Balaio de Arte e Cultura 2018 tem programação definida com muitos shows e mostras de arte

A previsão dos organizadores é de que mais de 50 mil pessoas passem pela praça nos cinco dias de atividades.

publicado em 20/06/2018, por Maurício Fernandes


Uma coletiva de imprensa foi realizada na noite dessa terça-feira (19) para apresentar as atrações do evento.

A programação do Balaio de Arte e Cultura 2018 está recheada de atrações e com espaço generoso para os artistas patenses. Este ano, serão três apresentações de espetáculos de renome nacional e uma expectativa de recorde de público. A previsão dos organizadores é de que mais de 50 mil pessoas passem pela praça nos cinco dias de atividades. O tema da 8ª edição do Balaio de Arte e Cultura é “Cidade Esperança”.

Em coletiva de imprensa realizada na noite dessa terça-feira (19) os curadores do Balaio de Arte e Cultura reforçaram o convite para que a população compareça à Avenida Getúlio Vargas para prestigiar as apresentações artísticas programadas para este ano. De acordo com o Presidente da Associação Balaio de Arte e Cultura, Eduardo da Rocha Ferreira, o evento é uma oportunidade para que artistas patenses mostrem sua arte e seus trabalhos.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Rota Pop

O Balaio 2018 será realizado em uma grande estrutura que será montada nas três praças da avenida Getúlio Vargas. Eduardo explica que uma das mudanças implementadas este ano será a montagem de um palco em frente a Igreja Matriz para abrigar as apresentações teatrais,  uma vez que o Palco do Teatro, utilizado ano passado, ainda estará passando por reforma. Além desse palco, outros espaços serão utilizados como o Palco do Coreto, Palco da Praça do Fórum e escadaria do Antigo Fórum.

“Cerca de 3 mil pessoas irão trabalhar para que o evento seja um sucesso”, explicou Eduardo. De acordo com Lúcia Tredezini, curadora do Balaio, é mágico ver como o evento cresceu ao passar dos anos. "No início, o balaio era bem pequeno, apenas um local com exposições de arte e todos os anos a gente homenageava um artista, hoje a estrutura é enorme e o que é mais bacana é que a população participa junto conosco, ou seja, é o povo que faz com que o Balaio cresça ano após ano", ressaltou.

Dentre os artistas que se apresentarão nos palcos na Avenida Getúlio Vargas está o cantor Luiz Salgado, os grupos de dança Emergentes e Invictus estão na programação. O Grupo Aruanda, o Grupo 1º Ato de Belo Horizonte e o Grupo EmCantar de Uberlândia serão as atrações principais. O tema do Balaio de Arte e Cultura 2018 é “Cidade Esperança” e a deixa é “Vamos precisar de todo mundo”. 

E todas as pessoas podem participar. O Balaio 2018 acontece do dia 14 ao dia 19 de Agosto e é aberto a todo o público.

Autor: Maurício Fernandes Postado em 20/06/2018
Compartilhe:

22 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • barcelos | 1 ano, 4 meses atrás

    ATÉ QUE ENFIM LEMBROU DO ARTISTA DE PATOS DE MINAS LUIS SALGADO,ENQUANTO FAZIA SUCESSO EM UBERLÂNDIA NINGUÉM CHAMOU ELE AGORA QUE ESTÁ EM DESTAQUE JÁ GANHEI UM CD DELE QUANDO MOREI EM UBERLÂNDIA ELE SEMPRE APRESENTAVA NO MERCADO MUNICIPAL ELE GENTE COMO A GENTE PARABÉNS PARA QUE LEMBROU DELE :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:

    2 1 Responder

  • Paulo | 1 ano, 4 meses atrás

    Vivemos a geração comunista mimimi que foi criada a yogurte pelos pais. Geração que não quer estudar, não quer trabalhar e quer viver só de música, dança e arte. Vai nas escolas pra ver, quando fazem algum tipo de projeto só saí grupinho de dancinha, pinturinha. Depois crescem e ficam os pais aí tendo que zelar de marmanjo de 30/40 anos sem emprego dentro de casa vivendo as custas da aposentadoria dos velhos e ainda tem a capacidade de fazer sexo e colocar filhos no mundo pros avós criarem. Essa geração não está sendo educada pro trabalho e nem pra ter maturidade. Sujeito que não presta pra nada acaba se envolvendo aí com essa merda de arte pra viver as custas de governo.

    1 9 Responder

    Eu sou o atoa? - 1 ano, 4 meses atrás

    Sou amplamente inserido na cultura da cidade, sempre dancei e atuei, só que ao contrário do seu comentário, sempre trabalhei desde os 14, aprendi a me virar desde cedo sozinho, faço faculdade e mantenho boas notas porquê tenho que manter bolsa social, porquê EU pago minha faculdade. Agora eu te pergunto Sr. Paulo, se o "atoa/marmanjo desempregado" sou eu, porque é você que vem falar asneira em blog de notícias?

    2 0

    Mãe e dançarina - 1 ano, 4 meses atrás

    Engraçado. Conheci meu marido em "grupinhos de dança de escola". Graças a Deus tenho minha casa própria, dois filhos e emprego bom. Continuo dançando sim e não dependo dos meus pais nem pra olhar meus filhos pra mim treinar!! Então, cultura é sempre bem vinda, seja dança, arte, música, seja o que for. Se não gosta, não vai!!

    2 0

    Arthur - 1 ano, 4 meses atrás

    Tadinho gente, da atenção pro Paulo...

    0 0

    Zé Pikeno - 1 ano, 4 meses atrás

    Não sou comunista e muito menos gosto de iogurte. Concordo com você, Paulo, esta geração não quer nada realmente, mas chamar a arte de merda é de uma ignorância tamanha. Meu amigo, ninguém vive sem arte, afinal ela está em tudo. Resumindo: se vc acha arte uma merda, desfaça de tudo que tem e volte pras cavernas (e ainda assim arrisca vc achar alguma arte rupestre kkk).

    1 2

    Dançarina e Cursando Medicina - 1 ano, 4 meses atrás

    Prezado Paulo, Muito me espanta pessoas como você em que não tem conteúdo nenhum para se expressar, utilizando discursos de raiva a ponto de pré julgar aquele que necessita da arte para viver ou até mesmo se sentir bem com a vida. Sim a arte pode mudar a vida da pessoa, é atravez dela que você sente seu coração pulsar cada vez mais forte, a cada batida uma nova sensação de realização, é atravéz da arte que muitos sairam da depressão , em que muito se afastaram do lado negativo da vida encontrando seu porto seguro. Sinto muito, mas a arte em geral é uma parte de nossas vidas( sendo praticante ou apenas observador), nos mantem vivos para aguentar o mundo medíocre em que vivemos. Atravéz de sua fala percebe-se que você não conhece o valor da arte, convido a conhecer , talvez assim você aprenda a amar as pequenas coisas e encontrar essa sua parte perdida. Só mais um detalhe, artista trabalha sim, dançarino dança por amor e possui seu trabalho fora do mundo artístico, músico é um trabalho, artistas de novela (é arte também) é uma profissão, nosso mundo é envolvido pela arte. Eu sou uma artista dançarina e nem por isso sou desempregada , sustentada por pais, cuidado ao generalizar.

    1 1

  • russonow | 1 ano, 4 meses atrás

    Vou estar la pois vou declamar minha poesia

    1 0 Responder

  • Verônica | 1 ano, 4 meses atrás

    Na foto somente um não olha pra frente. Será q é vergonha de chamar Patos de cidade esperança kkkkkk

    1 6 Responder

  • João de Deus | 1 ano, 4 meses atrás

    Me impressiona muito esse povo aqui de Patos. O negócio de graça, com um monte de atração pro povo, tudo feito por voluntários e ainda tem gente pra falar mal e reclamar. Tem a santa paciência. Isso aqui num vai pra frente não é só por causa dos políticos fracos não. É por causa desse povinho chato e frustrado que só sabe falar mal dos outros. Ah, e antes que eu me esqueça, parabens aos organizadores!

    16 2 Responder

  • Avenida Getúlio Vargas | 1 ano, 4 meses atrás

    Quem vai ocupar as barracas de alimentação? Quero ver se a regra da avenida será cumprida fazendo valer as entidades filantrópicas vendendo o seu caldinho e tropeirao.

    4 5 Responder

  • CEBOLINHA | 1 ano, 4 meses atrás

    O tal do artista nada acrescenta na vida das pessoas, a maioria é um monte de desocupados que deveriam estar caçando serviço e parar de sugar dinheiro publico que poderia ser gasto na saúde, educação de qualidade, etc. Parem com essa balela de que toda arte é cultura, tenham dó. A unica verdadeira arte é a musica clássica o resto é tudo Rouanetes!

    7 25 Responder

    Professor - 1 ano, 4 meses atrás

    Tem razão um país tão inculto.

    4 12

    Zé Pikeno - 1 ano, 4 meses atrás

    A inveja é algo difícil de ser digerido. Ônibus Cebolinha, por que não vai lá encher o saco da Mônica? Desculpa a ofensa, mas, larga de ser idiota. Vc deve ser daqueles que vai ao barzinho, não gasta, pede música a noite inteira, incomoda, reclama de pagar couvert e depois fica com comentários preconceituosos. Todo segmento artístico tem coisas boas e ruins, portanto, sai fora com este seu papo furado.

    2 3

    Olá - 1 ano, 4 meses atrás

    Caro cebolinha... Procure se informar mais antes de sair espalhando veneno, todos trabalhamos, estudados e ainda tiramos um tempo para treinar firme para apresentar de GRAÇA, pois não ganhamos nada com isso, fazemos por paixão, e não por ser atoa. Pq trabalhamos e estudados. Talvez muitos não vão se pronunciar, pois estão trabalhando ou estudando ou até mesmo os dois. Já você deve q não, pois está jogando ódio na internet. Passar bem, procure saber das coisas antes pra não passar vergonha. Bjos de luz.

    1 0

  • Cadu | 1 ano, 4 meses atrás

    Esse pessoal não sabe fazer festa pra povo. falam em 50 mil pra enganar. Só vai gente que mora no centro...os do bairro nao vao.

    5 18 Responder

  • Verdadeiramente parte 2 | 1 ano, 4 meses atrás

    só faltou a banda Berço tocar de novo mas como não existe mais então não da pre repetir

    5 9 Responder

  • Zé Pikeno | 1 ano, 4 meses atrás

    Nada contra o Luis Salgado. Grande artista. Mas ele não mora em Patos há anos? E os artistas daqui? Vai ser igual a Fenamilho? Tem que pagar pra apresentar?

    11 16 Responder

    carlos - 1 ano, 4 meses atrás

    Meu caro a programação esse ano será : PIEIT , LIZANDRA ....só para variar !!!

    7 6

    Zé Pikeno - 1 ano, 4 meses atrás

    Verdade...

    4 7

    barcelos - 1 ano, 4 meses atrás

    Zé Pikeno,Luis Salgado é de Patos de Minas mas quem nunca lembrou dele é o povo ai mesmo,quando morei por 10 anos em Uberlândia sempre fui nas cantorias dele que é de Raiz e tenho um cd dele ele me deu em uma apresentação dele que sempre fazia mo MERCADO MUNICIPAL DE UBERLÃNDIA.

    1 0

    Luiz Salgado - 1 ano, 4 meses atrás

    Zé Pikeno, eu entendo seu comentário, aliás agradeço o elogio... não falo aqui em meu nome, mas em nome de todos os artistas que por um ou outro motivo têm que sair de sua terra natal pra mostrar sua arte... acredito que sempre que pudermos voltar pra nossa casa mostrando um pouco do que plantamos e colhemos nesses tantos anos de cantoria por esse Brasil e também em terras estrangeiras, temos que fazer isso... não por vaidade nem orgulho, mas pra mostrar que onde vamos, não nos esquecemos de nossas raízes, do nosso povo. Eu tenho essa alegria de onde vou, poder falar de Patos de Minas. Quando vou a Patos, seja pra tocar ou passear, gosto de passear à pé pra rever meis amigos, visitar as escolas que estudei quando criança, e até pedir pra entrar em casas que já morei na minha infância... é um sentimento de saudade misturado com alegria. E o que seria de nós artistas, se não fosse poder voltar pra nossa terra? Fico triste quando leio comentários (não o seu, que achei muito educado) falando que a arte não tem um papel relevante, que é coisa de vagabundo que fica gastando dinheiro público... na verdade tem muita gente gastando dinheiro público por aí, que não é usado na saúde, na educação, e muito menos na arte... acredito que a arte tem um papel transformador. Frederich Nietzsche disse que "sem a música, a vida seria um erro"... sem a arte, a vida seria um erro... a arte em todas as suas formas. Fico muito honrado em poder participar do Balaio de Arte e Cultura, e acredito que um projeto que tem esse caráter de ser gratuito e que abrange tantas facetas da arte, merece nosso respeito. Aqui vão alguns momentos especiais que pude levar o nome de nossa cidade pro Brasil, através do programa do mestre Rolando Boldrin, Sr Brasil, entre tantos outros. https://drive.google.com/file/d/1TQBuEbq-XawYyXyVlcqsMhwaQ7jSzkB8/view https://drive.google.com/file/d/1DxhOTHKi11ScEUy_XwaqEPjX3KbNDktN/view https://drive.google.com/file/d/1IkYNzHJ8J6YIBxq2ipvVwxM555VHDxz9/view Agradeço o Barcelos (que pelo apelido não sei quem é) pelo carinho, e espero todos vocês no Balaio de Arte e Cultura 2018. Vou me apresentar com o querido Chico Lobo dia 5 de agosto. Abraços procês tudo. Inté.

    0 0

carregar mais comentários