Audiência Pública discute a incidência de estupros contra mulheres em Patos de Minas

Mesmo com a constante ação das Polícias Militar e Civil os casos têm se repetido, tirando o sossego das famílias.

publicado em 04/05/2016,


Audiência Pública discute a incidência de estupros contra mulheres em Patos de Minas

Numa iniciativa dos Vereadores Edimê Avelar e Braz Paulo, a Câmara Municipal realizará uma Audiência Pública na próxima terça-feira (10), às 19 horas, no Plenário da Câmara Municipal para discutir o crescente índice de ocorrências de estupros contra mulheres em Patos de Minas. Mesmo com a constante ação das Polícias Militar e Civil os casos têm se repetido, tirando o sossego das famílias.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Orthodontic - Especial Notícias

Por isso, os Vereadores Edimê Avelar e Braz Paulo resolveram envolver as autoridades da área de segurança pública, bem como o Ministério Público, o Judiciário, a Administração Municipal, entidades e a população num amplo debate, confiando que novas medidas protetivas sejam definidas.

Os vereadores ressaltaram a necessidade e o caráter urgente da discussão, convidando a todos para participarem da reunião.

 Fonte: Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Patos de Minas

Postado em 04/05/2016
Compartilhe:

14 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • seres | 3 anos, 5 meses atrás

    Acho bom que esse ... ai sempre defende esse canalha deve ser farinha do mesmo SACO ne cara esse canalha divia ir e pra cadeia la ele ia passar mal.tendo o que merece.

    0 0 Responder

  • J | 3 anos, 5 meses atrás

    Audiência pública pra quê? Me conta aí o que isso resolve. Vereadores só no blá blá blá. Falta do que fazer. Tomara que nenhum desses seja reeleito, não fizeram nada em quase 4 anos. NADA! :rage:

    3 1 Responder

  • agroolo | 3 anos, 5 meses atrás

    muito bem, esse tema e uma das questoes que estao vagando, tem fazer levantamento do atendimento da upa e do hospital regional, levantamento de trafico e uso de drogas, homicidios e furtos.

    4 0 Responder

  • o bao | 3 anos, 5 meses atrás

    eu acho um absurdo mulher em bar bebendo e enchendo cara de cachaça alem delas não dar valor em si, corre o risco de um maníaco lhe estrupar,mais mudando de assunto tomara que peque esse verme ,e lhe corta isso que ele chama de saco ,um dos piores crimes e o estrupo pois deixa sequelas para o resto da vida :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage: :rage:

    6 17 Responder

    Bruno - 3 anos, 5 meses atrás

    Se mulher beber é absurdo? JAMAIS, absurdo é esse teu machismo! Absurdo é dar vexame, vomitar e arrumar briga bêbada.Acho que esse tabu de "mulher não pode beber", até a pessoa mais machista desse mundo já quebrou faz tempooo... a questão é: o comportamento da mulher sob o efeito da bebida. Muitos culpam a bebida, mas o problema não está na bebida e sim, em quem a bebe!!! Independente do sexo, se a pessoa não sabe beber, ultrapassa os limites e passa vergonha, e deixa uma péssima impressão sobre ela... É ridículo julgar uma mulher por que ela bebe, po, é um pensamento completamente machista. Cada um é dono de si mesmo, e se diverte da maneira que acha melhor. FICA A DICA!

    10 2

    gente fina - 3 anos, 5 meses atrás

    concordo com vc o bao, isso não pode e nem deve acontecer, tem q colocar um basta nesses maniacos, mas, essas mulheres de hoje, elas só querem andar bonita, com apenas cinquenta por cento das vestes, embelezar de carrão desfilando pela cidade, entendo q isso é um convite para todos os homens, hoje em dia mulher não precisa ter cérebro, basta ter bunda.

    5 8

    algúem - 3 anos, 5 meses atrás

    Não vejo absurdo algum uma mulher querer sair,afinal não temos direitos iguais?Toda mulher,independente de qualquer situação,DEVE ser tratada com respeito.Vergonha é um doente desses se achar no direito de abusar de uma pessoa.Vergonha é você se achar no direito de julgar qualquer mulher pelo simples dela querer se divertir. Mulher não foi feita de enfeite pra casa não.E a partir do momento que ela trabalha e se sustenta,ele tem todo o direito de sair e beber mesmo,afinal a cerveja que ela bebe não sai do seu bolso.Isso pra mim é frustação sua. E um doente desses não pode conviver em sociedade não,as mulheres de Patos de Minas,não tem mais a liberdade de andarem sozinhas,porque tem um monstro atacando.A maioria estão voltando do trabalho e da faculdade,e não do bar.

    6 0

  • juca | 3 anos, 5 meses atrás

    Isso ocorre por causa do descaso do nosso ...PREFEITO.que em vez de pagar iluminacao dos postes.poder limpar esses Lopes que o mato ta tomando conta.onde nao precisa ta limpando da uma paradinha nas ruas em que a tocha vai passa ta limpando tudo.a Lagoa da ficando nos trinque pra quem? Pra quem vai passar por aki umas horas.enquanto nois moramos aki e fica na sujeira.Então PREFEITO pensa bem.e ve se limpa esses lotes para evitar esses problemas

    3 4 Responder

    Bruno - 3 anos, 5 meses atrás

    O problema é muito maior do que limpar lotes, ou iluminação... “O problema maior da violência no país é a droga. A desestruturação familiar é um outro problema. A falta de policiais nas delegacias é um problema de quase toda cidade pequena do interior então é preciso esse tipo de debate para que se possa investir em gastos na organização em ações de segurança e de combate às drogas. Infelizmente, faltam políticas públicas adequadas. O país não consegue ressocializar quem erra, não trata do psíquico como deveria ser tratado...

    3 0

  • Suputuba 3 anos, 5 meses atrás

    Comentário removido pelos leitores. Este comentário foi retirado porque recebeu 20 votos negativos a mais que os positivos.

    bruno - 3 anos, 5 meses atrás

    Quem comete estupro merecia ser "capado" "enrra**** com uma inchada até a morte!!! Aguardem que um esquema está sendo montado para pegar esse desgramado, ele vai ter o que merece. #justiçacomaspropriasmaõs #sededevigança

    5 2

  • Tosquinho | 3 anos, 5 meses atrás

    Essa câmara do Calígula só tem bla.bla...bla...bla! Nem se quisessem fazer alguma eles não seriam capazes, são muito desqualificados e incompetentes. A maioria nem o mínimo de estudo que se exige em qualquer concurso público possui. Um bando de oportunistas que tomarão bomba nas urnas neste ano.

    8 6 Responder

    Bruno - 3 anos, 5 meses atrás

    Então vem a pergunta: o que você pode fazer diante de tanta hipocrisia? Muitos certamente responderão que não podem fazer nada, não têm poder para mudar tal situação e simplesmente cruzam os braços desejosos de que nas próximas eleições tudo possa se resolver, mas quando essas acontecem, cometem o mesmo erro de comparecerem às urnas somente para cumprir um dever cívico, ainda que não saibam o que isso significa. O que podemos fazer para melhorar a nossa sociedade?

    3 0

    Diego - 3 anos, 5 meses atrás

    Você já participou de alguma reunião do movimento comunitário do seu bairro? Já assistiu a uma sessão da câmara de vereadores do seu município ou da assembléia legislativa de seu Estado. Pois saiba que, o que a principio pode lhe parecer entediante é fundamental para o progresso da nossa região. Ficar parado à frente de um televisor, debruçado sobre um jornal ou com o ouvido colado no rádio simplesmente para saber qual foi a última fraude é o mesmo que reclamar com o motorista que o ônibus está lotado. Para melhorar nossa sociedade temos que descruzar os braços e saindo do anonimato, refúgio aparentemente seguro da nossa mediocridade, buscar participar mais ativamente de resoluções que dizem respeito a nossa vida em comunidade.

    3 0