Carro vai parar em barras de proteção de casa e motorista acaba preso por embriaguez

Ele se recusou a soprar o etilômetro dizendo que havia passado álcool em gel nas mãos e isso poderia interferir no resultado.

publicado em 25/05/2020, por Farley Rocha


O acidente aconteceu no cruzamento da Avenida Piauí com a Rua Cônego Getúlio.

O veículo atingiu as barras de proteção de uma residência na noite desse domingo (24) em Patos de Minas. O motorista disse que teve uma síncope por ter trabalhado durante a madrugada do dia anterior. No entanto, ele acabou preso por embriaguez ao volante. Ele se recusou a soprar o etilômetro dizendo que havia passado álcool em gel nas mãos e isso poderia interferir no resultado.

O acidente aconteceu no cruzamento da Avenida Piauí com a Rua Cônego Getúlio, por volta das 19h30. De acordo com informações da Polícia Militar, após serem acionados pelo Copom, os policiais foram até o local onde encontraram o condutor Wesley Augusto de Faria, 40 anos, que havia chocado seu veículo, um Fiat/Palio, contra a proteção colocada sobre o passeio da residência na Rua Cônego Getúlio.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Clinica Medic Imagem

Ainda segundo a PM, em conversa com o condutor, este relatou que transitava pela Av. Piauí, e no cruzamento com a rua Cônego Getúlio, foi fechado por um segundo veículo, que chegou a esbarrar no seu carro, que perdeu o controle e se chocou contra a barra de proteção sobre o passeio. Questionado se havia ingerido bebida alcoólica, o condutor negou, relatando que havia bebido no dia anterior, que teve uma síncope e dormiu ao volante.

Wesley teria argumentado que é técnico em enfermagem, tendo trabalhado a noite anterior toda e não havia dormido. Ele foi convidado a fazer o teste do etilômetro, porém se recusou alegando que havia passado álcool em gel nas mãos, para se higienizar, e que isso iria interferir no teste, sendo realizado um teste de recusa.

De acordo com a Polícia Militar, Wesley apresentava sinais notórios de embriaguez tais como andar cambaleante, olhos avermelhados, fala desconexa, agressividade e ironia em suas colocações. Uma testemunha relatou para os policiais que seguia logo atrás e que não havia um segundo veículo envolvido. Ela disse que o condutor subiu o passeio e chocou contra as barras de proteção, tendo o namorado dela ajudado o condutor a sair do veículo.

Diante disso, o motorista recebeu voz de prisão em flagrante delito, pelo crime de dirigir veiculo sob influência de álcool, foi conduzido até o pronto socorro da UPA, onde foi atendido e posteriormente conduzido até a delegacia de plantão, juntamente com sua CNH, que foi recolhida.  O condutor não apresentou motorista habilitado ou pessoa responsável para guarda do veículo que foi removido ao pátio do Detran. A multa de trânsito foi lavrada. 

Imagens atualizado em 25/05/2020 • 2 fotos

Autor: Farley Rocha Postado em 25/05/2020
Compartilhe:

5 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes, fake news ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve-se ter ciência de que poderá ser responsabilizado cível ou criminalmente!

Os comentários que receberem 100 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Jacinto | 2 meses, 1 semana atrás

    Fico pensando em uma coisa quando vejo este tipo de ação do motorista e me pergunto: O motorista paga o conserto da casa?

    0 0 Responder

  • chico | 2 meses, 1 semana atrás

    Esse está protegido: álcool por dentro e por fora. Nesse caso, bafômetro é fria....

    14 0 Responder

  • REPÓRTER X POLÍCIA | 2 meses, 1 semana atrás

    É um absurdo o repórter e o cinegrafista cometem Crimes dentro do batalhão Expõem imagens internas . desrespeitam a PM o batalhão inteiro e ainda fala que PM cometeu abuso de autoridades isso é o mesmo que o poste fazer xixi no cachorro .

    20 7 Responder

    Franco - 2 meses, 1 semana atrás

    Um gambá cheira o outro, quem apoia gente errada é porque tem o rabo preso ou é da mesma laia. Olhe o histórico e moral de quem os acoberta.

    5 0

    Juca Kfouri - 2 meses, 1 semana atrás

    Realmente vc disse todo, vai la grava fala sobre drogas e filma aos policias, como se fosse seus rebanhos e diga que não cometeu abuso. Para a ntv quem tinha que ser preso era os policias.

    5 1