Após invasão e ataque em convenção, PSB lança Hermano Caixeta como candidato a prefeito

Os bandidos também incluíram áudios pornográficos, falas do presidente Jair Bolsonaro e muitas ameaças, inclusive de morte.

publicado em 17/09/2020, por Maurício Rocha


Hermano Caixeta e Clésio Luiz de Castro foram oficializados candidatos a Prefeito de Patos de Minas

No último dia estabelecido pela legislação eleitoral para as convenções partidárias, PSB lançou Hermano Caixeta como candidato a prefeito de Patos de Minas. O encontro foi realizado de forma virtual e acabou sendo invadido. Pessoas que se passaram por bolsonaristas atacaram os integrantes do partido com xingamentos e palavrões. Uma nova sala teve que ser aberta para que a convenção fosse concluída.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Clinica Medic Imagem

O ataque foi orquestrado. Os invasores entraram na sala e aguardaram a abertura da convenção para iniciar os xingamentos.  Eles também incluíram áudios pornográficos, falas do presidente Jair Bolsonaro e muitas ameaças, inclusive de morte. Os invasores foram removidos, mas conseguiram retornar. A live foi gravada e o Patos Hoje teve acesso aos vídeos. Algumas partes são impublicáveis.

Os membros do PSB tiveram que abrir uma nova sala. Só depois disso é que os membros do partido conseguiram concluir a convenção.  O economista Hermano Caixeta foi oficializado candidato a prefeito e Clésio Luiz de Castro como candidato a vice-prefeito, ambos pelo PSB. O partido não terá chapa de vereadores.

Hermano lamentou o ocorrido na convenção, mas disse que não vai se intimidar com os ataques. "Infelizmente, existem pessoas que não conseguem conviver em sociedade... como se destilar esse ódio de alguma forma fosse produtivo, como se pudesse nos amedrontar. Mas muito pelo contrário, na verdade só dá pra gente mais força e mais vontade de provar pra essas pessoas que elas podem vir com o ódio que elas quiserem, a gente tem muito amor, carinho e respeito e é assim que a política tem que ser feita", disse Hermano.

O professor de 31 anos é formado em economia pela UFU, mestre em economia industrial pela UFSC e doutor em desenvolvimento econômico pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.  Ele também participou da Comissão Econômica para a América Latina e Caribe da ONU e disse que quer devolver o conhecimento adquirido em serviços para a população patense.

Imagens atualizado em 17/09/2020 • 6 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 17/09/2020
Compartilhe: