Homem é agredido e preso após matar a amásia à facadas em Carmo do Paranaíba

O autor foi preso em flagrante pela Polícia Militar e encaminhado para a Delegacia de plantão da Polícia Civil de Patos de Minas.

publicado em 29/10/2018, por Maurício Rocha

Joel foi preso em flagrante delito.

Um homem de 37 anos foi agredido por populares após desferir golpes de facada na amásia em Carmo do Paranaíba. A mulher foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. O autor foi preso em flagrante pela Polícia Militar e encaminhado para a Delegacia de plantão da Polícia Civil de Patos de Minas.

O crime aconteceu por volta das 16h00 da tarde de sábado (27/10), na rua Juca da Henriqueta, número 1000, bairro Santa Cruz. Os policiais militares foram acionados e quando chegaram ao local constataram a presença de um corpo caído ao solo em via pública e com o suposto autor sendo agredido por populares.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Medic Imagem

Segundo informações do boletim de ocorrência, ao se depararem com o corpo ao chão, os policiais observaram que a vítima tinha uma perfuração na clavícula e perdia grande quantidade de sangue. Eles observaram que a vitima ainda estava com os sinais vitais. A mulher foi colocada na viatura e levada até a UPA de Carmo do Paranaíba, porém ao receber atendimento, a equipe médica constatou o óbito.

Uma faca suja de sangue foi entregue à policia. Segundo informações de testemunhas que estavam no local, a faca foi usada para matar Aparecida Carvalho de Souza, 40 anos. Após socorrer a vitima, a guarnição da polícia voltou ao local do homicídio e constatou que terceiros não identificados haviam jogado água e lavado o lugar do crime. Devido a isso, o perito de plantão decidiu não se deslocar até o local para realizar a perícia. O corpo de Aparecida foi levado para o IML de Patos de Minas.

Segundo testemunhas, o autor Joel Adilson da Silva, 37 anos e a vitima seriam amasios e estariam fazendo uso de bebidas alcóolicas. Em determinado momento, por motivos fúteis, ambos se desentenderam e a vítima lançou uma lata de cerveja contra o autor. Com isso, Joel apoderou-se da faca e desferiu os golpes fatais em Aparecida que correu para o outro lado da rua e cai ao solo.

O autor também foi conduzido à UPA da cidade para receber atendimento médico. Ele apresentava um pequeno corte na mão esquerda e queixava-se de dores pelo corpo devido às agressões recebidas dos populares. Após ser liberado do atendimento, Joel foi preso em flagrante delito, conduzido à delegacia de Patos de Minas e entregue ao delegado de plantão.

Fotos: Tô na Mídia

Imagens atualizado em 29/10/2018 • 19 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 29/10/2018
Compartilhe:

4 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Daniel Lucas | 3 meses, 2 semanas atrás

    "matar a amásia" Que palavreado é esse ?

    5 1 Responder

  • . | 3 meses, 2 semanas atrás

    'Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos. Provérbios 14:1".Se ela tivesse vigiado,não tivesse afrontado ele,talvez estaria viva,tem mulher que avança em homem acha que tem esse direito.

    11 11 Responder

    MULHER - 3 meses, 2 semanas atrás

    OS machos acham q pode bater e matar as mulheres

    2 12

    Malaquias - 3 meses, 2 semanas atrás

    Discordo de sua atitude, ninguém tem direito de tirar a vida de alguém por conta de um motivo fútil! Agora o que eu não entendo é como que essas mulheres se interessam por Zé droguinhas como esse aí...

    4 0