349669 2216 Ok
Cemil 2017
Postado em 31/10/2016
Compartilhe:

Após anúncio nacional de redução, preços dos combustíveis aumentam em Patos de Minas

A informação é comprovada por dados oficiais da Agência Nacional do Petróleo-ANP.

Os preços dos combustíveis na cidade tiveram um aumento.

A população de Patos de Minas não foi nem um pouquinho beneficiada pela suposta redução nos preços dos combustíveis veiculada em rede nacional. Os preços dos combustíveis na cidade sofreram um reajuste em vez de terem qualquer redução. Em um mês, os preços dos combustíveis sofreram dois aumentos. 

A informação é comprovada por dados oficiais da Agência Nacional do Petróleo-ANP. O Patos Hoje registrou o preço médio no início do mês ficando comprovado que não houve qualquer redução e sim um aumento nos valores do etanol e da gasolina.

De acordo com os dados da ANP, no dia 03/10/2016 o preço médio da gasolina nos postos em Patos de Minas era de R$3,854 e o do etanol de R$2,814. Mas para tristeza dos motoristas, em consulta realizada nesta segunda-feira (31), o preço da gasolina foi para R$3,872 e o do álcool R$2,998.

O Patos Hoje chegou a veicular tanto o último aumento nos preços dos combustíveis em Patos de Minas quanto a redução nacional dos preços do combustível. No entanto, a única verdade é que os preços aumentaram e, depois do anúncio da redução, acabaram sofrendo novo reajuste.

Autor: Farley Rocha

Nego Duro - Rodapé Notícias
Postado em 31/10/2016
Compartilhe:

59 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • APLICATIVO para celular | 6 meses, 3 semanas atrás

    Existe um aplicativo do MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, disponível para celulares, baixe e faça a sua denúncia! JÁ fiz a minha!

    2 0 Responder

  • Chorões | 6 meses, 3 semanas atrás

    Engraçado, tempo para vcs ficarem aqui reclamando e falando....DEVERIA DENÚNCIAR NO MINISTÉRIO PÚBLICO. ..BLABLA..,É simples, qualquer um pode entrar no site do Ministério público e fazer a sua denúncia. ...Se todos fizeram isso,é com 100% de certeza que dará resultado, agora ficar querendo que só o próximo faça e vc ficar aí só reclamando ,de nada adiantará! ! EU JÁ FIZ A MINHA DENÚNCIA, FAÇA A SUA. JUNTOS SOMOS FORTES.

    1 1 Responder

  • Sim verdade | 6 meses, 3 semanas atrás

    Sabem porque aqui ao invés de abaixar os preços, na verdade foi aumentando? ??? Porque os representantes das nossas leis aqui nessa cidade,são amigos íntimos dos proprietários de Postos de gasolina. ...simples assim; enquanto não for denunciado ao Ministério Público nada vai mudar!

    2 0 Responder

  • Pantense | 6 meses, 3 semanas atrás

    Acho que a população de patos de minas deveria se juntar contra estes aumentos abusivos , hoje em dia existe vários grupo de blitz no aplicativo whatsapp, no meu ver poderia ser feitos alguns grupo sobre valores de gasolina com a intenção de sempre ter o menor preço da cidade e abastecer somente naquele posto com o preço menor nao que esteja com o valor justo mais sim iria fazer com que os outros demais abaixassem o preço.

    2 0 Responder

    João - 6 meses, 3 semanas atrás

    Seria legal PATENSE , o problema então seria o preço praticado , na grande maioria estão questionando o fato de existir cartel na cidade e estão cogitando o acionamento do MP , mas o nivelamento de todos os postos mesmo que para baixo seria caracterizado Cartel ,então eu creio que quem tem que abaixar , seria o governo , na média da reportagem de R$ 3,872 o litro de GASOLINA o IMPOSTO fica com R$1,4713 , sendo os impostos ICMS , CIDE e PIS/PASEP e COFINS , a PETROBRAS fica com R$ 1,20 o ETANOL com R$ 0,58 e o POSTO REVENDEDOR E A DISTRIBUIDORA dividem R$ 0,67 , o POSTO REVENDEDOR E DISTRIBUIDORA abatem desse lucro bruto o IRPF E CSLL e a porcentagem do cartão que gira em torno de 3,25% e é cobrado sobre a venda e não sobre o lucro bruto sendo assim , utilizando o valor médio R$ 3,872 a parte do cartão é R$ 0,1258 , então R$ 0,67 - R$ 0,1258 = R$ 0,54 fora os custos de funcionários , Água , Luz e ainda se arriscam oferecendo brindes e lavagens de carro grátis demonstrando fidelidade aos clientes , creio que antes de crucificarem a classe que gera emprego e renda, poderiam olhar um pouco mais em quem votam , e cobrar de quem votaram , não é só chegar nas urnas por obrigação , digitar um numero em um candidato que achou simpático e ponto final , o governo que distribuiu bondades " Gratuitas " está te cobrando hoje com juros !!!! É só uma questão de raciocínio e pesquisa , não é de achismos que o mundo gira e as coisas funcionam , o dia que o acchismo e o senso comum acabar o país funcionará .

    3 2

  • fernando | 6 meses, 3 semanas atrás

    não foi só em patos que tem cartel não foi o Brasil inteiro, da so uma olha na capital. A média do preço da gasolina comum subiu, na capital mineira, 1,93% em outubro. Segundo pesquisa do Procon Assembleia, realizada em 147 postos de Belo Horizonte e região metropolitana entre os últimos dias 26 e 27, o litro do combustível, que custava R$3,519 em setembro, fechou o mês passado com uma média de R$ 3,587, registrando uma diferença de R$ 0,068. e fica falando dos posto em patos mem não sabe de nada não fala nada.

    0 2 Responder

  • agindo | 6 meses, 3 semanas atrás

    Pessoal, vão ao site do Ministério Público MG e façam sua denúncia no fale conosco. Quem sabe se muita gente fizer isso eles queiram dar uma verificada nessa situação. Vamos fazer nossa parte.

    3 0 Responder

  • Camundongo | 6 meses, 3 semanas atrás

    Vamos divulgar, uns para os outros, os Postos com preços menores !! Vamos abastecer nos Postos que estiverem com o produto em concorrencia ! So assim, acabamos com esse cartel vergonhoso !

    12 1 Responder

    Pantense - 6 meses, 3 semanas atrás

    Sua ideia e muito boa Camundongo devia colocá-la em pratica Acho que a população de patos de minas deveria se juntar contra estes aumentos abusivos , hoje em dia existe vários grupo de blitz no aplicativo whatsapp, no meu ver poderia ser feitos alguns grupo sobre valores de gasolina com a intenção de sempre ter o menor preço da cidade e abastecer somente naquele posto com o preço menor nao que esteja com o valor justo mais sim iria fazer com que os outros demais abaixassem o preço.

    0 0

  • Betania | 6 meses, 3 semanas atrás

    Então tá na hora dos paneleiros voltarem às ruas! Falando nisso sumiram todos! A corrupção no país deve ter acabado né?

    9 1 Responder

    leafar - 6 meses, 3 semanas atrás

    Já que você é deficiente visual, não enxerga um palmo adiante do nariz, arranja outro guia, pois o seu esta na beira do "Precipício"!

    1 7

  • CONSUMIDOR | 6 meses, 3 semanas atrás

    Esses proprietários de postos estão igual a Pássaro branco, onde já se viu quem paga a passagem de ônibus em dinheiro pagar + caro???? Isso só é aceito em Patos de Minas pq em Uberlândia os empresários queria implantar assim tbm nos ônibus mas O MP Estadual interviu e NÃO aceitou. ISSO É GOLPE DOS DONOS DE POSTOS E DONOS DA VIAÇÃO PÁSSARO BRANCO.

    8 0 Responder

    João - 6 meses, 3 semanas atrás

    Sr. CONSUMIDOR , vender produtos com preços diferentes , a depender da modalidade de pagamento é PROIBIDO pela Portaria 118/94 do Ministério da Fazenda que considera a compra com Cartão como pagamento á vista , o texto diz que não poderá haver diferença de preços entre transações efetuadas com o uso do cartão de crédito e as que são em cheque e dinheiro , além disso , a prática também fere o código de defesa do consumidor no artigo 39, inciso V ,por exigir do consumidor vantagem manifestamente excessiva, há hoje vários projetos para serem aprovados , onde esses projetos mudariam essa realidade que é ruim para o consumidor a certo ponto , mas enquanto isso não acontece os empresários tem que praticar aquilo que é correto por lei .

    5 2

  • Consumidor | 6 meses, 3 semanas atrás

    O povo de Patos tbm deveria fazer um conluio e NÃO abastecer em Patos de Minas pra eles ficarem com combustíveis vencidos nos tanques dos postos.

    5 0 Responder

carregar mais comentários