349669 2216 Ok
Cemil 2017
Publicado em 23/05/2017 por 0
Compartilhe:

Ministério Público realiza a operação “Isonomia” para apurar desvios em prefeituras da região

A operação contou com a participação de 45 policiais militares e rodoviários federais, 12 viaturas policiais e 4 Promotores de Justiça.

O núcleo Patos de Minas do GAECO de Uberaba participa da ação, que conta também com o apoio da Polícia Militar.

O Ministério Público De Minas Gerais, por meio do GAECO de Uberlândia e da Coordenadoria Regional das Promotorias do Patrimônio Público, deflagrou na manhã desta terça-feira (23), a “Operação Isonomia”. O núcleo Patos de Minas do GAECO de Uberaba participa da ação, que conta também com o apoio da Polícia Militar.

Estão sendo cumpridos nesta manhã, sete mandados de busca e apreensão e um mandado de condução coercitiva nas cidades de Uberlândia, Canápolis, Carmo do Paranaíba e Presidente Olegário. A operação contou com a participação de 45 policiais militares e rodoviários federais, 12 viaturas policiais e 4 Promotores de Justiça.

Em Presidente Olegário, o Ministério Público cumpre mandado de busca e apreensão na casa do ex-prefeito, Antônio Claudio Godinho. O promotor de justiça, Paulo César de Freitas acompanha o trabalho. Alguns documentos foram apreendidos.

Diversos documentos foram apreendidos e duas pessoas foram autuadas em flagrante delito, uma por corrupção passiva e outra por porte ilegal de arma de fogo. A Operação Isonomia do Ministério Público apura crimes de organização criminosa, tráfico de influência, corrupção passiva, corrupção ativa e lavagem de dinheiro.

A investigação apura a contratação, por parte de inúmeras Prefeituras Municipais da região do Triângulo Mineiro e do Alto Paranaíba, de escritório de advocacia situado em Uberlândia para prestação de serviços de compensação de créditos tributários. Segundo o Ministério Público, as contratações se davam mediante inexigibilidade de licitação e eram levadas a efeito em razão de tráfico de influência exercido por outro escritório de advocacia também situado em Uberlândia.

O Ministério Público apurou que os lucros advindos da prestação de serviços eram divididos isonomicamente, ou seja, 50% (cinquenta por cento) para o escritório responsável por influenciar os municípios a fazer a contratação e os outros 50% (cinquenta por cento) para o escritório contratado e responsável pela efetiva prestação de serviços.

Em alguns dos municípios houve a solicitação, por parte do Prefeito Municipal responsável pela contratação, de pagamento de vantagem ilícita, no valor de 20% do valor efetivamente pago a título de honorários. O Ministério Público afirma que parte dos valores solicitados foi paga.

Imagens atualizado em 23/05/2017 • 11 fotos

Autor: Farley Rocha

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Autor: 0 Postado em 23/05/2017
Compartilhe:

22 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • população | 2 meses, 3 semanas atrás

    e políticos corruptos de patos de minas tao chegando perto uma hora a casinha cai, tava em brasília agora já estão em presidente, a população agradece.

    5 0 Responder

  • TOM | 2 meses, 3 semanas atrás

    ISTO AI MINISTÉRIO PUBLICO ESTÃO FAZENDO O QUE OS VEREADORES DEVERIA TER FEITO E NÃO FEZ. AQUI EM PRESIDENTE OLEGÁRIO OS EX VEREADORES AMARELARÃO E NÃO FIZERAM NADA SOBREFATURARAM TUDO QUE ERA COMPRADO. ATE AS MANDIOCA CHEQUE QUE FOI DEPOSITADO EM CONTA DE FUNCIONÁRIO E ERA PARA COMPRA DE PEÇAS PARA OS TRATORES . EX VEREADORES ERA UM BANDO DE COVARDES QUE NÃO FEZ NADA AGORA MORO NELES

    4 0 Responder

  • Fala Sério | 2 meses, 3 semanas atrás

    Esse tipo de operação deveria ser realizada aqui em Patos pois já vai pra 5 anos que não sabemos pra onde tá indo nosso dinheiro. Estamos só pagando a conta sem beneficio algum e pelo jeito vai ser assim por mais 3 anos e meio. Pois é difícil acreditar em quem ao invés de governar fica tomando medidas para aparecer na mídia,tais como os 900 exames cardiopatológicos,decreto de calamidade financeira que não é reconhecido nem pelo estado e muito menos pela união e por ultimo uma falsa reforma administrativa que vai inchar a maquina ao invés de enxugar. Tem agradar a coligação e nós vamos continuar pagando a conta até quando. A UPA e nos postos falta médicos e a cidade não dá nem pra comentar.

    6 0 Responder

  • PEDRO | 2 meses, 3 semanas atrás

    APROVEITA E FISCALIZA OS SISTEMAS DE VALE CARD. ESTE SISTEMA FRAUDA O SISTEMA LICITATÓRIO, ONERA O MUNICÍPIO EM SUAS COMPRAS E FRAUDA A CONCORRÊNCIA.

    4 0 Responder

  • Boreskeiro | 2 meses, 3 semanas atrás

    Por favor me passem o contato do Ministério Público, eles tem que vir em São Gonçalo do Abaeté com urgência. Foram 12 anos na "LARGA", Só para ser ter ideia, na obra inacabada do PRÓ INFÂNCIA, foi pago através de medições uma caixa d´água que nunca foi instalada, isso é só o começo. Transporte escolar onde transportadores recebiam e o próprio município é que fazia o transporte, dentre outros absurdos. Clamo por justiça, me ajudem, não quero ver minha BORESKA querida sendo delapidada, por políticos que gostam de dar tapas nas costas e mandar cartões de aniversário e de natal todos os anos. o que é bom, trabalhar com honestidade nunca. MINISTÉRIO PÚBLICO NELES.

    6 1 Responder

  • Donald Trump | 2 meses, 3 semanas atrás

    Ainda bem que José Eustáquio no poder PATOS DE MINAS É EXEMPLO DE TRANSPARÊNCIA. VIVA JOSÉ EUSTÁQUIOOOO.... VIVAAAAAAAAAAA!!!!!

    2 11 Responder

    e pra rir ou para chorar - 2 meses, 3 semanas atrás

    e mesmo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    5 0

  • Astrolábio | 2 meses, 3 semanas atrás

    E aquele rolo do terreno da UFU aqui em Patos? Quando vai ter autoridades e ex-autoridades presas? Tá passando de hora de botar uma meia dúzia na cadeira por corrupção, formação de quadrilha, desvio de dinheiro público, prevaricação etc!!!

    9 2 Responder

    UFU - 2 meses, 3 semanas atrás

    Engano seu...o processo já foi extinto pelo Tribunal Regional Federal...Isto significa que a doação foi licita, moral e proba... Justiça feita!

    1 5

  • PAULIN | 2 meses, 3 semanas atrás

    isso todo mundo ja sabia.. e as mandiocas.. e os feijão... sempre teve isso no po a vida toda

    7 1 Responder

  • Perito | 2 meses, 3 semanas atrás

    Perae, esses escritórios são geralmente os mesmos para uma região, aqui em Patos não teve? Uai? Tem alguma coisa não "isonômica" aí...

    3 2 Responder

  • Eleitor | 2 meses, 3 semanas atrás

    vergonha ex-prefeito, Antônio Claudio Godinho ( palito ) de presidente olegario. cadeia, devolver o dinheiro. tem vaga no satirão pra ele

    9 0 Responder

carregar mais comentários