Alunos e professores do Unipam partem para o Piauí para oferecer lições de cultura, saúde e cidadania

A cidade com mais de 6 mil habitantes é uma das mais carentes do país.

publicado em 22/01/2019, por Maurício Rocha

Rondonistas do Centro Universitário de Patos de Minas.

Alunos e professores do Centro Universitário de Patos de Minas (UNIPAM) partiram para mais uma missão do Projeto Rondon. Durante 17 dias, os rondonistas do UNIPAM ficarão na cidade de Boqueirão do Piauí (PI) – Operação Parnaíba. A cidade com cerca de 6 mil habitantes é uma das mais carentes do país, onde mais da metade da população sobrevive com menos de meio salário mínimo, segundo o IBGE. Para se ter uma ideia, enquanto o Pib per capta em Patos de Minas é de R$ 27.995,83, em Boqueirão do Piauí o PIB Per capta é de apenas R$ 6.031,47.

O grupo é formado pelos professores Laércio Vida e Priscilla Rosa Queiroz Ribeiro e pelos alunos Ana Clara Antunes Fonseca, do curso de Odontologia, Ana Paula Leonor Rodrigues, do curso de Psicologia, Gustavo Correa de Amorim, do curso de Enfermagem, Hellen Cristina da Silva Oliveira, do curso de Educação Física, Lorena Cristina Pádua de Andrade Santos, do curso de Pedagogia, Luiza Cardoso Boaventura Vinhal, do curso de Direito, Mariane de Melo Silveira, do curso de Medicina e Patrick Ferreira Cardoso, do curso de Zootecnia.

–––––––––––––––––––––––––––––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––––––––––––––––––––––––––––
Medic Imagem

O grupo irá desenvolver oficinas pelo Conjunto A, nas áreas de Cultura, Direitos Humanos, Justiça e Saúde. Na oportunidade farão os projetos em parceria com o Centro Universitário de União da Vitória (UNIUV) do Paraná, responsável pelo Conjunto B, nas áreas de Comunicação, Meio Ambiente, Tecnologia, Produção e Trabalho.

O projeto Rondon tem o objetivo de contribuir para o desenvolvimento e o fortalecimento da cidadania do estudante universitário. Além de promover o desenvolvimento  sustentável,  o  bem- estar  social  e  a  qualidade  de  vida  nas comunidades carentes, usando as habilidades universitárias.

Os alunos e professores do Unipam vão oferecer cerca de 60 oficinas aos moradores de Boqueirão do Piauí.

Imagens atualizado em 22/01/2019 • 2 fotos

Autor: Maurício Rocha Postado em 22/01/2019
Compartilhe:

11 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Irmão do amigo produtor rural | 2 meses, 3 semanas atrás

    Parabéns a todos e em especial ao amigo produtor rural

    1 0 Responder

  • Silvia Helena Xavier | 2 meses, 3 semanas atrás

    Parabéns a todos

    2 0 Responder

  • uber | 2 meses, 4 semanas atrás

    grande coisa . que noticia boa .

    4 1 Responder

  • Biscoiteira | 3 meses atrás

    Quem paga as despesas? Unipam ou governo federal?

    4 5 Responder

  • i | 3 meses atrás

    Esse é o tipo de notícia que deveríamos ler todos os dias! :heart_eyes:

    6 4 Responder

  • Barcelos | 3 meses atrás

    Parabéns Luiza Cardoso Boaventura Vinha aluna de Direito

    2 2 Responder

  • Tâmara Tizen | 3 meses atrás

    E que voltem aprendendo cidadania e senso de nacionalismo com eles. Porque lá eles não querem entregar o Brasil para os estrangeiros exploradores.

    26 10 Responder

    Só rindo! - 2 meses, 4 semanas atrás

    Sangra os olhos ler um comentário se lógica como esse! Kkkkkk

    1 12

  • Leva o Tupam | 3 meses atrás

    Tinha que levar o Tupam. Por quê o Tupam não vai? Arte e cultura para os nordestinos.

    10 14 Responder

    Ana - 2 meses, 4 semanas atrás

    Lá são lugares totalmente isolados, antes de ter cultura tem q ter o básico q é saúde. N adianta ter cultura, cheio de gente doente.

    3 2

  • Leonardo | 3 meses atrás

    Parabéns aos idealizadores do projeto, bom trabalho a equipe.

    19 14 Responder