349669 2216 Ok
Banner Unipam 2017 - Institucional
Publicado em 20/03/2017
Compartilhe:

Açougues garantem qualidade da carne em Patos de Minas e Vigilância aprova comércios

O Patos Hoje conversou com proprietários de açougues na cidade e eles garantiram a qualidade da carne comercializada na cidade.

O proprietário de um comércio de carnes no centro da cidade, também garantiu a qualidade da carne.

Após a grande operação da Polícia Federal que verificou algumas irregularidades em frigoríficos das maiores empresas de carne do Brasil, muitos mostraram preocupação sobre a real qualidade da carne que vem sendo consumida no país. Em Patos de Minas, os questionamentos não foram diferentes. O Patos Hoje conversou com proprietários de açougues na cidade e eles garantiram a qualidade da carne comercializada na cidade.

Roberto Carlos Viera, proprietário de um açougue no Bairro Santa Terezinha, explicou que cerca de 80% dos açougues de Patos de Minas não trabalha com a carne embalada que foi o principal alvo das investigações. Ele informou que a cidade ainda não possui um frigorífico para abater e preparar a carne bovina, mas a maioria adquire ou cria seus próprios animais e encaminha para o abate em frigoríficos na região, como em São Gotardo ou Patrocínio.

“Estamos trabalhando há 2 anos e 4 meses para montar o Frigopatos. O terreno já foi adquirido próximo à Mercifran. Falta apenas a documentação dos órgãos competentes”, informou. Roberto contou que ele mesmo cria os animais e mostrou as notas fiscais e Guias de Transporte Animal- GTA- expedidas pelos órgãos responsáveis. “O abate acontece em um dia e dois dias depois está de volta em 4 quartos resfriados”, explicou. Ele garantiu a qualidade da carne que comercializa. “Com o problema da carne adulterada, já senti um aumento de 20% nas vendas. As pessoas conhecem a nossa carne”, afirmou.

Tiago da Silva Carneiro, proprietário de um comércio de carnes no centro da cidade, também garantiu a qualidade da carne vendida pelos açougues da cidade. Ele contou que da mesma forma que Roberto produz os animais e envia para o abate no frigorífico de São Gotardo. “Nós não usamos conservantes e a carne que comercializamos não é embalada. O gado é produzido por nós”, afirmou. Com relação ao frigorífico de São Gotardo, ele também destacou que lá é tudo regular.

O Patos Hoje também conversou com a coordenadora da Vigilância Sanitária de Patos de Minas, Lílian Marinho. Ela informou que o órgão faz fiscalizações rotineiras nos comércios e elogiou os estabelecimentos. Ela contou que não tem presenciado muitas irregularidades. “Quando a gente encontra algo, a gente toma as devidas providências como determina a legislação. Já descartamos mais de 400kg de carne em um açougue da cidade”, afirmou.

Lílian contou que todo supermercado, açougue ou hipermercado que comercializa carne são fiscalizados pela vigilância. O trabalho é verificar principalmente como estão sendo feitos o armazenamento e a manipulação da carne. “A indústria é fiscalizada por outros órgãos. Com relação à transformação de carnes, linguiça e pelotinhas, a fiscalização é feita pelo Serviço de Inspeção Municipal-SIM.”, informou.

A coordenadora também deixou o número da Vigilância Sanitária para que as pessoas possam denunciar alguma irregularidade. O número é 3822 9623. O órgão fica aberto de segunda a sexta-feira das 07h00 às 11h00 e das 13h30 às 17h00.

Imagens atualizado em 20/03/2017 • 28 fotos

Autor: Farley Rocha

Clínica Impar - Início: 21-08-17
Postado em 20/03/2017
Compartilhe:

29 comentários

Recentes Populares
Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Patos Hoje. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal Patos Hoje poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!

Os comentários que receberem 20 votos negativos a mais que os positivos serão retirados do Portal.

  • Paulista | 8 meses atrás

    Povo não sabe o que ta acontecendo e só fala m*, primeiro que açougue não tem nada a ver com a historia, segundo toda carne embalada a vacuo da jbs vendida em Patos vem de um frigorifico de ituiutaba que não teve nenhum problema com a vigilancia sanitaria, terceiro só quem tem comercio sabe como é a fiscalização em Patos e te garanto que ela não e falha. Agora se vc ta com noginho só não comprar e pronto.

    2 0 Responder

  • Chewbacca | 8 meses atrás

    Há denúncias da Policia Federal de que esses açougues estão vendendo carne de vaca morta

    1 0 Responder

    a vaca a vaco - 8 meses atrás

    Kkkkk,,essa CE me alugou. $era que a vaca a vaco disquitarao

    0 0

  • Observador | 8 meses, 1 semana atrás

    Temos açougues honestos como do entrevistado e temos comércios que precisao de mais fiscalização. Tem estabelecimento na Dona Luis a que pega na carne e no dinheiro, fácil checar e observar como outros. Grandes redes ou quem tem gôndola de carnes embaladas corre sério risco ja são frágeis as embalagens e consumidor fura pra ver cheiro ou textura e abandona. Outros produzem almôndegas, linguiças com resto fica no balcão. Ha outros que fabricam e embala com carnes de matriz já velhas e adoentada sem controle da vigilância. Observem seu açougueiro tem camioneta ou carretinha no seu veículo e se faz de madrugada ou a noite movimentação, já tem havido abates clandestinos na região e tem açougue vendendo.porco caipira sem passar por inspeção já que o mesmo não passa no frigorífico. Atualmente o abate de suínos e bovinos para patos e feito em São Gotardo e lá as condições não são boas e não tem fiscal, além vir sem nota fiscal. :vertical_traffic_light:

    0 1 Responder

  • pronto falei | 8 meses, 1 semana atrás

    A carne fraca mesmo, mas a carne mais fraca e a dos empresários e vigilantes que se corrompem pra aumentar seu$ lucro$

    2 0 Responder

  • Lutzemberger | 8 meses, 1 semana atrás

    POR QUE A VIGILÂNCIA SANITÁRIA NÃO VAI NOS RESTAURANTES, PADARIAS E BUTECOS DA CIDADE???? QUE NOJEIRA!!!!! ESSA VIGILÂNCIA É PRA INGLÊS VER!!!!! FALTA DE HIGIENE TOTAL PELA CIDADE E O POVO COMENDO TUDO.

    1 0 Responder

  • pronto falei | 8 meses, 1 semana atrás

    Vou fechar meu açougue porque não depende só de min pras coisas andarem de forma respeitosa com os consumidores, uma vez que atrasam is procedimentos perdemos a qualidade das carnes e o empresário e consumidor fica ni prejuízob ,quem garantir qualidade da sua mercadoria está mentindo, depende de um sincronizo que não e respeitado por parte de responsáveis por logística

    0 1 Responder

  • Duvido | 8 meses, 1 semana atrás

    Tudo farinha do mesmo saco. Quero e exijo que essa vigilancia sanitaria municipal prove pra a populaçao ,que essa fiscalizaçao deles realmente é séria, e que não há propinas e corrupção. Afinal de contas, de onde menos se espera sai a bomba. :facepunch: :facepunch: :facepunch:

    1 0 Responder

  • Inspetor | 8 meses, 1 semana atrás

    Essa vigilancia sanitaria e tão corajosa , que nunca teve coragem de barrar a venda de carnes nos grandes hipermercados da cidade, pois e la que se encontra os produtos denunciados, todo mundo sabe disso. :muscle: :muscle: :facepunch: :facepunch:

    5 1 Responder

  • Patense | 8 meses, 1 semana atrás

    Eu hein com essa vigilancia sanitária. Vira e mexe eles acham carne de cachorro em Patos. Orgão publico só serve pra fazer política.

    1 1 Responder

  • urubulino . | 8 meses, 1 semana atrás

    como que açougueiro pode garantir qualidade de carne , sendo que ele só comercializa a carne ? ele não acompanha nada do processo ( animal vivo ,pra ver sua saúde , o abate , o manoseio no frigorifico , etc )ele só recebe a carne desossa ,pica e vende ! isto em açougues que compram carne de frigorifico , pois aqueles que comercializam carnes sem procedência não podem garantir nem a água que bebe .

    1 1 Responder

carregar mais comentários