Em cumprimento a ordem judicial, Igreja centenária de Santana de Patos passa por intervenção

Edificada no século XIX, foi tombada como Patrimônio Histórico e Cultural por meio do Decreto nº 2.052, de 14 de abril de 1998, e pertence à Mitra Diocesana de Patos de Minas.

publicado em 27/06/2019, por Farley Rocha


Igreja Matriz de Santana de Patos.

A Igreja Matriz de Santana de Patos é um dos bens patrimoniais mais antigos de Patos de Minas. Edificada no século XIX, foi tombada como Patrimônio Histórico e Cultural por meio do Decreto nº 2.052, de 14 de abril de 1998, e pertence à Mitra Diocesana de Patos de Minas.

De acordo com seu processo de tombamento, a igreja deve ter sido edificada no final do século XIX, em razão do seu “estilo arquitetônico interno que se trata de barroco rústico, toda em madeira, mesmo tendo sofrido algumas modificações até os dias atuais”. (adoc-pm – Dimep).

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

Atualmente o imóvel está interditado, com problemas estruturais. Em 2017, a Prefeitura investiu R$25.950,58 em melhorias no bem, com recurso do Fundo Municipal de Patrimônio Cultural – Fumpac. Em 2018, após aprovação do Conselho Deliberativo de Patrimônio Histórico e Cultural (Condepahc), foi autorizado pelo chefe do Executivo o repasse de R$50.000,00 à Associação Cultural e Educacional de Santa Terezinha (Acest), entidade criada para proteger e preservar a igreja. No entanto, o recurso não foi resgatado pela Acest do cofre público.

Em 2019, atendendo a uma liminar judicial, também com recurso do Fumpac, a Prefeitura depositou em conta judicial o valor de R$40.000,00, destinado a obras emergenciais, tais como: descupinização da igreja e seu entorno, proteção dos elementos artísticos e integrados, vistoria e laudo firmado por profissional habilitado de certificação de rigidez e segurança da escora provisória do interior do prédio. Também estão previstos no documento a elaboração de projetos técnicos (Termo de Referência e Projeto Executivo) para dar continuidade ao processo de restauração da igreja. Igual valor para custear tais investimentos (R$40.000,00) deverá ser aportado pela proprietária do bem, a Mitra Diocesana.

Segundo o diretor de Memória e Patrimônio Cultural do Município, Geenes Alves, a restauração da igreja é possível e viável. Para tanto, salienta que é necessário haver uma junção de forças, composta pela Mitra Diocesana, pela Acest, entidade comunitária criada para esse fim, e pela Prefeitura, que possui responsabilidade solidária pelo bem, em razão do tombamento.

Perguntado sobre o papel específico da Prefeitura, Geenes relatou que cabe a ela apoio técnico e financeiro, o que ocorreu nos últimos anos e continuará, conforme desejo desta gestão. No entanto, salientou que um dos caminhos para resolução definitiva do problema passa pelo suporte financeiro das Leis de Incentivo ao Patrimônio Cultural, tais como Fundo Estadual de Cultura (FEC), Lei Estadual de Incentivo à Cultura, do governo de Minas, e Lei Rouanet, do governo federal.

Nesse caso, a Acest tem um papel fundamental, pois possui legalidade jurídica para apresentar projetos às Leis de Incentivo e captar recursos públicos na esfera estadual e federal, para investir na restauração do imóvel. “É uma questão de organização e planejamento”, afirma Geenes Alves, que passa, segundo ele, “pelo envolvimento e proatividade das lideranças comunitárias locais”.

Para cumprir a determinação de liminar judicial, resultante de ação promovida pelo Ministério Público no final de 2018, entre maio e junho deste ano, foi feita a descupinização da igreja e arredores, para frear o ataque dos cupins e proteger o imóvel. De acordo com a presidente da Acest, senhora Rejane Maria de Jesus Rodrigues, os demais serviços previstos na liminar ainda não foram executados.    

Fonte: Ascom Prefeitura Municipal de Patos de Minas

Imagens atualizado em 27/06/2019 • 3 fotos

Autor: Farley Rocha Postado em 27/06/2019
Compartilhe:

15 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • católico desolado | 4 meses, 3 semanas atrás

    Ouvi dizer que essa igreja de Santana pertence a uma paróquia de outro município! Com o devido respeito às autoridade da Igreja, por que não transferir essa igreja para uma paróquia da cidade de Patos de Minas??? :innocent: :church: Ou, se já há um número suficiente de fieis em Santana, por que não criar uma paróquia própria para Santana? Faço essas sugestões com o devido respeito que merecem às autoridades da Igreja. :pray:

    0 1 Responder

  • Martinho Lutero | 4 meses, 3 semanas atrás

    É foda gastar milhões de dinheiro publico com uma carcaça dessas enquanto o povo está precisando de coisas como remédios, moradia etc! Se quiser arrumar, que o Vaticano meta a mão no seu cofre recheado e arrume por conta própria.

    2 12 Responder

  • Jack | 4 meses, 3 semanas atrás

    Deixa o ladrão de gado arrumar a verba que só em uma semana ele consegue o montante. Já construiu umas dez casas em Santana com dinheiro de furto de gado, esta obrinha aí pra ele é pouca. .

    10 0 Responder

    aldo - 4 meses, 3 semanas atrás

    opa, quem é o ladrão de gado, interessante essa historia.

    0 0

  • Eu | 4 meses, 3 semanas atrás

    Pelo menos a igreja católica,, tem a verba do governo,

    0 2 Responder

  • Cumedo de queijo | 4 meses, 3 semanas atrás

    JÁ QUE A MORAL E OS BONS COSTUMES NÃO SÃO PRESERVADOS, É IMPORTANTE VALORIZAR UMA EDIFICAÇÃO. COMO ESSA, ESPECIALMENTE POR SE TRATAR DE UMA IGREJA.

    4 0 Responder

  • Mascarado | 4 meses, 3 semanas atrás

    Acho que está mais do que na hora de nos vermos a nossa igreja aberta,pois e uma falta de respeito essas pessoas que são de outras religião falando mal da religiao católica, O bom de tudo e que aos poucos vanos nos erguendo juntos com nossa igreja ....

    6 0 Responder

  • católico desolado | 4 meses, 3 semanas atrás

    A situação dessa igreja é muito triste! :cry: Tomará que consigam restaurá-la!!! :pray: Infelizmente estamos em tempos de crise, tanto econômica, como espiritual.

    4 0 Responder

  • Rasputin 4 meses, 3 semanas atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

  • Deputado Binga | 4 meses, 3 semanas atrás

    A data de construção da Igreja é 1820, ou seja, ano que vem ela completa 200 anos. Um verdadeiro tesouro arquitetônico em nosso município. Ela não é do final do século XIX , mas do início.

    15 0 Responder

    Cupim - 4 meses, 3 semanas atrás

    Joga no chão. Ta velha demais.

    1 16

  • Super Patos 4 meses, 3 semanas atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

    Crítica construtiva - 4 meses, 3 semanas atrás

    É muito bom ter alguém que preocupa com a história de um povo

    5 3

    evangelicos são invejosos - 4 meses, 3 semanas atrás

    Pastor invejoso na area

    12 2

    Vinícius - 4 meses, 3 semanas atrás

    Teias de aranha tem o seu cérebro!! Patos e Santana não vão mais pra frente graças a pessoas como você, seu retrógrado ...

    25 1

carregar mais comentários