Itamar Fernandes explica pontos da Legislação Eleitoral e desfaz mitos como o do voto nulo

Para esclarecer pontos da lei, o Jornal da Manhã da Rádio Jovem Pan Patos entrevistou nesta sexta-feira (27) o professor Itamar Fernandes.

publicado em 27/07/2018, por Maurício Rocha


A Legislação Eleitoral estabelece prazos e regras para a participação de partidos e candidatos nas eleições, que este ano vão escolher os novos deputados estaduais e federais, senadores, governadores e presidente da república. Para esclarecer pontos da lei, o Jornal da Manhã da Rádio Jovem Pan Patos entrevistou nesta sexta-feira (27) o professor Itamar Fernandes.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

Especialista em direito eleitoral, Itamar Fernandes explicou que a Legislação Eleitoral é boa, o que não estaria de acordo é a forma como as leis são aplicadas. O professor também esclareceu sobre o mito do voto nulo, que anularia a eleição. Segundo ele, a eleição considera apenas os votos válidos e, por tanto, o fato do eleitor anular o voto não invalida uma eleição.

O advogado esclareceu sobre os diretos e deveres dos candidatos e também dos eleitores. Confira a íntegra da entrevista!

Autor: Maurício Rocha Postado em 27/07/2018
Compartilhe:

6 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes, fake news ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve-se ter ciência de que poderá ser responsabilizado cível ou criminalmente!

Os comentários que receberem 100 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Bala de Prata | 2 anos atrás

    Pra ganhar eleição aqui em Patos de Minas sem comprar uns pastores ou fazer parte do lions e outras associações, algumas quase secretas, é difícil viu. Depois as elites querem falar de corrupção. Pouca vergonha mesmo.

    3 0 Responder

  • Voto obrigatório é uma indecência | 2 anos atrás

    Como esse povo ainda arruma gente pra trabalhar em eleição? Deus me livre de participar desse circo de corrupção. Não salva ninguém. Voto obrigatório é uma indecência.

    6 0 Responder

  • Manoel | 2 anos atrás

    Ouuu , vai planta coquinho no asfalto ,vou sair muito de cada para votar em ladrão !! essas vai ser a multa que vai valer a pena , eu e minha família ????????????????????????

    6 0 Responder

  • Rui Barbosa | 2 anos atrás

    Trabalhar de graça em eleição é brincadeira. Em vez de votar nulo, eu vou arrumar aquela cerveja geladíssima e uma carne de primeira e fazer um churrasco. Alguém acha que eu vou sair de casa dia de eleição pra votar nessa cachorrada? Nunca. O pais está dominado pelo judiciário cheio de mordomias e pelos políticos que patrocinam as mordomias do judiciário para não serem incomodados nas suas falcatruas. Votar pra quê? Fazer papel de otário?

    13 2 Responder

    Patense - 2 anos atrás

    O voto é obrigatorio amigo. Se nao votar tera que justificar, vai ter que sair de casa de qualquer jeito. Procure saber quem esta sendo candidato, olhe seu passado, suas açoes e seu carater e vote com consciencia e nao pelo bando, junto com as ovelhas, etc...

    1 8

    O MUNDO ESTAR NAS SUAS MÃOS. - 2 anos atrás

    Seu Rui Barbosa, se você não for lá votar no gato, o cachorro ganhará as eleições. "Devemos escolher um lado. .. O silêncio encoraja o algoz, nunca o oprimido". Pense bem Seu Rui Barbosa, " Se você não luta por uma solução, então você é a causa do problema". " Há gente boas no mundo. Mesmo que os jornais anunciam tantos ladrões, eles ainda são poucos, A maioria é correta e não dá manchete. Não vamos cair na bobagem que nada presta. Chega de reclamar. Se há espaço reservado ao fracasso, também há espaço reservado ao sucesso", LUTE

    5 6