MP pede cassação de diploma e inelegibilidade de candidatos a prefeito e vice eleitos em Araguari

A ação ainda contempla o reitor de um centro universitário, também presidente de uma sociedade beneficente, e um jornalista responsável por um portal de notícias

publicado em 20/11/2020, por Farley Rocha


MP pede cassação de diploma e inelegibilidade de candidatos a prefeito e vice eleitos em Araguari

 

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da Promotoria Eleitoral de Araguari, propôs Ação de Investigação Judicial Eleitoral em que requer a cassação de diploma e inelegibilidade por oito anos, contados a partir da eleição de 2020, dos candidatos a prefeito, Major Renato -Republicanos- e vice-prefeita, Maria Cecília -Solidariedade-, do município de Araguari, no Triângulo mineiro, eleitos no último dia 15 de novembro.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Clinica Medic Imagem

A ação ainda contempla o reitor de um centro universitário, também presidente de uma sociedade beneficente, e um jornalista responsável por um portal de notícias.

De acordo com o MPMG, os investigados “violaram o princípio democrático e da isonomia no processo eleitoral”, visto que os candidatos usufruíram de apoio político e econômico do terceiro investigado, que, por sua vez, comanda um grupo de empresas “que desenvolvem importantes atividades de saúde e educação no município”. Os candidatos também teriam utilizado um canal de notícias na internet para divulgar as ações da campanha “de forma reiterada e desproporcional”.

A Promotora Eleitoral Cristina Fagundes Siqueira destaca, na ação, que “caracteriza-se abuso de poder econômico sempre que houver o uso de recursos materiais ou humanos fora do círculo permissivo da legislação eleitoral com o objetivo de obter vantagem para candidato, partido ou coligação, comprometendo a legitimidade e normalidade da eleição”.

Fonte: Superintendência de Comunicação Integrada do Ministério Público de Minas Gerais

Autor: Farley Rocha Postado em 20/11/2020
Compartilhe:

7 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes, fake news ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve-se ter ciência de que poderá ser responsabilizado cível ou criminalmente!

Os comentários que receberem 100 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Só de olho | 3 dias, 16 horas atrás

    Isto aconteceu em patos de Minas com um candidato a Vereador que foi eleito , o senhor William , segundo os comentários ele doou em torno de 1000 cestas básicas , comprou os votos , ver isto ai MP inválida estes votos , por que não ganhou na moral , usou de infidelidade partidária apoiando outro candidato a prefeito , este e o William do esperança

    2 0 Responder

  • DIDI CONDENADO INELEGÍVEL | 5 dias, 18 horas atrás

    O a eleição na Lagoa formosa mg. O tal Didi está inelegível até 2025 foi condenado na justiça e como fica ? Vão ter um prefeito condenado

    4 1 Responder

  • Indignado | 6 dias, 3 horas atrás

    A mesma coisa aconteceu em Guimarânia e o MP de Patrocínio não tomou e nem toma nenhuma providência. É uma vergonha escancarada o uso da máquina pública, compra de votos, formação de quadrilha, roubos, corrupção e tudo que se puder imaginar de uma quadrilha especializada na política local, que está na prefeitura há muito tempo. Dá vergonha de ser brasileiro. Quero vomitar. Nunca mais vou votar. Os excrementos das minhas entranhas refletem o repúdio à Injustiça Eleitoral.

    5 0 Responder

    Mão Branca - 3 dias, 12 horas atrás

    O ROBERTÃO, se ele conseguir reeleger por mais dois mandatos com certeza terá seu nome incluído na revista Forbes como sendo um dos 50 bilionário mais ricos do mundo. Inacreditável como a pessoa vota e ou compra no comércio dele.

    1 0

  • Toenzinho | 6 dias, 9 horas atrás

    Ixa! Se a promotoria de Patos soubesse o que rolou na eleição de lagoa Formosa cassava o eleito no mesmo minuto. Todo tipo de crime Eleitoral e com a PM fazendo vista grossa.

    10 1 Responder

    Leo - 3 dias, 16 horas atrás

    E quem iria colocar no lugar o seu adversário???eles foi o que mais fez rolo, inclusive apoiado por empresários que coagirao seus funcionários e comprarão seus familiares. E enganarão o povo com um asfalto de péssima qualidade

    2 1

  • tulia | 6 dias, 9 horas atrás

    hahaha adoro demais!



    2 0 Responder