Ministério Público pede que PF investigue chefe da Secom por corrupção

Ele pode ter cometido os crimes de corrupção passiva, peculato e advocacia administrativa

publicado em 29/01/2020,


A Procuradoria da República no Distrito Federal encaminhou um pedido para que a Polícia Federal abra um inquérito criminal para investigar o secretário de Comunicação Social da Presidência da República, Fabio Wajngarten, por suspeitas envolvendo sua atuação à frente do cargo, afirmou à Reuters uma fonte com conhecimento direto do caso.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

O MPF quer que a PF apure se o chefe da Secom cometeu crimes de corrupção passiva, peculato e advocacia administrativa, segundo a fonte.

A suspeita sobre o secretário refere-se a reportagens da Folha de S.Paulo que, entre outros casos, o acusou de supostamente receber, por meio de uma empresa da qual é sócio, pagamentos de emissoras de TV e agências de publicidade contratadas pelo governo.

Posteriormente, o presidente Jair Bolsonaro defendeu o secretario e disse que iria mantê-lo no cargo. Nesta terça-feira, Bolsonaro voltou a defender Wajngarten, mas admitiu que ele pode ser investigado.

“O MP recebe uma série de ações diariamente. Olha, vai ser dado o devido despacho por parte do MP. Despachando, desde que tenha um indicativo para investigar, vai ser investigado. Até o momento não vi nada de errado por parte do Fabio”, disse Bolsonaro a jornalistas.

Em nota, Wajngarten disse que o pedido do MPF à PF “é uma oportunidade para eu provar que não cometi qualquer irregularidade”.

“Não há qualquer relação entre a liberação de verbas publicitárias do governo e os contratos da minha empresa —da qual me afastei conforme a legislação determina— anteriores à minha nomeação para o cargo, como pode ser atestado em cartório”, afirmou.

“Qualquer interpretação afora essa realidade factual é notória perseguição de um veículo de comunicação, que não aceita a nova diretriz da Secom”, acrescentou, afirmando ainda que não aceitará “essa infame agressão à minha reputação pessoal e profissional”.

“Lutarei e denunciarei essa covardia. A verdade prevalecerá!”

Fonte: Reuters

Postado em 29/01/2020
Compartilhe:

2 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Forasteiro | 2 meses, 1 semana atrás

    Isto não vai da nada não se acho que eles vai investigar povo do governo. ..Governo que nomear o chefe da polícia federal...bem capaz eu duvido..Quero e o queiroz como ta o andamento da investigação. ..Dinheiro na conta da patroa do homem ...Vamos investigar ...Tem gente que acha que existir só bandido de vermelho. ..parar com esta hipocresia ...Existo bandido vermelho e amarelo. ..tem ladrão saindo pelo ladrão

    8 1 Responder

  • Na Real | 2 meses, 1 semana atrás

    No Governo da "Anta", surgiu uma denúncia contra o "FERNANDO PIMENTEL", que depois se confirmou durante o seu governo de Minas, que ele teria recebido dinheiro de "CORRUPÇÃO"! Mas aí á "Anta", o apoiou quando ele disse que o dinheiro que ele havia recebido, era proveniente de "PALESTRAS"( eta povo bom de palestras estes petistas), ela confirmou e quase chegou afirmar que havia assistido a palestra, na primeira fila, e visto ele receber o dinheiro! Hoje a Folha de São Paulo, nem toca mais nos crimes dos "Petistas", mas se alguém do "Governo" atual, soltar um pum um pouco mais fedido vira noticia! Acho correto á imprensa fiscalizar, cobrar medidas cabíveis, mas é salutar pedir desculpa quando o fato for inverídico! A Dona Monica Bérgamo, reclamou que na posse do Presidente, ela teve que levar a sua quentinha pois o governo não ia fornecer comida para á imprensa, só que o "Bolsonaro" esqueceu que a imprensa "Esquerdalha", se compra com sanduíche de Mortadela barata!

    4 8 Responder