Homem é atingido na boca após atirador abrir fogo na porta de boate e levar pânico a frequentadores

A vítima saía da casa de dança quando foi surpreendida pelo atirador.

publicado em 13/07/2019, por Farley Rocha


Marcas de sangue ficaram no local do crime.

Reportagem atualizada nesta segunda-feira (15) para inserir a versão da jovem que negou estar acompanhada da vítima

O crime aconteceu na madrugada deste sábado (13) na avenida Marabá, em Patos de Minas, em frente a uma boate. A vítima saía da casa de dança quando foi surpreendida pelo atirador. Marcos Aparecido Francisco Rodrigues, 41 anos, foi atingido na boca por um projétil que acabou ficando alojado na coluna. O ex companheiro de uma jovem que também saía da boate é o suspeito de ter efetuado os disparos. Houve pânico no local e as pessoas chegaram a se jogar ao chão.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

O crime aconteceu por volta de 4h50. De acordo informações da Polícia Militar, Marcos saía da boate acompanhado de Anna Lethicia Ávila de Oliveira, 21 anos, quando percebeu que um VW/Gol de cor vermelha efetuou alguns disparos na porta da boate. Pessoas saíram correndo e outras se jogaram ao solo. Nesse momento, uma pessoa a pé se aproximou dizendo "você também estava com ela" e disparou contra Marcos.

O projétil atingiu a boca dele e ficou alojado na coluna cervical. O SAMU esteve no local e socorreu a vítima até o Hospital Regional. Marcos disse que não viu quem efetuou o disparo. O ex de Anna Lethicia foi visto na boate, indicando que ele pode ter sido o autor dos disparos. Os policiais começaram as diligências e encontraram Anna Lethicia a um quarteirão da casa do ex no Bairro Sebastião Amorim. Ele não foi localizado até o momento.

Ela disse que estava aguardando o ônibus para ir pra casa. Os policiais acreditam que o atirador usou um revólver calibre .22 para cometer o crime. A arma também não foi encontrada. A ocorrência foi registrada como lesão corporal. Durante o trabalho, o condutor de um veículo chegou a ser preso por embriaguez ao volante e resistência. A vítima segue internada e as buscas pelo suspeito continuam.

A jovem Ana Lethicia entrou em contato com o Patos Hoje e relatou que não estava com a vítima. Ela disse que estava acompanhada de amigas, tendo isso sido confirmado pelo próprio Marcos. Ela ainda relatou que o crime não teria acontecido por sua causa. 

Imagens atualizado em 13/07/2019 • 4 fotos

Autor: Farley Rocha Postado em 13/07/2019
Compartilhe:

53 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Indignado | 3 meses, 1 semana atrás

    A maquiagem nessa ocorrência é só a ponta do iceberg. Ano após ano as maquiagens aumentam em progressão geométrica. Onde está o ministério público, que não está cumprindo seu papel de fiscalizador externo da atividade policial?

    7 3 Responder

  • Pisolado | 3 meses, 1 semana atrás

    Levo pro coraçao

    0 6 Responder

  • lila | 3 meses, 1 semana atrás

    assim e atendido ni Regional ne

    0 1 Responder

  • Cidadã | 3 meses, 1 semana atrás

    Essas minas ficam envolvendo com Mano achando que está abafando da nisso aí o.o cara se brincar conheceu a mina no dia tava saindo com ela é deu ruim para ele que não tinha nada com história ...agora só não entendi uma coisa se o problema dele era com a mina pq ele atirou no cara?

    9 4 Responder

  • Abracadabra | 3 meses, 1 semana atrás

    Corno assumido com dor de cutuvelo kkk

    10 5 Responder

  • Ah credo | 3 meses, 1 semana atrás

    Coitado ne. Vai atirar em quantos senhor ou ate mata . Porque ate entao a mulher é GP disso nos ta ciente ... si liga mlkt

    8 8 Responder

  • Código Penal. | 3 meses, 1 semana atrás

    Isso foi um atentado contra o Código Penal Brasileiro. Fica claro nessa reportagem o analfabetismo de muitos policiais. Além de não saberem redigir um Reds, também não entendem nada da legislação vigente. O Estado tem que tomar providências. Colocar esses tipos de puliça para capinar o batalhão e trabalhar na parte de obras. Lamentável!!!

    16 7 Responder

    Jacques Matador - 3 meses, 1 semana atrás

    Campinas batalhão??? Você está muito bonzinho. Tem é que ser enquadrado por prevaricação é expulso.

    7 0

  • Eu | 3 meses, 1 semana atrás

    Hummm cheirinho de vagabunda no ar kkkk essa ai engole bem heim testado e aprovado.

    13 12 Responder

  • Vida loka | 3 meses, 1 semana atrás

    Teu e seus cachorrim kk aiaiai

    2 9 Responder

  • Anjo deus | 3 meses, 1 semana atrás

    Engraçado não era o ex da menina que estava no carro não história mal contada os cara do carro estava com 2 moça no carro elas desceu e os cara deus o balão e começou os tiros o cara que é eles falam que é o ex apenas se defendeu da da casinha que a moça armou para ele e ele caiu procura saber quem é a mulher ela que armou para os cara pega o ex só que o ex estava atento

    9 8 Responder

    Amigos do bem - 3 meses, 1 semana atrás

    Ninguém armou nada, vão procurar saber da história de verdade. Eu estava lá na hora do acontecido, os cara passaram descendo a Marabá de carro dando tiro pro nosso lado. E não estavam nem aí em quem acertasse tinha umas 7 pessoas no rumo que deram os tiros. Se você não estava lá não vem falar lorota. Ninguém armou bosta nenhuma. Bando de povo que conversa fiado

    7 1

carregar mais comentários