Brasil tem 21.432 novos casos de coronavírus; total de mortes passa de 51 mil

O país é o segundo do mundo com maior número de casos e mortes devido ao vírus

publicado em 23/06/2020,


 

O Brasil registrou nesta segunda-feira 21.432 novos casos de coronavírus, atingindo um total de 1.106.470 infecções, e mais 654 mortes em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de óbitos no país para 51.271, informou o Ministério da Saúde.

O país é o segundo do mundo com maior número de casos e mortes devido ao vírus, atrás apenas dos Estados Unidos, que possuem cerca de 2,3 milhões de infecções confirmadas e 120 mil óbitos.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Clinica Medic Imagem

No domingo, o Brasil havia ultrapassado a marca de 50 mil mortes em função da doença respiratória causada pelo vírus. Antes, na sexta-feira, superou a marca de 1 milhão de casos, contabilizando um recorde diário de mais de 50 mil infecções.

A contagem de casos e mortes por Covid-19 no Brasil tende a desacelerar nos finais de semana e segundas, quando há um atraso nas notificações, e ganhar ritmo ao longo da semana, conforme os testes são processados.

Mesmo com os altos números, a Organização Mundial da Saúde (OMS) destacou nesta segunda-feira que o Brasil ainda realiza poucos testes para detecção do coronavírus em relação ao tamanho de sua população, o que aponta para uma subnotificação de casos no país.

Os números oficiais indicam que o Brasil está atingindo um platô elevado da doença, com os novos casos girando em torno de 25.000 e as mortes ao redor de 1.000 na maior parte dos dias úteis — o recorde de infecções na última sexta-feira, segundo o ministério, ocorreu devido a um atraso em dados estaduais.

O secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia, disse na semana passada ver indícios de uma estabilização, embora tenha estimado um prazo de duas semanas para a confirmação da tendência. Nesta segunda-feira não houve entrevista coletiva do ministério para comentar a situação.

Muitas cidades e Estados do Brasil, embora estejam diante de uma aceleração da pandemia, já iniciaram processos de reabertura econômica e flexibilização do isolamento social, incluindo São Paulo e Rio de Janeiro, os Estados mais afetados pelo coronavírus no país.

De acordo com contagem do Ministério da Saúde, São Paulo possui agora 221.973 casos e 12.634 mortes. O Estado registrou na última quarta-feira o maior número de mortes em 24 horas desde o início da pandemia; na sexta-feira, teve o segundo maior índice diário de óbitos.

O Rio de Janeiro, por sua vez, conta com 97.572 casos e 8.933 mortes. O secretário de Saúde fluminense, Fernando Ferry, pediu demissão nesta segunda-feira. Ele havia assumido o cargo há apenas um mês.

Na sequência da contagem por Estados vem o Ceará, com 94.158 infecções e 5.604 óbitos.

Os dados do ministério foram atualizados às 18h30 desta segunda-feira. Segundo a pasta, o Brasil possui 571.649 pacientes recuperados da Covid-19 e 483.550 em acompanhamento.

A taxa de letalidade da doença no país é de 4,6%.

Fonte: Reuters

Postado em 23/06/2020
Compartilhe:

2 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • kreka | 2 semanas atrás

    INFELIZMENTE MUITA GENTE ESTA PERDENDO A VIDA !!! MAS FELIZMENTE MUITA GENTE TAMBEM ESTA SE RECUPERANDO DA COVID 19.!! VCS DEVEM CITAR OS RECUPERADOS TAMBEM !! PAREM DE AMEDRONTAR AS PESSOAS , BASTA !! PARECE A GLOBO !!

    5 2 Responder

  • Alexandre | 2 semanas, 1 dia atrás

    Isso não me assusta mais! :v:

    3 2 Responder