Publicado em 09/08/2018
Compartilhe:

Juristas internacionais denunciam irregularidades no julgamento de Lula

A denúncia foi feita em uma carta enviada hoje de Paris à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia.

Dez juristas e advogados europeus e latino-americanos denunciaram nesta quinta-feira irregularidades no processo contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pediram que a legalidade seja respeitada "com rigor e independência".

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––

A denúncia foi feita em uma carta enviada hoje de Paris à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, e que também será remitida hoje aos presidentes da França, Emmanuel Macron, e do Governo espanhol, Pedro Sánchez, assim como ao primeiro-ministro de Portugal, Antonio Costa, e aos respectivos chanceleres.

A iniciativa foi impulsionada pelo advogado francês William Bourdon, presidente e fundador da associação de proteção e defesa das vítimas de crimes econômicos Sherpa.

A carta também é assinadapor outros nomes, como o jurista Emilio García, presidente da Fundação Sul Argentina, e o presidente de honra da Liga de Direitos Humanos (LDH), Henri Leclerc, e expressa sua preocupação com a parcialidade do processo e os obstáculos à libertação.

Lula está preso desde abril deste ano, condenado a 12 anos por corrupção.

O grupo de juristas e advogados denunciou, entre outros pontos, o fato de o juiz Sergio Moro ter autorizado divulgar na imprensa elementos como a gravação de uma conversa telefônica entre o ex-presidente e sua sucessora, Dilma Rousseff, e questionou "o caráter precipitado, injusto e parcial do processo".

Os signatários disseram estar igualmente preocupados com as "graves afrontas aos direitos da defesa" de Lula, como submeter seus advogados a escuta telefônica.

Essas "irregularidades e anomalias" não seriam alheias "a uma pressão midiática muito forte, alimentada pelo jogo de ambições pessoais".

Os juristas apontaram que não pretendem se manifestar sobre a inocência ou culpabilidade de Lula, e ressaltaram que o fato de o mundo estar passando por um período problemático, "quando não caótico", faz com que "seja ainda mais necessário que todos os princípios da legalidade sejam respeitados com rigor e independência".

Por isso, exigiram o respeito "ao conjunto desses princípios, protegidos de qualquer estratégia" que busque impedir a aplicação imparcial do direito.

Uma cópia da carta também será enviada de forma simultânea aos dez ministros do STF e ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux.

Fonte: Agência EFE

Postado em 09/08/2018
Compartilhe:

7 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • O Povo | 5 dias, 2 horas atrás

    Não vi nada de errado, esses "juristas" deveriam fazer parte da corja que lucrava com a corrupção do Lula

    0 0 Responder

  • Geraldo | 6 dias, 15 horas atrás

    JURISTAS QUE NADA ISTO É UMA CAMBADA DE LADRÕES QUE VIERAM POR DOIS MOTIVOS, APRENDERAM A ROUBAR COM A QUADRILHA DO PT E LKEVAR UM POUCO DOS ROUBOS POR AQUI FEITO PELA TURMA DO LULA, E SEUS QUARENTA OU MILHARES DE LADRÕES...OS BRASILEIROS PRECISAM É DAR UM CACETE NESTAS TURA DE JURISTA VAGABUNDOS QUE POR AQUI APARECEM SOMENTE PARA GANHAR E ROUBAR MAIS O NOSSO DINHEIRO.

    1 3 Responder

  • Márcio | 6 dias, 15 horas atrás

    Onde está escrito "Juristas internacionais", leia-se "petistas esperneando". Os tais juristas internacionais não fazem a menor ideia do que estão afirmando. O julgamento do molusco seguiu todos os trâmites legais. Foi denunciado, citado, contestou, foi condenado, recorreu e recorreu e recorreu. Perdeu todas. Se esses "juristas" estão mesmo preocupados com os direitos humanos, deveriam mandar cartas de protestos contra os governos "democráticos" da Venezuela e de Cuba. Lá sim, há presos políticos, que não foram julgados e estão mofando na cadeia pelo grave crime de ser "contra o sistema". Uma coisa devo admitir: É IMPRESSIONANTE A CAPACIDADE DE MOBILIZAÇÃO DOS PETISTAS.

    2 3 Responder

    CEBOLINHA - 6 dias, 5 horas atrás

    Nosso sistema juridico é independente e soberano e não tem que dar ouvidos a esses idiotas da esquerda européia influenciados pelos PETRALHAS esperneadores que irão continuar espeneando até o fim.

    1 2

  • D,OLHO | 6 dias, 17 horas atrás

    A imprensa brasileira é o principal veículo de comunicação ! e´um veículo formador de opiniões,e não existe um homem capaz de coragem para falar pra sociedade o que realmente está acontecendo no BRASIL.Mostrar todos os dias nos telejornais ,que estes candidatos a presidente; mas dar nomes aos bois que são ladrões. Imprensa de um modo geral,Toma vergonha imprensa !

    2 1 Responder

  • Ex-tesoureiro do PT | 6 dias, 18 horas atrás

    Direitos humanos... direitos humanos... direitos humanos...!!! Escuta telefônica entre lula e dilma é uma comédia, é horripilante e vergonhosa!

    2 1 Responder

  • Brasileiro sofredor | 6 dias, 20 horas atrás

    Não julgaram a situação, é a esquerda querendo forçar a barra mais uma vez, errado estando certo é se for PT e assim é o pensamento da esquerda, no Brasil e mundo a fora, lembram do suposto enviado do Papa? Brasil virou piada aqui e lá fora.

    3 1 Responder