Campanhas de Folias de Reis completam 60 anos de solidariedade e fé em Patos de Minas

Ao completar 60 anos, a Campanha faz um resgate dos benefícios culturais, religiosos e de solidariedade para sociedade patense.

publicado em 08/01/2018,


A Campanha foi aberta na manhã desse domingo (07).

Foi aberta na manhã desse domingo (07) na sede do Dispensário São Vicente de Paulo em Patos de Minas mais uma edição da Campanha de Folias de Reis. A iniciativa surgiu na década de 50 e foi passando de geração para geração até chegar aos dias atuais. Ao completar 60 anos, a Campanha faz um resgate dos benefícios culturais, religiosos e de solidariedade para sociedade patense.

A Campanha de Folias de Reis foi criada pelo radialista Patrício Filho, que abriu os microfones da Rádio Clube AM para as apresentações dos ternos de folia. Isso foi em 1958 e não parou mais. Com a morte de Patrício Filho, o radialista Valico Pereira ficou responsável pelas apresentações das folias. Este ano, a expectativa é de que mais de 60 Ternos de Folia participem da Campanha.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

Além do aspecto cultural e religioso, a Campanha de Folias de Reis também tem papel fundamental no auxílio prestado pela Sociedade São Vicente de Paulo às famílias carentes do município. Durante as apresentações, os Ternos de Folia recebem doações da comunidade, que são repassadas à entidade. No ano passado, a Campanha arrecadou R$ 913.468,00.

Este ano, a expectativa dos organizadores é de que o número de participantes aumente e que as doações ultrapassem a casa de R$ 1 milhão. O dinheiro é usado principalmente para ajudar na manutenção do Lar Vicentino Padre Alaor. A entidade abriga quase 100 idosos carentes que não tem pra onde ir. Além disso, a Sociedade de São Vicente de Paulo atende mais de mil pessoas carentes.

A Campanha de Folias de Reis 2018 foi aberta pelo Terno Mensageiros do Barreirinho, da localidade de Serrinha. A Folia é mantida pelo capitão Deodato Gonçalves Caixeta, que aos 87 anos continua mantendo a tradição e ensinando aos descendentes o valor da fé e da solidariedade.

Como manda a tradição, a partir de agora, os Ternos de Folia vão percorrer a cidade e a zona rural reforçando a fé nos três reis magos. As festas religiosas acontecem nas casas e nas fazendas e tem como uma das principais características a fartura das comidas salgadas e doces.

Imagens atualizado em 08/01/2018 • 15 fotos

Postado em 08/01/2018
Compartilhe:

6 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Paroquiana | 1 ano, 10 meses atrás

    Concordo que as tradições devem ser mantidas, respeitadas e apoiadas pela sociedade e meios de comunicação. O que não concordo é o prolongamento das apresentações. Qual o sentido de se apresentar Folias de Reis em tempos nada propícios como na quaresma? Anunciar o nascimento do Menino Jesus em um período onde nós Católicos estamos nos preparando para a Morte e Ressurreição de Jesus? Acredito que nossa Diocese deveria se posicionar e se pronunciar a respeito do tema, pois acho totalmente sem sentido essas apresentações durante um período tão longo, por acaso o período do Natal dura até o mês de Maio? Pelo que a liturgia celebra o tempo do Natal termina na festa da Manifestação do Senhor (Epifania) no dia 06 de Janeiro. Isso é só minha opinião.

    3 1 Responder

  • jr | 1 ano, 10 meses atrás

    isto e idolatria so devemos adorar a deus !!!!

    0 10 Responder

  • Retratista | 1 ano, 10 meses atrás

    Pelas fotos dá pra ver que o palco virou um puleiro de políticos sem nenhum serviço prestado à sociedade de Patos de Minas. Só olharam até hoje os próprios bolsos.

    7 0 Responder

  • Tita Preta | 1 ano, 10 meses atrás

    Gosto demais de folias de Reis. O que eu não aguento é a exploração política dos "nascimentos" em cima dos foliões. Parecem urubu na carniça. Fazem uso político da rádio com a exploração da pobreza. A campanha é útil, mas ela ajuda demais políticos desqualificados também.

    14 3 Responder

    tita branca - 1 ano, 10 meses atrás

    exploraçao e campanha politica esta toda as partes, ate num velorio fica chei de politicos pegando nas mao dos outros

    2 7

    cumedo de queijo - 1 ano, 10 meses atrás

    COMPLETA 60 ANOS DE APOIO, INCENTIVO E TRANSMISSAO DA CAMPANHA DAS NOSSAS FOLIAS DE REIS. ISSO NÃO É EXPLORAR NINGUÉM, ISSO CHAMA-SE SOLIDARIEDADE.

    3 6