Com desempenho preocupante, escolas públicas vão oferecer aulas de reforço na região

O levantamento mostra que quase 70% dos estudantes não alcançaram média nas disciplinas de português e matemática.

publicado em 23/09/2019, por Maurício Rocha


Mais de 20 escolas públicas da região vão aderir ao Programa de Reforço Escolar lançado pelo Governo de Minas Gerais. A inciativa visa melhorar o aprendizado dos alunos que apresentaram desempenho preocupante nos dois primeiros bimestres. O levantamento mostra que quase 70% dos estudantes não alcançaram média nas disciplinas de português e matemática.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

Com o Programa de Reforço Escolar, os estudantes com desempenho abaixo da média poderão frequentar aulas extras duas vezes por semana para cada componente curricular no período do contraturno ou em um sexto horário, dependendo da disponibilidade das instituições de ensino. O estudante que precisar de acompanhamento tanto em português quanto em matemática terá quatro aulas ao longo da semana.

Além da contratação de professores e de material didático, a Secretaria de Estado da Educação também conseguiu garantir a alimentação daqueles estudantes que permanecerem na escola para participar das aulas de reforço.

A Secretaria também entende que a participação da família é importante no processo de resgate da aprendizagem desses alunos e, por isso, os pais ou responsáveis receberão um documento que irá informar sobre o convite que o estudante recebeu para participar do programa e como serão desenvolvidas as atividades. Os pais ou responsáveis deverão assinar o termo, autorizando ou não a participação do aluno.

“A gente precisa que o pai entenda que nós estamos fazendo o melhor para o estudante, para não deixar para o final do ano”, destacou o superintendente regional de ensino de Patos de Minas, Carlos Coimbra.

Autor: Maurício Rocha Postado em 23/09/2019
Compartilhe:

40 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes, fake news ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve-se ter ciência de que poderá ser responsabilizado cível ou criminalmente!

Os comentários que receberem 100 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Realidade | 1 ano atrás

    Quem não entende nada de educação é esse superintendente. Ele entende de política da zona rural, mas de educação não entende nadica de nada.

    3 1 Responder

  • Ana | 1 ano atrás

    Estudei a vida inteira em escola pública e me formei tem 7 anos, nao é tanto tempo assim mas me da ate uma tristeza de ver como as coisas mudaram. Me formei em uma universidade boa e tenho vários colegas que estudam em boas faculdades e federais também. No meu terceiro ano nós que corremos atrás de um aprofundamento de estudos na escola para conseguirmos passar nos vestibulares e conseguimos, quase todo mundo ia, agora tenho meu irmão que está no 2° ano do ensino médio e a diferença é gritante, não sei o que aconteceu. Ele nao tem tarefa pra fazer, nao tem trabalho, quase ninguem da turma dele tem o sonho de fazer uma faculdade, não pensam no futuro... ninguém corre atrás de nada. Triste demais.

    7 0 Responder

  • luciano | 1 ano atrás

    VOTE NO LULA. ELE ADORA ANALFABETO, IGNORANTES, ASSIM ELE CONSEGUIU TODA SUA FORTUNA.

    5 5 Responder

  • Ausente | 1 ano atrás

    A verdade e que muitos pais acham que escola é uma creche, não se interessam por nada, depois ficam exigindo dos mestres porque seus filhos nada aprenderam, ainda tem gente que acredita que escola e lugar para educar filhos.

    3 0 Responder

  • Paty | 1 ano atrás

    Se tem aluno ruim com notas baixas é por que tem péssimos professores também né minha gente?! Conheço professoras com uma mente menor que um grão de feijão, nunca fez uma pós ou especialização... Acha que é concursada e não precisa mais se especializar que o ensino não evolui,que os métodos são os mesmo de 10 ou15 anos atrás, mal sabe mexer num computador e tá louca querendo aposentar.



    8 28 Responder

    Ausente - 1 ano atrás

    Como se especializar se a prefeitura não nossos entes públicos não oferecem subsídios para tal, alem de é claro, baixos salários, turmas lotadas, infraestrutura deficiente, etc ......

    0 1

  • Ju | 1 ano atrás

    Normal esses alunos tirarem notas baixas, o que esperar de gente que sai na porrada na porta da escola?

    14 5 Responder

  • Casalbé | 1 ano atrás

    Reforço pra quem não quer nada com nada?! Perca de tempo, dinheiro etc...

    22 5 Responder

    Verdadeiro - 1 ano atrás

    Vê-se que você precisa(va) de reforço: “ perca”.

    3 3

  • REALISTA | 1 ano atrás

    Eis é a pátria educadora de Dilma, Lula e Pt...

    18 11 Responder

  • CARVALHO | 1 ano atrás

    Tenho experiência com escola pública na minha época aprendi muito estudei a vida inteira no Guiomar de Melo, considerado na minha época a melhor escola estadual fazia fila prá conseguir vaga na mesmas. Hoje tenho filhos e que decepção, meu Filho não aprendeu nada tive quê tirá-lo e colocar em uma escola particular, aí sim aprendeu a ler e escrever dentro de duas semanas e eles falam quê não tem diferença, tem sim não e o mesmo padrão corricular. Nas escolas públicas eles falam que tem quê aprender brincando, negativo se aprende e aprendendo a ler e a escrever meu Filho tem 6 anos se não tivesse feito isso ele estaria atrasado. Porquê nas escolas públicas a aprendizagem é brincando. Pôde perguntar qualquer diretória crianças quê viveram de escola pública e escola particular qual a diferença de aprendizagem.

    4 22 Responder

    . - 1 ano atrás

    Muitas crianças tem dificuldade de aprendizado e tem pais que não aceitam, aí a culpa é da escola! E muita coisa tem que ser trabalhada em casa também. Que bom que você tem opção de colocar seu pimpolho numa ESCOLA PARTICULAR já vejo ele fazendo doutorado em HARVARD

    12 1

    Carla - 12 meses atrás

    É fácil demais dar pitaco no serviço dos outros né? Dizer o que é certo ou errado sem ter um pingo de noção da realidade. Senta e estuda com seu filho em casa quero ver se não aprende.

    0 0

  • Bolsominion = Petista = Corrupção | 1 ano atrás

    É só contratar o Olavo de Carvalho, o ignorante guru do Bozo, para dar aulas de reforço. Esse governo Zema é a maior enganação dos últimos tempos.



    11 28 Responder

  • Colega | 1 ano atrás

    O Reforço, para funcionar tem que ser em horário inverso ao turno que o aluno estuda. E para trabalhar o reforço tem que ser com os melhores professores que realmente vão recuperar os alunos. E não com aqueles que geralmente também precisam ser recuperados.

    13 2 Responder

  • Maria Helena | 1 ano atrás

    Com a maneira que a educação tem sido tratada nas últimas décadas, ninguém deveria ficar assustado com esse catastrófico resultado. A adoção da "empurropromoçao" o resultado somente poderia ser esse. Alcançando ou não os objetivos(ler e escrever) o aluno PROGRIDE. Que progressão é essa? Progrediu para onde? Enganação pura!!!! No meu tempo, mil novecentos e bolinha, sem ler e escrever NINGUÉM saia do 1 ano, antiga 1 série. E a família? Entregou TODA a responsabilidade para a escola. Vida escolar de filho deixou de ser prioridade, infelizmente. Poderia ficar um dia inteiro aqui falando do fracasso da educação, e não é culpa de Bolsonaro. Os culpados somos nós de nos contentarmos com migalhas.

    39 1 Responder

    Colega - 1 ano atrás

    Isso mesmo. Falou tudo.

    7 0

    . - 1 ano atrás

    Educadores que se dizem tão preocupados com o aluno deveriam ser os primeiros a se opor contra tais métodos, mas são uns preguiçosos, não pode ver uma greve que já quer fazer. Me perdoe os ótimos professores que já tive o prazer de ser aluno, os péssimos só vejo reclamar em facebook.

    1 2

  • CEBOLINHA | 1 ano atrás

    Vamos ser justos: Existem professores incompetentes sim, mas o maior problema é que os ALUNOS NÃO QUEREM NADA , não estudam, fazem bagunça o tempo todo, agridem professores e por ai vai.NÃO VENHAM culpar os pobres dos professores que ganham uma miséria para aguentarem isso. Aula de reforço de nada adianta para que não quer. NÃO ADIANTA DAR PÉROLAS AOS PORCOS! DÓI, MAS FALEI A PURA VERDADE!

    28 2 Responder

  • Esperança de dias melhores | 1 ano atrás

    Há anos as pessoas só criticam os profissionais da educação, todo professor um dia começou sem experiência, porque essa só se aprende em sala de aula, um dia já foi estagiário, e acho que tem muitos as vezes até melhor que muitos formados, pois o que manda é o dom para a profissão, também hoje a família deixou toda a responsabilidade para as escolas, valores éticos se aprende em casa no convívio e nos exemplos, pois palavras e conteúdos ensinam, mas os exemplos arrastam para um bom caminho.

    14 0 Responder

  • josé de anchieta | 1 ano atrás

    fico aqui pensando: como estarão nas outras matérias? geração celular, crianças sem futuros mas mestres e doutores em fofoca, malandragem e mente podres



    14 3 Responder

  • Colega | 1 ano atrás

    O Reforço, para funcionar tem que ser em horário inverso ao turno que o aluno estuda. E para trabalhar o reforço tem que ser com os melhores professores que realmente vão recuperar os alunos. E não com aqueles que geralmente também precisam ser recuperados.

    4 6 Responder

  • dudu | 1 ano atrás

    E viva Paulo Freire...rs

    10 8 Responder

  • Heder | 1 ano atrás

    É por isso que esse País subdesenvolvido (chamado brasil) não vai pra frente

    4 0 Responder

  • Maria Célia | 1 ano atrás

    E cobrar destes incompetentes Prefeito e vice, e parar de nomear estagiários pra dar aula no lugar de professores, o nome já diz Estagiário ainda não é professor, daí tudo melhora. Onde já se viu deixar estagiário no lugar de professor. Afsss só este Zé B...... E Paulo

    9 11 Responder

    OBSERVADOR - 1 ano atrás

    D. Maria Célia, acho que a senhora não entendeu que esse assunto refere-se as Escolas Estaduais. O que que o prefeito e o vice tem com isso.

    4 1

  • Lúcia | 1 ano atrás

    O próprio superintendente que o professor(a) que não estive capacidade a ensinar, será substituído. São esses mesmos professores que acompanham os alunos durante todo o ano letivo, isso quer dizer: durante todo o aluno, são péssimos ensinadores.



    4 15 Responder

  • Leidy Katia Justino | 1 ano atrás

    povu hoji so que sabe di namorar na escola

    8 1 Responder

  • Lagoense | 1 ano atrás

    Só agora viram isso ? Tem muito tempo q está acontecendo isso ...tem aluno que termina o segundo grau e não sabe tabuada ...

    24 0 Responder

    Rosa - 1 ano atrás

    uai credo, terminar o ensino médio sem saber a tabuada é muito preocupante

    10 0

  • u.u | 1 ano atrás

    Oque esta acontecendo com nossos jovens, 70% com nota vermelha em português e matemática, normal seria alguns ficarem, não a maioria.

    11 0 Responder

    Pato branco - 1 ano atrás

    Simples, isso é obra do zap zap

    7 0

  • ESCOLA SEM PARTIDO | 1 ano atrás

    Os estudantes não se esforçam mas alguns professores tem culpa nesse fraco desempenho pois tem professores que so sabem fazer política de esquerda indo contra o governo

    35 22 Responder

    chicossanto - 1 ano atrás

    Como tem...nesse país...!!!!

    1 22

  • FILHOS DE PAIS FROUXOS | 1 ano atrás

    Mas é lógico os jovens não querem estudar so querem saber de Celular redes sociais . Não obedecem os pais . Não respeitam os professores e alguns professoras so sabem fazer políticas de esquerda nas salas de aula . Escola sem partido ####



    32 13 Responder

    Bang Bang - 1 ano atrás

    Professor não tem tempo de falar de política em aula. Desconfie, e vá assistir a aula para ver o peteco que os alunos aprontam.

    25 7

    Datena - 1 ano atrás

    Típica mania de perseguição dos Bolsominions! Professor não tem a minima condição de trabalho, vai ter condição de militar em escola?

    9 11

  • Nina | 1 ano atrás

    Claro. Não existe família mais para acompanhar os filhos no dever de casa. Só ficam no WhatsApp. Buscando o próprio prazer. Os filhos que se dane. Não generalizando, mais a maioria hoje estão assim.

    30 3 Responder

    Carlos - 1 ano atrás

    Exatamente, em países com os melhores indices de educação como Japão, Coreia do Sul e China, é comum desde cedo, principalmente em dias de provas pais ou avós nas janelas das salas de aulas acompanhando e incentivando os seus. Aqui a maioria não liga, acha que os filhos já crescem NATURALMENTE aprendendo a estudar, ter disciplina e tudo mais.

    17 0

    SINCERO - 1 ano atrás

    Sinceramente os estudante desde os maiores aos menores, ninguem quer nada com nada, aprender e respeitar os professores nao quer nao, sei que nao sao todos, mas a maioria e professor nao tem culpa, trabalha naquela zueira o dia todo quase morre, no fim do dia quer nada mais nao. Ta dificil ser esposo de professora, final do dia nao da nem pra olhar pra elas, ta morta de canseira e stres. Vamos valorizar mais, se somos profissionais hoje graças quem nos ensionou.

    22 1

carregar mais comentários