Número de mortes por Covid-19 sobe para 54 em Patos de Minas e total de casos vai a 2186

Houve mais uma morte confirmada pela doença e outros 38 casos positivos.

publicado em 21/09/2020, por Farley Rocha


Do total, 12 estão internados, sendo 4 em UTI, 209 se recuperando em casa e 1911 foram curados. 

A Prefeitura Municipal de Patos de Minas divulgou na tarde desta segunda-feira (21) mais um boletim epidemiológico informando a situação da pandemia do coronavírus na cidade. Houve mais uma morte confirmada pela doença e outros 38 casos positivos. 

De acordo com o boletim municipal, a Capital do Milho tem agora 2186 casos positivos da doença, sendo que na sexta-feira (18) eram 2148. Do total, 12 estão internados, sendo 4 em UTI, 209 se recuperando em casa e 1911 foram curados. 

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Rota Pop

As mortes subiram de 53 para 54, uma a mais do que o divulgado no último boletim. Com relação ao total de pacientes, o número também cresceu. Dos pacientes confirmados e suspeitos, o total é 27, sendo 23 em leitos clínicos e 4 em UTI. Na sexta-feira (18), o total de pacientes era 13.

Imagens atualizado em 21/09/2020 • 1 fotos

Autor: Farley Rocha Postado em 21/09/2020
Compartilhe:

14 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes, fake news ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve-se ter ciência de que poderá ser responsabilizado cível ou criminalmente!

Os comentários que receberem 100 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Kenny | 1 mês atrás

    E um dos hospitais particulares mais renomado da cidade segue com pacientes internados por outras infermidades, sendo contaminados por covid dentro do hospital. E as autoridades inertes. Será que é porque os donos e médicos do quadro do hospital são pessoas influentes? Tem alguma coisa errada.

    4 0 Responder

  • Ricardo | 1 mês atrás

    1,50% da população patense foi contaminada, e 0,036% faleceram, e classificaram como pandemia. Morreu muito mais gente da pandemia dos acidentes de trânsito e outras doenças, mas a mídia só pensa em Covid 19.

    13 10 Responder

  • Renata F. Lopes | 1 mês atrás

    Os acidentes de trânsito também estão na conta do corona? Ou é só corona que mata?

    13 43 Responder

    APP - 1 mês atrás

    É muita ignorância... o que tem a ver uma coisa com a outra?

    8 6

  • Empresário | 1 mês atrás

    O povo patense é uma vergonha! Não sabe respeitar um isolamento social, por isso não progride! Do meu escritório vejo várias e várias pessoas sem máscaras, inclusive idosos. Pessoas se amontoando em estabelecimentos comerciais, atendentes com máscara no queixo e assim por diante. Esperar o que de um povo que não sabe respeitar absolutamente NADA? Quando o comércio voltar a fechar, não culpem o prefeito, governador e o Estado.

    50 8 Responder

    Realista - 1 mês atrás

    O comércio não vai voltar a ser fechado a doença está em queda livre prova disso é os leitos de hospitais cada dia mais livre ...o pior já passou graças a Deus não faltou atendimento igual faltou em alguns países da Europa.

    5 11

  • Antonio | 1 mês atrás

    Divulguem quantos mortes por outras patologias. Virou paranóia credo. Não existem outras doenças que causam óbitos? Tá bom é pq certamente não tem outro assunto...



    17 30 Responder

  • Vida de gado | 1 mês atrás

    E as festinhas continuam com aglomerações, abraços, beijos e junto à tontura vem as cusparadas e sem máscaras vão disseminando o Coronavirus. Depois vão reclamar do atendimento no hospital de campanha!

    30 6 Responder

  • Minha opinião | 1 mês atrás

    É impressionante como os bares, barzinhos e lanchonetes estavam lotados neste fins de semana. Mtas casas e sítios acontecendo festas... Desse jeito, os dados só vão aumentar. A doença é séria, por que estão a ignorando? Por favor, cada um tem que fazer a sua parte. Todo cuidado é pouco! É melhor prevenir que remediar.

    33 3 Responder

  • Flávio | 1 mês atrás

    Só está alastrando, não estou vendo nada regredindo! Vida x Voto!

    37 53 Responder

    Xxx - 1 mês atrás

    Flávio , não y com.o regredir não , o que você não está percebendo ou não quer perceber é que mesmo com praticamente todas as atividades estão quase normal, o número de casos não está alterando , para os lacradores o sonho de consumo era que tivesse uma explosão de casos , mas felizmente , está sob controle . Vida que segue vamos proteger e trabalhar , a conta chegou , temos que pagar agora.

    22 4

    Antonio - 1 mês atrás

    Só por problemas cardiológicos tivemos quase 300 mil mortes contra 137 mil por covid. E as outras: câncer, trânsito, violência e outras. Virou paranóia só falar em vírus...

    18 12

    Alatrando? - 1 mês atrás

    Ta se mantendo no mesmo nivel de antes. Com comercio aberto e fechado o resultado e numero de casos por dia ta na mesma media! Nao tem nada de voto e vida nao. A vida de todo mundo tem que seguir. Vai fechar tudo e quebrar a cidade por causa de 54 pessoas numa cidade de mais de 160 mil habitantes? Cada um cuida da sua vida, da sua segurança, toma as medidas necessarias e vida que segue. Quem ta com medo, fica em casa e deixa quem tem coragem ir correr atras do pão de cada dia!

    19 7

    Médico - 1 mês atrás

    Muitos comparando com mortes por outras doenças, porém é preciso lembrar que algumas mortes acontecem de maneira inevitável. Problemas cardiorrespiratórios, como foi citado, na maioria dos problemas não há cura, apenas tratamento paliativo. Ademais, essas patologias, em sua maioria, são de origem genética e, não sendo possível haver nada que possa ser feito, visto que, a ciência moderna ainda não tem parâmetros de modificação do genoma humano.

    6 5