Motociclista fica ferida após avançar parada e colidir em caminhonete no Centro

O acidente aconteceu por volta das 16h20.

publicado em 12/06/2020, por Farley Rocha


A moto teve diversos danos. 

Uma motociclista de 28 anos teve que ser socorrida nessa quinta-feira (11) no Centro de Patos de Minas. Mireli Aparecida da Silva teria avançado a parada obrigatória quando acabou atingindo uma caminhonete. A moto teve diversos danos. 

O acidente aconteceu por volta das 16h20. De acordo com informações da Polícia Militar, Mireli conduzia sua motocicleta JTA/Suzuki EM 125 Yes pela rua José de Santana, quando no cruzamento com a Rua Cinco de Maio, passou pelo quebra-molas existente no local e não percebeu a parada obrigatória seguindo em frente.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

Nesse momento, acabou colidindo com a Ford/ F4000, conduzida por Peterson Pereira da Silva, 56 anos, o qual seguia pela Rua Cinco de Maio. O motorista confirmou a versão apresentada por Mireli que teve escoriações diversas e suspeita-se de fratura no tornozelo direito, sendo socorrida pelo Samu. 

Ambos os veículos tiveram danos e não houve acordo no local. A motocicleta ficou sob responsabilidade de uma testemunha a qual também presenciou o acidente e relatou que a motociclista não respeitou a placa de parada obrigatória existente no local vindo a colidir contra a caminhonete. 

Ainda segundo o registro da Polícia Militar, o condutor Peterson se encontra com a CNH vencida há mais de 30 dias, mas devido à pandemia da Covid-19, foi emitida, deliberação Contran nº 185 de 19/03/2020, que no seu art 5º para fins de fiscalização, ficam interrompidos, por tempo indeterminado, os prazos, permitindo que o condutor possa dirigir veículo com validade da CNH vencida desde 19.02.2020. Dessa forma não foi lavrada a devida autuação.

Imagens atualizado em 12/06/2020 • 3 fotos

Autor: Farley Rocha Postado em 12/06/2020
Compartilhe:

8 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes, fake news ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve-se ter ciência de que poderá ser responsabilizado cível ou criminalmente!

Os comentários que receberem 100 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • BORGES | 1 mês, 3 semanas atrás

    O (A) culpado (a) não fez acordo mesmo antes de consultar um advogado. Depois então, vai se inverter tudo, o certo passa a estar errado e vice-versa: A testemunha mentiu, ou era amigo do primo da tia, etc.. do culpado; um condutor não poderia estar com CNH vencida porque um decreto não pode prevalecer sobre a lei, etc.etc. Mas não é problema,daqui a 20 anos se acabar a pandemia, tudo se resolve. Esse é o "b"rasil.

    1 8 Responder

    Justiceira - 1 mês, 3 semanas atrás

    Seu(sua) burro(a) ignorante, caso vc não saiba o Detran parou devido a pandemia! Estamos Tentanto agendar a renovação da CNH mas não houve resposta. Procure saber as coisas antes d sair latindo por ai.Ahhh não foi só o Brasil q parou não viu????

    3 0

    Justiceira - 1 mês, 3 semanas atrás

    !!!!****

    0 0

    BORGES - 1 mês, 3 semanas atrás

    Respondendo à sra. Justiceira, parece-me que essa senhora não entendeu o meu (burro) comentário.Quis dizer, ente outras coisas, que é comum no Brasil, que parte culpada (através de advogado), tente justificar o injustificável, alegando mil motivos para se isentar de culpa, como por exemplo no caso de CNH, que não interessa se esteja suspensa ou não, a sua renovação.

    0 0

  • ARP | 1 mês, 3 semanas atrás

    Mulher sendo mulher no transito.

    10 30 Responder

  • Calote | 1 mês, 3 semanas atrás

    Esse tal de não houve acordo no local é a maior bobagem que existe. É brecha que os caloteiros precisam... Quem provoca acidente devia ser autuado e obrigado a pagar em até 30 dias o dano que causou. Ninguém é obrigado a sair de casa e tomar prejuízo e ter aborrecimento por causa dos outros.

    51 5 Responder

    vieira - 1 mês, 3 semanas atrás

    concord plenamente

    17 5

    Lindolfo vaz - 1 mês, 3 semanas atrás

    Realmente vc disse tudo antigamente, se nao houvesse acordo para quem estava errado o cara do errado iria apreendido e so saia quando pagar os danos. Ai vem os sabidos e muda as regras. Advinha de quem foi o ladrao que assinou a lei.

    12 7