que havia sido escondido. Espero que divulguem o nome das concessionarias logo!!! :rage:

    5 1 Responder

  • Renato | 1 mês, 3 semanas atrás

    Nao sei porq ta dando esse rebulisso ,quase todo mudo aq em patos volta velocimetro com ele.

    12 1 Responder

  • Renato | 1 mês, 3 semanas atrás

    kkkkk foda, agora a policia vai falar q nao sabia

    12 1 Responder

  • Quero ver | 1 mês, 3 semanas atrás

    Quero ver é se sobra tb para os logístas grandes, ou se vai sobrar só para os pequenos. ...geralmente os mais pobres que tem os nomes mostrados e são quem paga o pato!

    5 3 Responder

    Renato - 1 mês, 3 semanas atrás

    VC sabe como vai acabar ne em pizza ,so q o Jailto vai pagar a pizza

    8 0

  • S246 | 1 mês, 3 semanas atrás

    Enquanto parcela do Judiciário luta para colocar o Brasil a limpo e acabar com a corrupção nos rincões brasileiros essa prática criminosa é comum e ainda quem adultera os velocímetros acha que essa pratica criminosa é trabalho normal e a gente tem que aguentar isso, a corrupção não está só do outro lado está nas entranhas do brasileiro

    10 3 Responder

carregar mais comentários