Em grave crise financeira, Prefeitura contrata outdoors para informar sobre dívida do Estado

Assim como o Governo do Estado, a Prefeitura de Patos de Minas também enfrenta problema de caixa.

publicado em 08/02/2019, por Maurício Rocha


Diversos outdoor foram espalhados pela cidade.

Reportagem atualizada às 13h05 desta sexta-feira (08) para acrescentar o posicionamento da Administração Municipal

A decisão da Prefeitura de Patos de Minas de contratar outdoors para denunciar a dívida que o Governo de Minas tem com o município causou surpresa entre leitores do Patos Hoje. Pelo menos três deles entraram em contato com a redação questionando a falta de critérios da Administração Municipal de fazer esse tipo de gasto em um momento de crise financeira.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

Assim como o Governo do Estado, a Prefeitura de Patos de Minas também enfrenta problema de caixa. A Administração Municipal tem encontrado dificuldades até mesmo para pagar os salários dos servidores do município. Recentemente, o prefeito José Eustáquio decretou calamidade financeira pela segunda vez em apenas dois anos.

Toda a dificuldade é atribuída aos atrasos de repasses do Governo de Minas para o município. A dividida acumulada nos últimos meses, estampada nos outdoors contratados pela Prefeitura, foi calculada pela administração municipal em R$ 55 milhões. Os valores são referentes a atrasos nos repasses de ICMS e recursos para a saúde e para a educação.

Mas ao mesmo tempo em que cobra uma dívida do Governo de Minas, a Prefeitura acumula atrasos com fornecedores. Mesmo com o aumento na arrecadação proporcionado pelas multas de trânsito, as dívidas se acumulam. O Patos Hoje apurou que existe empresa contratada pela Administração Municipal com pagamento em atraso desde setembro do ano passado. E não é apenas um fornecedor que reclama de atrasos por parte da Prefeitura.

“Sem dinheiro pra nada, o mais certo a fazer seria economizar e não gastar dinheiro com outdoors. O povo espera que o administrador tenha criatividade para driblar os momentos difíceis e não ficar tentando justificar”, questionam os leitores. O Patos Hoje apurou que pelo menos 10 outdoors foram espalhados em vários pontos da cidade com as informações da dívida que o Estado tem com o município de Patos de Minas. O custo para instalar um outdoor na cidade pelo prazo de 14 dias gira em torno de R$ 550,00.

A redação do Patos Hoje questionou junto a assessoria de imprensa qual a intenção da Prefeitura com a instalações dos outdoors, quantos outdoors e qual o valor investido na publicidade e recebeu a seguinte resposta: "Sempre prezando a transparência na administração, e preocupada com as consequências para a população patense, a Prefeitura realizou uma campanha de divulgação, onde foram contratados 10 outdoors, num valor inferior a 10 mil reais, sobre o crédito que o Município tem com o Estado.  Este débito corresponde a valores com a saúde, educação (Fundeb) destinado ao pagamento de professores e transporte escolar, assistência social e realização de obras e prestação de serviços (coleta de lixo, limpeza da cidade e conservação de praças)."

Autor: Maurício Rocha Postado em 08/02/2019
Compartilhe:

88 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • VARJÃO | 5 meses atrás

    Imagina não tem dinheiro pra outras coisas pra outdoor tem. Tudo isso cheira incompetência. Aqui em Varjão tá desse jeito incompetência e má administração.

    0 0 Responder

  • BURRO | 5 meses atrás

    Enquanto isso o prefeito da cidade vizinha (Patrocinio) ela la em BH negociando e projetando o futuro da cidade com apoio do estado e Patos em sua Administracao sempre na contra mao criticando....la se vao mais 02 anos recessão ate fim mandato.

    1 0 Responder

  • Colheita | 5 meses atrás

    Plantou colheu! Divida do Governador anterior o novo não tem obrigação de quitar se não tiver sido deixado previsão orçamentária! Agora fica a pergunta, por que não cobrou assim dos PTralhas?!!!!!!!!!!!!!! DIZEM QUE BANDIDO PROTEGE BANDIDO, ISSO É VERDADE?

    1 0 Responder

  • José Estaca | 5 meses, 1 semana atrás

    Virou agora estaca de outdoor... José Estaca, ou José Destak, só querendo aparecer assim sem fazer nada...

    11 0 Responder

  • Valentina | 5 meses, 1 semana atrás

    Quando o governador Pimentel, criminosamente, passou a promover a apropriação indébita dos recursos municipais, ao prefeito caberia recorrer ao judiciário, requerendo, inclusive, medida cautelar de bloqueio dos recursos para que o irresponsável Pimentel não se apropriase das verbas pertencentes ao Município! Poderia requerer ainda ordem judicial para que o Sr. Pimentel não cometesse a apropriação indébita! O prefeito nada fez contra os crimes praticados contra o companheiro Pimentel! Agora, quando o povo se livrou da "praga" Pimentel, quando um novo governo acaba de tomar posse, vem o prefeito com seus vergonhosos outdoors!!! Será que pensa que o povo é burro? Será que não consegue perceber que o povo quer mudança, quer honestidade no trato com a coisa pública?

    16 1 Responder

  • Tetê | 5 meses, 1 semana atrás

    Cada um faz propaganda do que tem ; Patos tem isso .............

    5 4 Responder

  • Contribuinte | 5 meses, 1 semana atrás

    É só cortar os cargos comissionados, que devem ser muitos, aglutine secretarias afins para contenção de despesas. Muitos desses comissionados se quer cumprem a carga horária.

    12 1 Responder

  • Caio | 5 meses, 1 semana atrás

    É muita falta de vergonha... essa dívida corresponde a 10% do orçamento do município e diante dessa vergonha q está esta cidade colocar a culpa no governo. Prefeito de verdade você precisa repensar sobre a sua gestão e não ficar procurando muleta e justificativas por uma gestão horrível.

    18 0 Responder

  • Patense | 5 meses, 1 semana atrás

    Engraçado. O Governo de Minas deve dinheiro à TODOS os municipios mineiros, mas só Patos se encontra nessa calamidade pública que está. Tenho viajado por Minas e a gente vê problemas, mas longe da proporção de Patos. A cidade nunca esteve tão descuidada e desgovernada.

    13 1 Responder

  • Óleo de peroba | 5 meses, 1 semana atrás

    É muita cara de pau! Grave crise financeira e esse tanto de gente contratada para cargos de chefias e que são aposentados e muito bem aposentados! Conta outra, Zé Ostaki! Esse prefeito nao consegue administrar um carrinho de pipoca. Manda esses aposentados que já são ricos pra casa, então, prefeito!

    11 1 Responder

carregar mais comentários