349669 2216 Ok
Publicado em 09/06/2017
Compartilhe:

Dardos anestésicos e uso de zarabatana é tema de minicurso promovido por alunos do UNIPAM

O minicurso foi ministrado pelo Grupo de Estudo de Animais Selvagens - GEAS formado pelos próprios alunos do curso com a coordenação do professor Sady Valdes.

O treinamento foi realizado no campo de futebol do UNIPAM onde foi montado alvos em formato de animais.

Um minicurso de montagem de dardos anestésicos e uso de Zarabatana foi promovido pelos alunos do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário de Patos de Minas na noite de quarta-feira (7). O minicurso foi ministrado pelo Grupo de Estudo de Animais Selvagens - GEAS formado pelos próprios alunos do curso com a coordenação do professor Sady Valdes.

Os dardos e as zarabatanas foram confeccionados pelos membros do grupo e todo o treinamento foi realizado no campo de futebol do UNIPAM onde foi montado alvos em formato de animais. O minicurso foi ministrado pelo diretor do zoológico de Uberlândia, o médico veterinário Evandro Alves.

O Grupo GEAS foi criado pelos alunos e professores da instituição para promover pesquisas sobre o comportamento dos animais selvagens que habitam a região e também conscientizar a população a respeito do comportamento adequado ao se deparar com um desses animais.

A zarabatana é um instrumento que consiste originalmente em um tubo de madeira, ou seja, caule seco de árvores. Eram usadas pelos índios na caça de pequenos animais como pássaros, esquilos, macacos e coelhos.

As flechas mediam de 10 a 15 centímetros e carregavam em suas pontas uma grande quantidade de veneno ou substância tóxica. Lembrando que a zarabatana é uma arma muito perigosa podendo causar danos irreparáveis se não usada com cuidado.

O minicurso foi ministrado pelo Grupo de Estudo de Animais Selvagens - GEAS.

Autor: Maurício Fernandes

Rovan - Super Banner Rodape - inicio 11-07-17
Postado em 09/06/2017
Compartilhe:

0 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.