Infestação do Aedes Aegypti cresce de 2% para 2,8% e deixa autoridades de saúde em alerta

O número de amostras contaminadas com larvas e pupas do transmissor saltou de 2% em outubro de 2017 para 2,8% este mês.

publicado em 23/01/2018, por Maurício Rocha


Cerca de 130 agentes de endemias percorreram 3.770 domicílios em Patos de Minas.

O resultado do 1º Levantamento Rápido de Índice de Infestação por Aedes Aegypti – LIRAa- divulgado nessa segunda-feira (22) trouxe uma preocupação para as autoridades de saúde. O número de amostras contaminadas com larvas e pupas do transmissor saltou de 2% em outubro de 2017 para 2,8% este mês, o que mostra um crescimento surpreendente em apenas três meses.

O levantamento foi realizado nos dias 16, 17 e 18 de Janeiro. Cerca de 130 agentes de endemias percorreram 3.770 domicílios em Patos de Minas. Eles encontraram larvas do Aedes Aegypti em quase todos os bairros, mas o maior número de focos do transmissor foi encontrado nos bairros Brasil, Brasília, Nossa Senhora Aparecida, Vila Rosa, Jardim Paulistano, São José Operário, Cônego Getúlio, Santa Luzia, Cristo Redentor, Santa Terezinha, Planalto, Ipanema, Gramado e Céu Azul.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Clinica Medic Imagem

De acordo com a coordenadora do Programa Municipal de Combate a Dengue, Sueli Maria de Souza Santos, o maior número de criadouros está no interior das residências. Segundo ela, baldes, toneis e tambores usados pelas famílias para armazenar água das chuvas estão servindo para proliferação do mosquito. Ela destacou que esses recipientes devem ser cobertos. Acúmulo de lixo doméstico como latas e garrafas e os vasos de planta também apresentaram índice elevado.

O Índice de 2,8% de infestação apresentado no LIRAa significa risco médio. A partir desta informação, o Programa Municipal de Combate a Dengue irá traçar estratégias de combate ao mosquito, com mutirões e campanhas educativas. Os bairros com maior incidência de focos serão os primeiros a serem atendidos.

O mosquito Aedes Aegypti é transmissor de doenças como dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela. Este ano, quatro casos de Dengue já foram notificados em Patos de Minas. Em 2017, embora o número de casos tenha reduzido muito em relação a 2016 (2.156 casos), foram notificados mais de 800 casos de Dengue, com 522 casos confirmados. Uma pessoa morreu vítima doença na cidade.  

Autor: Maurício Rocha Postado em 23/01/2018
Compartilhe:

13 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • CADÊ O SECRETÁRIO DE SAÚDE??? | 1 ano, 10 meses atrás

    PREFEITO A SAÚDE EM PATOS ESTÁ UM CAOS. CADÊ O SECRETÁRIO DE SAÚDE?

    2 0 Responder

  • observador; | 1 ano, 10 meses atrás

    :mag_right:vamos divulga e melhora a limpeza de nossa cidade e dever de todo cidadão cuidar do lixo que produz .se possivel produzir menos lixo. 05/01/2018 - População deve solicitar serviços do Cata-treco antes de jogar material nas ruas http://www.patosdeminas.mg.gov.br/noticias/read.php?id=6142

    1 1 Responder

  • observador; | 1 ano, 10 meses atrás

    Moradores proximo a lotes vagos ,Joga lixo e culpa os donos de lote ai e facil. Quero ver e ter peito para assumir que joga lixo ,depois fica reclamando de sua propria negligência. Vamos ser mais educados .A Cata-treco da Prefeitura de Patos de Minas funciona desde o início do ano recolhendo diversos materiais pela cidade. Mas muitas pessoas têm depositado sofás velhos, restos de móveis e outros aparelhos sem acionar o serviço pela Prefeitura. Resultado: a cidade fica mais suja e o cata-treco tem dificuldade de localizá-los. Por isso, antes de se livrar de mobília velha, colchões, TV, guarda-roupa, entre outros, o cidadão deve ligar no Disque Cata-treco. A ligação é gratuita.População deve solicitar serviços do Cata-treco antes de jogar material nas rua. Quem verificar móveis e eletrodomésticos descartados irregularmente também deve denunciar pelo 0800 34 7477

    1 1 Responder

  • Hernesto | 1 ano, 10 meses atrás

    Nessa área. Tenho comigo que a prefeitura faz o que pode , mas infelizmente isto é culpa da população que não zela de seus quintais , e principalmente dos donos de lotes vagos que estão cheios de matos e e plásticos onde o mosquito pode reproduzir , tenho comigo que a prefeitura no caso de incidência deveria aplicar pesadas muitas , tenho comigo que para morar em uma cidade igual patos no mínimo as pessoas deveriam ser mais higiênicas

    3 0 Responder

  • MARCOS FERREIRA "X-9" | 1 ano, 10 meses atrás

    Que mal um simples mosquitinho pode fazer? Faça-me o favor.

    0 4 Responder

  • Patente ausente | 1 ano, 10 meses atrás

    Credo que lixo que ta patos de minas fala pro pedro Lucas da um jeito .

    3 1 Responder

  • Pedro | 1 ano, 10 meses atrás

    A cidade toda ta tomada de lixo, de mato tem mosquito pra todo lado

    4 0 Responder

  • Não intendo | 1 ano, 10 meses atrás

    GENTE É ALGO TÃO SIMPLES PRA ACABAR COM ESSE MOSQUITO É APENAS LIMPEZA. É NÃO VEM ME FALAR QUE É CULPA DE QUEM TEM LOTE VAGO NÃO, CULPA E DA VIZINHANÇA QUE JOGA LIXO NESSES LOTES VAGOS, CLARO NÃO PODEMOS GENERALIZAR. SÓ VAMOS TER UM POUCO MAIS DE LIMPEZA PESSOAL. SER POBRE NÃO É DEFEITO SER PORCO SIM.

    8 0 Responder

  • BRUNA | 1 ano, 10 meses atrás

    E OS LOTES VAGOS PELA CIDADE QUE ACUMULAM LIXO E OS PROPRIETÁRIOS NÃO REALIZAM A LIMPEZA NECESSÁRIA PARA DIMINUIR FOCOS E PROLIFERAÇÃO DE PRAGAS. SE CADA CIDADÃO CUIDAR E LIMPAR SEU LOTE E RESIDÊNCIA, CONSEGUIREMOS DIMINUIR OS CRIADOUROS DE MOSQUITOS. INFELIZMENTE O PODER PÚBLICO NÃO CONSEGUE RESOLVER E DEPOIS PRECISA REMEDIAR AS CONSEQUÊNCIAS DE SURTOS DE ZICA E DENGUE E OUTRAS ENFERMIDADES ????

    8 1 Responder

    Porque - 1 ano, 10 meses atrás

    Só que tem aqueles que cuida de seus lotes aí me aparece lixo de todo jeito inclusive entulhos. Aí a culpa não é do dono do lote é do cidadão sem educação que não respeita o espaço do outro.

    1 0

  • Jonas Soares | 1 ano, 10 meses atrás

    Isso é uma verdadeira mentira cabeluda não existe este mosquito Aedes aegypti

    3 12 Responder

carregar mais comentários