Médicos cubanos participam de reunião com Prefeito e demonstram interesse em permanecerem no Programa

Eles compareceram à Prefeitura para saber como fica a situação deles depois da saída de Cuba do programa.

publicado em 20/11/2018,


Três dos quatro médicos cubanos participaram de uma reunião com o Prefeito José Eustáquio.

Três dos quatro médicos cubanos que trabalham em Patos de Minas pelo Programa Mais Médicos participaram de uma reunião com o prefeito José Eustáquio Rodrigues Alves. Eles compareceram à Prefeitura para saber como fica a situação deles depois da saída de Cuba do programa.

De acordo com o Prefeito, ainda não há nenhuma orientação oficial do Ministério da Saúde em relação aos médicos cubanos e que eles deveriam continuar em seus postos de saúde, prestando os serviços de saúde à população.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

O médico Osiris Herrera Lopes atua desde março de 2014 na Unidade de Saúde do Bairro Jardim Paulistano. Já a médica Kátia Clara Cintra Tornes faz parte da Equipe do PSF 22 que atende distritos como Areado, Bom Sucesso e Major Porto e comunidades como Ranchinho, Vertentes, Firmes, cabeceira do Areado, Cabeceira do Chumbo, Moreiras, horizonte Alegre, Santa maria. Ela também chegou em 2014. O médico cubano Alfonso Leonardo Reys atua no posto de saúde o bairro Jardim Esperança também chegou a Patos na mesma época que os outros dois. Eles conversaram com o Prefeito a respeito de sua permanência no programa, uma vez que os três constituíram família no Brasil. Apesar de não estar presente, a médica Ismaray Fuentes, que chegou ao Brasil em 2017 e atua na Unidade do Bairro Sebastião Amorim, foi representada pelos colegas.

De acordo com o Prefeito, como o Programa Mais Médicos é federal, precisa haver uma definição do Ministério da Saúde sobre como ficarão os casos daqueles médicos que já têm família no país. Ele também aguarda o posicionamento quanto a questão do exame revalida, prova que certifica os médicos estrangeiros e dá direito a eles de atuarem no Brasil de forma legal. “Lamentamos essa situação e esperamos que seja feito o melhor para todos, para que não só os médicos cubanos, mas os pacientes atendidos por eles não fiquem prejudicados”, ressaltou o prefeito.

O Ministério da Saúde publicou, nesta terça-feira (20), o Edital nº 18, de 19 de Novembro de 2018 - Adesão de Médicos ao Programa de Provisão de Médicos do Ministério da Saúde - Projeto Mais Médicos para o Brasil. Confira o Edital. No documento, as quatro vagas que eram ocupadas pelos médicos cubanos constam para preenchimento.

Fonte: Ascom da Prefeitura Municipal de Patos de Minas

Postado em 20/11/2018
Compartilhe:

41 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Contribuinte revoltada | 6 meses, 3 semanas atrás

    Tá impossível ficar estragando os carros e motos nos buracos da cidade e ver esse cidadão no cargo de prefeito com cara de paisagem. Que ridículo!

    6 0 Responder

  • Padrão Zé Ostaki | 6 meses, 3 semanas atrás

    Blá. Blá. Blá. Blá. Blá. Blá. Blá. Blá. Blá. Blá. Blá. Gambiarra. Gambiarra. Gambiarra. Gambiarra. Gambiarra. Gambiarra. Gambiarra.

    4 1 Responder

  • Marcio | 6 meses, 3 semanas atrás

    Bom, se o prefeito estivesse preocupado com atendimento a população,poderia reunir os vereadores e ambos contratarem 04 médicos e fazer a substituição de imediato, caso governo federal regularize a situação dos Cubanos, seria melhor para o município que teria um atendimento melhor. Caso não tenha orçamento município, poderia cada um prefeito, vice e vereadores destinarem 10% de seus proventos, ou valores destinados a publicidades, ou outros serviços desnecessários e pagaria salário dos 04 médicos, ai sim estaria preocupados em manter o atendimento a população. :+1:

    8 0 Responder

  • Murimbundo | 6 meses, 4 semanas atrás

    Vejo um monte de imbecis falando que os médicos cubanos não querem fazer o REVALIDA porque não possuem capacidade para passar no teste. Então vamos lá: o REVALIDA é um programa que aprova (de acordo com as leis do Pais) o diploma de formando de estudantes que concluiram o ensino superior em outras republicas para poderem trabalhar no Brasil. No entanto, no caso dos médicos, o buraco e bemmmmmmmmmm mais embaixo. Isso porque os médicos formados no Brasil não teem interesse algum que outros profissionais da área venham tomar suas vagas e excelentes salários pagos pelo governo brasileiro. Portando, o REVALIDA no casos dos médicos de outros países demora 4 ou 5 anos para ser concretizado. Por isso o governo de Cuba chamou de volta seus patriotas, já que estavam fazendo um favor ao Brasil cedendo médicos para o programa e mesmo assim sendo humilhados pelo Bolsobosta. Vocês conhecem algum paciente dos cubanos que morreu por suspeita de erro médico? Eu não. Agora, paciente de médicos brasileiros que morrem por barberagem profissional.....

    6 13 Responder

    Informado - 6 meses, 3 semanas atrás

    Revalida acontece todo ano e é bem mais fácil que o revalida dos EUA... Só não ficou sabendo de nenhum erro de cubano pq não pesquisou, só procurar por aí que vai achar aos montes na internet.

    3 0

  • CEBOLINHA | 6 meses, 4 semanas atrás

    Simples! É só eles fazerem o REVALIDA e em caso de serem aprovados, poderão exercer normalmente a medicina aqui no Brasil/Patos sem problema algum. A questão é que muitos dos cubanos, são apenas técnicos em medicina e esses não podem fazer o exame de proficiência so podendo compor o mais "médicos!"

    14 4 Responder

    Motorista de VOLVO FH 540 - 6 meses, 4 semanas atrás

    Cebolinha você nem sabe o que está falando, rapaz. Não sabe sequer o q

    2 4

  • Onde estamos? | 6 meses, 4 semanas atrás

    O PT fez a :rage: :rage: Os médicos são confiscados por Cuba

    12 5 Responder

  • Nina | 6 meses, 4 semanas atrás

    É uma pena! Sou paciente do Dr Osíris. É excelente profissional. Mais realmente ganham uma miséria. Estão sendo escravizados mesmo. Que sejam valorizados como merecem

    24 8 Responder

    Patense nacionalista 6 meses, 4 semanas atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

    Rosa - 6 meses, 4 semanas atrás

    escravizado é quem precisa sobreviver com 900 reais, esses médicos ganham igual aos médicos brasileiros; em média 10 mil por mês

    5 14

    P/ Patense - 6 meses, 4 semanas atrás

    10% voce tem o contrato? Voce já morou em cuba ? Então vai pra ...rs

    9 1

    O salário - 6 meses, 4 semanas atrás

    Chega perto de 11.000 e eles recebem 3 mil e poucos. Que 10% é esse? isso que dá comer muita mortadela. Eles recebem 25% isso não é ser escravo??????????

    16 2

    Alair Fonseca - 6 meses, 3 semanas atrás

    Vocês me negativam até atingir o escore padrão do site, mas o que eu disse sobre a medicina cubana é a mais pura verdade, eu acho que vocês tem que se informar mais ou, criar o hábito de ter a preferência pela verdade, já basta o oceano de mentiras que estamos mergulhados sob os auspícios da Rede Globo, Record, SBT, Band e JOVEM PAN. O que os repórteres estrangeiros devem enviar para seus respectivos países ? Aqui é só mentira e destruição. O Brasil já não é conveniente a criação de uma família com bons princípios, se a falta de caráter vem de cima. Eu jamais deixo os meus princípios para agradar vocês, e aviso, o Governo que vocês elegeram, até agora, do Presidente ao Mandetta, não tem nenhum limpo. Pesquisem e se for farsa minha , me tirem da página.

    1 1

  • José ricardo | 6 meses, 4 semanas atrás

    Já tive sentado nesta mesa aí com este mesmo prefeito não resolve nada, só bla bla coitado destes Cuba os.

    29 2 Responder

  • Ricardo | 6 meses, 4 semanas atrás

    Se depender do prefeito José Eustáquio barrichelo, vai resolver dentro de 03 a 04 anos! Nunca vi um cara tão devagar vergonha de ter votado nele ...

    29 2 Responder

  • Bolsonaro 2018 | 6 meses, 4 semanas atrás

    Escravos cubanos!

    25 12 Responder

    Pirulito - 6 meses, 4 semanas atrás

    Quem não concorda com a chamada "escravidão dos médicos cubanos", tambem deveriam ser contra comprar produtos vindo da china, inclusive daquelas lojas de bijouterias do centro. Na China, Bangladesh, Vietinã e até mesmo a India, onde grandes empresas multinacionais com sede em paises capitalistas, principalmente EUA estão usando a mão de obra escrava desses paises para se enriquerecem cada vez mais. É muita hipocrisia criticar o programa Mais Medicos e compactuar com a escravidão legalizada desses paises consumindo produtos lá fabricados.

    11 18

    Informando - 6 meses, 4 semanas atrás

    .... sem cérebro! Só sabe repetir o que a mídia Bolsonarista propaga!

    10 28

    Amanda Verdades - 6 meses, 4 semanas atrás

    "PIRULITO" é aquele amiguinho que propaga o "ódio do bem" posso garantir que é feminista adepto ao comunismo, onde pessoas são niveladas por baixo, todo mundo é pobre igualmente, sem possibilidade nenhuma de crescer na vida, esse é nosso amigo "Pirulito"

    6 0

    Maria vai com as outras - 6 meses, 4 semanas atrás

    Hipocrisia é voce acomodar-se com a situação alegando "não comprar produtos chineses" e aceitar a roubalheira dos criminosos camuflados de nossos governantes! Esses ladrões para manterem-se no poder distribuem "um centavo" para os excluídos(eleitores) e compartilham "milhões" com os amigos (laranjas) e os mega empresários (OAS e tantos outros). Entenda que a questão é com o contrato e não com os médicos cubanos!

    10 0

    Pirulito - 6 meses, 3 semanas atrás

    Tem gente que sabe ler mais não sabe interpretar. Onde eu falei que sou feminista? Onde eu falei que sou comunista? Onde eu falei que compactuo com a roubalheira dos politicos? Só disse que pessoal tá metendo a ripa no regime de Cuba, mas são cumplices com a escravidão legalizada da mão de obra chinesa que é explorada pelos maiores críticos de Cuba, que é os EUA. Ou você é contra a escravidão ou é a favor. Não pode ser meio contra apenas, pois isso é Hipocrisia.

    0 0

carregar mais comentários